Eldorado do Sul, Guaíba e Região Carbonífera, 19 de Outubro de 2021. Página Inicial | Contato
SEÇÕES
Artigo
Educação
Eldorado do Sul
Especial
Geral
Guaíba
Produtos e Serviços
Região Carbonífera
Saúde
Flagrante na Foto
Anunciantes
LINKS
Portal Eldorado
Lantec
Envie sua Mensagem

Você é o visitante n°
33098791


Edicão n° 217 de Julho de 2021


ESPECIAL

DNIT restringe trânsito de caminhões e ônibus sobre ponte na BR-290/RS


O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) alerta os usuários da BR-
290/RS que, a partir das 12 horas desta terça-feira (03), o tráfego de caminhões e ônibus
será totalmente bloqueado na ponte sobre o Arroio Bossoroca, localizada no km 353,9,
entre o entroncamento com a BR-392/RS e o município de Vila Nova do Sul. A intervenção
é necessária para a execução de serviços de manutenção da ponte e a restrição de tráfego
visa atender a questões de segurança para usuários da rodovia e colaboradores. O bloqueio
total para veículos pesados deve permanecer em vigor por um período de 20 dias.

Até a conclusão dos trabalhos, o DNIT sugere como rota alternativa para quem se desloca
no sentido Porto Alegre-Uruguaiana e vice-versa, a BR-392/RS e a BR-158/RS, passando
por Santa Maria. Outra opção são as BR-153/RS, BR-293 e BR-158, via municípios de
Caçapava do Sul, Bagé e Dom Pedrito até o retorno à BR-290/RS. Caminhoneiros que se
deslocam de Uruguaiana em direção ao Porto de Rio Grande devem seguir pelas BR-
158/RS, BR-293/RS e BR-392/RS.

Para veículos leves, o fluxo permanece com bloqueio parcial, com trânsito em meia pista,
orientado por um semáforo. O DNIT alerta que a sinalização dos bloqueios foi reforçada em
todos os municípios da região e que não será permitido, em nenhuma hipótese, o tráfego
de caminhões e ônibus na ponte sobre o Arroio Bossoroca. A ação conta com o apoio da
Polícia Rodoviária Federal (PRF). ...

Orçamento pode acomodar aumento do Bolsa Família, diz ministro de Bolsonaro


O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que é possível acomodar no Orçamento um
valor mais elevado para o Bolsa Família. Segundo ele, até o momento, o programa está
perfeitamente enquadrado dentro dos planos do ministério, da Lei de Responsabilidade
Fiscal e do limite do teto. A intenção é que o valor do benefício chegue a R$ 300. Guedes
ponderou, no entanto, que, para aumentar o valor, é preciso controlar gastos inesperados
que costumam ocorrer em decisões dos Três Poderes da República.

“Até agora, a nossa ideia do Orçamento era essa e imprevistos sempre acontecem e terão
que ser atacados diretamente. Estamos analisando e, pelas primeiras informações que
estão chegando, é possível que a gente tenha que rever alguma coisa”, disse após
participar na sede do Ministério da Economia, no Rio, do lançamento do projeto de remição
de foro digital, com a apresentação do aplicativo SPUApp.

...

Gestação na adolescência cai 37% em 20 anos, diz estudo


Nos últimos 20 anos, o Brasil registrou queda de 37,2% no número de adolescentes
grávidas. Isso é o que apontou um estudo realizado pela ginecologista Denise Leite Maia
Monteiro, secretária da Comissão Nacional Especializada em Ginecologia Infanto Puberal
da Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo).

A pesquisa foi feita considerando o número de nascidos vivos (NV) de mães entre 10 e
19 anos de idade, entre os anos de 2000 e 2019.

Em 2000, segundo a pesquisa, as mães adolescentes foram responsáveis por 23,4% do
total de nascidos vivos no país. Já em 2019, esse índice passou para 14,7%.

Apesar da queda, o número ainda é preocupante. Dados do DataSUS/Sinasc apontam
que a cada dia ocorrem cerca de 1.150 nascimentos de filhos de adolescentes. “As
complicações gestacionais e no parto representam a principal causa de morte entre
meninas de 15 a 19 anos mundialmente, pois existe maior risco de eclâmpsia,
endometrite puerperal, infecções sistêmicas e prematuridade, segundo a Organização
Mundial da Saúde. Ainda há consequências sociais e econômicas como rejeição ou
violência e interrupção dos estudos, comprometendo o futuro dessas jovens”, disse a
médica, no estudo.

A pesquisa também demonstrou que a redução da gravidez na adolescência entre
meninas de 10 a 14 anos foi de 26% e teve uma redução menor que entre o grupo de
15 a 19 anos, que registrou 40,7% de queda. Os maiores indicadores de gravidez entre
adolescentes foram registrados na região norte do país, que apresentou a menor queda
percentual na taxa de fecundidade por idade específica (TIEF) tanto para o grupo de
adolescentes entre 10 e 14 anos (-11,9%) quanto para o grupo de adolescentes entre
15 e 19 anos (-32,9%). ...

Covid-19: 2,3 mil prefeituras querem vacinação obrigatória


Nova edição da pesquisa da Confederação Nacional dos Municípios (CNM) sobre a
pandemia identificou que 2.373 prefeituras concordam com a vacinação obrigatória para
a covid-19. O número equivale a 87,7% das 2.705 cidades ouvidas. Apenas 256
municípios (9,5%) foram contrários à medida. Outros 76 (2,8%) não responderam.

Entre os municípios ouvidos, 99,5% começaram a imunização nas faixas etárias abaixo
dos 60 anos. Segundo o levantamento, 83 (3,1%) estão na faixa de 45 a 49, 295 (11%)
na de 40 a 44, 748 (27,8%) na de 35 a 39, 858 (31,9%) na de 30 a 34, 469 (17,4%) na
de 25 a 29 e 217 (8,1%) na de 18 a 24 anos.

Do universo consultados, 1.532 (56,6%) administrações municipais disseram que até
10% das pessoas convocadas não apareceram para tomar a primeira dose. Quanto à
aplicação da segunda dose, 1,334 (73,9%) das cidades informaram que menos de 10%
do público alvo ainda não concluiu o ciclo vacinal.

Casos e mortes
Entre os municípios, em 1.112 (41,1%) houve redução do número de casos de covid-19,
em 229 (8,5%) não foram registrados novos casos, em 849 (31,4%) os casos se
mantiveram estáveis e em 450 (16,6%) ocorreu aumento.

Quanto às mortes, em 1.510 (55,8%) não foram registrados novos óbitos, em 536
(19,8%) a situação se manteve estável, em 402 (14,9%) houve queda e em 197 (7,3%)
foi detectado aumento das vidas perdidas. ...

Campanha do Agasalho receberá doações de cobertores na frente do Palácio Piratini na sexta (30)


A Campanha do Agasalho do governo do Estado promoverá um cobertaço em frente ao
Palácio Piratini na sexta-feira (30/7), das 9h às 17h. A ação é estratégica em razão das
baixas temperaturas no Estado. Por causa do frio, a procura por cobertores se intensificou,
e a Central de Doações da Defesa Civil RS está com o estoque reduzido.

Na frente da sede do Executivo, haverá uma estrutura montada especialmente para a coleta
de cobertores. Para doar, basta parar o carro e entregar as peças, que serão rapidamente
distribuídas a fim de atender a entidades e prefeituras nestes dias de frio intenso.

PONTOS FIXOS DE COLETA DA CAMPANHA DO AGASALHO

• Supermercados Zaffari e Bourbon, Bourbon Shopping e Moinhos Shopping
• Unidades Sesc e Senac
• Todos os quartéis da Brigada Militar e do Corpo de Bombeiros Militar
• Central de Doações da Defesa Civil do RS: de segunda a sexta, das 8h30 às 18h (av.
Borges de Medeiros, 1.501 – bairro Praia de Belas, em Porto Alegre) e drive-thru de
segunda a sexta, das 9h às 15h.
• Coordenadorias regionais da Defesa Civil do RS, Metropolitana, Santa Maria, Pelotas,
Santo Ângelo, Uruguaiana, Frederico Westphalen, Lajeado, Caxias do Sul e Passo Fundo ...

Aeronaves das forças de segurança auxiliam no transporte de vacinas contra Covid-19


A Secretaria da Segurança Pública (SSP) mais uma vez garantiu o apoio aéreo para o
transporte de parte das 119,5 mil doses de vacinas Pfizer e Coronavac que chegaram ao
Estado. Os imunizantes foram transportados na tarde desta quinta-feira (29/7), dando
continuidade à campanha de vacinação contra a Covid-19. A aeronave da Brigada Militar
(BM) e o helicóptero da Polícia Civil (PC) levaram as doses para oito Coordenadorias
Regionais de Saúde (CRSs) do interior.

O avião King Air da BM partiu no início da tarde para Palmeira das Missões, onde
entregou os imunizantes das 2ª e 15ª CRSs. Em seguida, a aeronave voou para Santo
Ângelo, levando as doses das 9ª, 12ª, 14ª e 17ª CRSs. O percurso se encerra em Bagé,
com as vacinas para os municípios da 7ª CRS. O helicóptero da Polícia Civil voou para
Santa Maria, carregando as doses da 4ª CRS, na região Central.

Os imunizantes das demais CRSs foram retirados na Central Estadual de
Armazenamento e Distribuição de Imunobiológicos (Ceadi), da Secretaria da Saúde
(SES), e transportados por terra. Com as doses distribuídas, prosseguirá a imunização
de pessoas que precisam de segundas doses e adolescentes com comorbidades, além de
avançar a vacinação por faixa etária.

De acordo com o painel de monitoramento da SES, atualizado diariamente, 71% da
população vacinável do Rio Grande do Sul já recebeu ao menos uma dose e 33,1%
completou o esquema vacinal de duas doses ou única. Desde o início da campanha de
imunização, o Estado já distribuiu mais de 10,1 milhões de doses. ...

Casos de síndrome respiratória tendem a cair em 12 estados


Os casos de síndrome respiratória aguda grave (SRAG) apresentam tendência de queda
em 12 unidades federativas, enquanto apenas o Acre tem probabilidade de alta nas
projeções divulgadas hoje (28) pelo Boletim InfoGripe, da Fundação Oswaldo Cruz
(Fiocruz).

Os quadros graves de síndrome respiratória têm sido acompanhados por pesquisadores
como um parâmetro para indicar a evolução da pandemia de covid-19, já que 96% dos
casos positivos para vírus respiratórios foram causados pelo SARS-CoV-2.

Alagoas, Roraima, Piauí, Tocantins e Sergipe são os estados com a mais forte
probabilidade de queda nos casos. Bahia, Rio Grande do Norte, Maranhão, Paraíba, Mato
Grosso, São Paulo e Rio Grande do Sul também tendem a apresentar queda, porém com
menor probabilidade.

O boletim divulgado hoje mostra que a maior parte do Brasil apresenta tendência de
estabilidade para os casos de SRAG. Já entre as capitais, o maior grupo, com 14 regiões
metropolitanas, é o que apresenta tendência de queda.

Apesar do cenário, o boletim aponta tendência de alta nos casos de SRAG para
Florianópolis, Fortaleza, Goiânia, Porto Alegre, Porto Velho, Rio Branco e Rio de Janeiro.

Os pesquisadores alertam que, mesmo entre as cidades com tendência de queda ou
estabilidade, o patamar de casos e óbitos se mantém elevado. Todas as capitais estão
em regiões onde a transmissão comunitária do SARS-CoV-2 é considerada alta, muito
alta ou extremamente alta.

A transmissão comunitária do vírus significa seu contágio entre membros de uma
mesma população, sem depender de viagens ou da chegada de pessoas contaminadas
vindas de outros locais.

O nível de transmissão comunitária é considerado extremamente elevado em Belo
Horizonte, Brasília, Campo Grande, Curitiba, Goiânia, Macapá, Porto Alegre e São Paulo.

O coordenador do InfoGripe Marcelo Gomes avalia que esse cenário manterá o número
de hospitalizações e óbitos em patamares altos, com tendência de agravamento nas
próximas semanas, caso não haja nova mobilização por parte das autoridades e
população locais.

Fonte: Agência Brasil ...

Bolsonaro aprova programa de combate à violência contra a mulher


O presidente Jair Bolsonaro sancionou hoje (28) o projeto de lei que cria o programa de
cooperação Sinal Vermelho para combater a violência doméstica contra as mulheres.
Com a medida, o governo, o Ministério Público e a Defensoria Pública poderão firmar
parcerias com estabelecimentos privados para ajudar a encaminhar denúncias contra os
agressores.

A sanção, realizada durante cerimônia no Palácio do Planalto, oficializa para todo o país a
medida, que foi implantada inicialmente pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e pela
Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) para incentivar as vítimas de violência
doméstica a denunciarem agressões nas farmácias.

Nesses casos, os estabelecimentos são treinados para ajudar vítimas de violência. Basta
mostrar um X vermelho na palma da mão, pintado com batom ou tinta de caneta, para
que o atendente, ou o farmacêutico, entenda tratar-se de uma denúncia e em seguida
acionar a polícia.
Durante o evento, a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares
Alves, afirmou que o presidente Bolsonaro tem compromisso com o combate à violência
contra a mulher.

“É uma lei que já pegou. O Brasil inteiro está fazendo um X na mão. É uma lei que está
sendo sancionada, mas que já pegou no Brasil. Eu tenho recebido embaixadores, eu
tenho recebido contatos de outros países para entender o que é o X na mão. A gente
está fazendo história”, afirmou.

Para a ministra-chefe da Secretaria de Governo, Flávia Arruda, a sanção do projeto
mostra que a sociedade não tolera a violência contra a mulher e que esforços não serão
poupados para ampliar a rede de conscientização.

“A violência contra a mulher é um problema de toda a sociedade, e é com coragem e
seriedade que a gente tem que tratar a importância dessa pauta”, disse Flávia.

O projeto também altera a Lei Maria da Penha para criar a pena contra a violência
psicológica, caracterizada por ameaças, constrangimento, humilhação, ridicularização,
chantagem e limitação do direito de ir e vir da mulher. A pena vai variar entre seis
meses e dois anos de prisão.

A partir de agora, juízes poderão afastar imediatamente o agressor da convivência com
a vítima diante de risco à integridade psicológica da mulher. Atualmente, a restrição
ocorre somente diante de risco à integridade física da vítima e dos dependentes.

Fonte: Agência Brasil ...

Cidades do Rio Grande do Sul registram neve nesta quarta-feira


A cidade de Gramado, no Rio Grande Sul, registrou neve e chuva congelada na tarde
desta quarta-feira (28). Segundo informações da prefeitura, a primeira neve do ano na
cidade foi registrada no dia 29 de junho. Até a manhã do dia 29/07, persiste a previsão
de queda de neve nas Serras Gaúcha e Catarinense.

De acordo com meteorologistas, chuva congelada e neve são fenômenos diferentes. No
caso da neve, trata-se de uma precipitação de cristais de gelo translúcidos e brancos,
formados pelo congelamento do vapor d'água suspenso na atmosfera, em geral em
formato hexagonal. Já a chuva congelada normalmente antecede a precipitação de neve
e se assemelha a um granizo pequeno, que cai e salta, podendo fazer barulho.

Em um vídeo disponibilizado no site do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a
meteorologista Morgana Almeida informa que, eventualmente, em áreas de maior
altitude, entre os dias 29 e 31, as temperaturas mínimas ficarão entre -6ºC e -8ºC.
“Teremos, pelo menos durante três dias consecutivos, temperaturas máximas inferiores
a 10ºC na Região Sul”, disse.

O Inmet acrescenta que a presença de um ciclone extratropical no Oceano Atlântico
intensificará os ventos no litoral da Região Sul e também favorecerá a incursão de
umidade nas serras gaúcha e catarinense.

“A combinação de umidade com o ar frio poderá favorecer a ocorrência de chuva
congelada e/ou queda de neve nas áreas de maior altitude”, acrescenta a
meteorologista.

Segundo o Inmet, na manhã de hoje, as estações do instituto já registraram
temperaturas baixas (inferiores a 5°C) em praticamente toda a região Sul e no sul do
Mato Grosso do Sul, com destaque para 7,8ºC em Bom Jardim da Serra (SC), -5,2°C em
São Joaquim (SC), 5,1ºC em General Carneiro (PR), -3,7ºC em São José dos Ausentes
(RS), -2,9°C em Campos Novos e Curitibanos, ambas em Santa Catarina.

Conforme o Inmet, a frente fria deve avançar ainda hoje sobre o Sudeste e os estados
do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, no Centro-Oeste, e até o final do dia deverá
atingir o sul da Região Amazônica (Rondônia e Acre).

“No período de 29/07 a 01/08, continua mantida a previsão de que o ar frio predominará
por todo o Centro-Sul do país e sudoeste da Amazônia Legal. No dia 30/07, o ar frio
avançará também para o sul da Bahia e as demais áreas do interior da Região Nordeste
(declínios de temperaturas entre 6ºC e 4°C, especialmente nas áreas de maior
altitude)”, diz nota do instituto.

Fonte: Agência Brasil ...

Saúde vai fazer estudo para avaliar eficácia da 3ª dose da CoronaVac


O Ministério da Saúde anunciou hoje (28) que iniciará estudo para avaliar a eficácia da
aplicação da terceira dose da vacina contra a covid-19 CoronaVac, produzida pela
farmacêutica chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, vinculado ao
governo de São Paulo.

A pesquisa será realizada em parceria com a Universidade de Oxford, do Reino Unido.
Nela, será analisada a possibilidade de aplicação de outras vacinas como 3ª dose para
quem tomou as duas primeiras da CoronaVac.

A principal pesquisadora, Sue Anne Clemens, da instituição britânica, afirma que serão
analisados casos de uso da terceira dose com diferentes imunizantes, de outras
farmacêuticas.

“Vamos vacinar pessoas que já tenham tomado duas doses da CoronaVac, seis meses
depois da segunda dose. Temos quatro grupos [de estudo]: um com reforço da
CoronaVac, outros com Janssen, Pfizer e AstraZeneca”, diz.

Segundo a pesquisadora da Universidade de Oxford, o estudo serviria para subsidiar
uma nova estratégia de vacinação. Contudo, a pesquisadora e o Ministério não
explicaram que nova estratégia seria esta e por que a necessidade de intercambialidade
para quem tomou duas doses da CoronaVac.

Segundo o Ministério da Saúde, 12 mil voluntários participarão da pesquisa.

Fone: Agência Brasil

...

Saúde distribui mais 10 milhões de vacinas para todo o país


O Ministério da Saúde informou há pouco que vai distribuir mais 10,2 milhões de vacinas
contra a covid-19 aos estados. As remessas começarão a chegar a partir de hoje (26). A
entrega de todos os lotes deve ser finalizada na quarta-feira (28).

De acordo com a pasta, serão distribuídas 4,8 milhões de doses da AstraZeneca, 3,3
milhões da Coronavac e 2,1 milhões da Pfizer.

Desde o início da vacinação, foram distribuídas 174 milhões de doses para todo o país, por
meio do Programa Nacional de Imunização. Mais de 131 milhões de doses foram aplicadas
sendo 94.5 milhões da primeira dose e 37 milhões da segunda ou dose única.

Fonte: Agência Brasil ...

Inscrições para o Fies do segundo semestre têm início amanhã


Começam nesta terça-feira (27) as inscrições para o Fundo de Financiamento Estudantil
(Fies) do segundo semestre de 2021. Os candidatos interessados poderão efetuar a
inscrição no portal do Fies entre até o dia 30 de julho.

Os estudantes que realizaram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir da edição
de 2010 poderão pleitear uma bolsa no programa de financiamento deste ano. Além disso,
os estudantes deverão ter média mínima de 450 pontos e nota superior a zero na redação.

O Fies é um programa do Ministério da Educação (MEC) que tem por objetivo conceder
financiamento a estudantes em cursos superiores particulares, com avaliação positiva nos
processos conduzidos pelo MEC e ofertados por instituições de educação superior privadas
aderentes ao programa.

O novo Fies é um modelo de financiamento estudantil que divide o programa em diferentes
modalidades, possibilitando juros zero a quem mais precisa e uma escala de financiamentos
que varia conforme a renda familiar do candidato.

Fonte: Agência Brasil ...

Caixa paga hoje auxílio emergencial a nascidos em agosto


Trabalhadores informais nascidos em agosto recebem hoje (25) a quarta parcela da nova
rodada do auxílio emergencial. O benefício terá parcelas de R$ 150 a R$ 375,
dependendo da família.

O pagamento também será feito a inscritos no Cadastro Único de Programas Sociais do
Governo Federal (CadÚnico) nascidos no mesmo mês. O dinheiro será depositado nas
contas poupança digitais e poderá ser movimentado pelo aplicativo Caixa Tem. Somente
de duas a três semanas após o depósito, o dinheiro poderá ser sacado em espécie ou
transferido para uma conta-corrente.

No último dia 15, a Caixa anunciou a antecipação do pagamento da quarta parcela. O
calendário de depósitos, que começaria na última sexta-feira (23) e terminaria em 22 de
agosto, teve o início antecipado para o último dia 17 e será concluído em 30 de julho.

Ao todo 45,6 milhões de brasileiros serão beneficiados pela nova rodada do auxílio
emergencial. O auxílio será pago apenas a quem recebia o benefício em dezembro de
2020. Também é necessário cumprir outros requisitos para ter direito à nova rodada.

Bolsa Família

Para os beneficiários do Bolsa Família, o pagamento ocorre de forma distinta. Os
inscritos podem sacar diretamente o dinheiro nos dez últimos dias úteis de cada mês,
com base no dígito final do NIS.

O pagamento da terceira parcela aos inscritos no Bolsa Família começou no último dia 19
e segue até o dia 30. O auxílio emergencial somente será depositado quando o valor for
superior ao benefício do programa social.

Em todos os casos, o auxílio será pago apenas a quem recebia o benefício em dezembro
de 2020. Também é necessário cumprir outros requisitos para ter direito à nova rodada.

O programa se encerraria neste mês, mas foi prorrogado até outubro, com os mesmos
valores para as parcelas.

A Agência Brasil elaborou um guia de perguntas e respostas sobre o auxílio emergencial.
Entre as dúvidas que o beneficiário pode tirar estão os critérios para receber o benefício,
a regularização do CPF e os critérios de desempate dentro da mesma

Fonte: Agência Brasil ...

𝗣𝗿𝗲𝗳𝗲𝗶𝘁𝘂𝗿𝗮 de Eldorado do Sul 𝗿𝗲𝗰𝗲


O Prefeito Ernani Gonçalves recebeu na manhã desta quinta feira (22) em seu Gabinete o
Vereador e Presidente da Câmara, Fabiano Pires, para oficializar a devolução de R$50.000
referente a economias do duodécimo da Casa Legislativa de Eldorado do Sul. Na reunião,
também esteve presente o Secretário Municipal de Meio Ambiente, Gilberto Agostinho (Beto
da SMAM). A quantia será destinada a castração de animais domésticos de rua ou de
famílias de baixa renda, além da aquisição de medicamentos e tratamentos de animais
doentes ou atropelados.

A Câmara de Vereadores está fazendo o trabalho de economizar o dinheiro do contribuinte e
devolvendo ao Executivo para que seja empregado nas demandas da cidade. Esta quantia
de R$50.000,00 será destinada ao Meio Ambiente pois os animais da cidade também
merecem tratamento digno, além de que a castração é uma forma de prevenir a reprodução
de animais de rua. — relatou o Vereador Fabiano Pires.

Fotos: Danielli Fuchs - ASCOM ...

Enem 2021 está marcado para 21 e 28 de novembro


O ministro da Educação, Milton Ribeiro, anunciou as datas das provas do Exame Nacional do
Ensino Médio (Enem) de 2021. Pelo Twitter, ele informou que as provas serão aplicadas nos
dias 21 e 28 de novembro, para as versões impressa e digital.

"Conforme eu já havia anunciado dias atrás, o Enem 2021 acontecerá e será aplicado neste
ano. As provas serão aplicadas nos dias 21 e 28 de novembro, para as versões impressa e
digital. É isso mesmo! A mesma prova, nas mesmas datas, para as duas modalidades",
postou o ministro na rede social.

Realizado anualmente, o Enem é o maior exame para ingresso no ensino superior do país,
contando com milhões de inscrições em todo o território nacional. As notas do Enem podem
ser usadas para participar de programas como o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), o
Programa Universidade para Todos (ProUni) e o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

...

Governo Bolsonaro distribui vacinas contra a Covid-19 para ampliar faixa etária e imunizar adolescentes com comorbidades no RS


Os municípios poderão começar a vacinar adolescentes de 12 a 17 anos com
comorbidades, de acordo com definição e organizações locais, a partir dos próximos
dias, quando forem distribuídas vacinas contra a Covid-19 da fabricante Pfizer. O Estado
está recebendo, entre segunda (19/7) e esta terça-feira (20/7), o total de 429.820
doses, assim distribuídas: 283.100 da Astrazeneca; 65.520 da Pfizer; 81.200,
Coronavac.

A destinação dos imunizantes foi definida em reunião da Comissão Intergestores
Bipartite (CIB), nesta terça (20). As doses serão utilizadas para avançar na vacinação
por faixa etária e começar a vacinação dos adolescentes com comorbidades
(exclusivamente com a vacina da Pfizer). Parte do lote de cada uma das fabricantes
ficará reservada, até o momento mais oportuno, na Central Estadual de Armazenamento
e Distribuição de Imunobiológicos (Ceadi), em Porto Alegre, destinadas para a segunda
aplicação.

“Temos muitos adolescentes que precisam ser protegidos. Quem tem comorbidade tem o
direito de receber a vacina”, disse a secretária da Saúde, Arita Bergmann. A diretora do
Centro Estadual de Vigilância em Saúde (Cevs), Cynthia Molina Bastos, explicou que
“das pessoas que morreram por complicações da Covid-19 nesta faixa etária, 100%
tinham alguma comorbidade, como obesidade, diabetes tipo 1, câncer ou doenças
autoimunes, por exemplo”. Existe liberação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária
(Anvisa) para vacinar este grupo com a vacina da Pfizer.

Fronteira

As doses das vacinas Astrazeneca e Coronavac que serão distribuídas nos próximos dias
não contemplarão, nesta remessa, os 29 municípios de fronteira que tiveram doses
antecipadas na última distribuição, na quinta-feira (15/7).

A estratégia do Ministério da Saúde teve o propósito de acelerar a campanha de
vacinação nestes municípios e evitar o ingresso de novas variantes da Covid-19 pela
fronteira do Uruguai ou da Argentina. As Pfizer destinadas ao público adolescente com
comorbidade serão distribuídas de maneira proporcional aos 497 municípios. ...

Agência Brasil explica as vacinas contra covid-19 usadas no Brasil


Seis meses depois da primeira dose de vacina contra covid-19 aplicada no país, em 17
de janeiro, os benefícios da vacinação no combate à pandemia são claros em hospitais
do Sistema Único de Saúde (SUS), e, pela primeira vez desde dezembro de 2020,
nenhum estado brasileiro está com mais de 90% dos leitos de unidade de terapia
intensiva ocupados. A proteção conferida pelas vacinas já tinha sido observada quando o
percentual de idosos em relação ao total de internados caiu após a vacinação dessa faixa
etária, e o cenário atual confirma novamente que as vacinas produzem níveis elevados
de proteção contra casos graves da doença, que já matou mais de 500 mil pessoas no
país.

Os mais de 82 milhões de brasileiros que receberam ao menos uma dose tiveram seus
sistemas imunológicos estimulados por três diferentes tecnologias - duas delas inéditas
em campanhas de vacinação no país e no mundo até a pandemia. A Agência Brasil
explica as diferenças entre CoronaVac, AstraZeneca, Pfizer e Janssen, e por que todas
são consideradas seguras e eficazes para se proteger da covid-19.

Todas protegem contra casos graves
Apesar dos mal compreendidos percentuais de eficácia de cada uma dessas vacinas, a
diretora da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm), Mônica Levi, explica que as
quatro foram submetidas a rigorosos protocolos de testagem, com resultados checados
por agências reguladoras de credibilidade reconhecida, como a Agência Nacional de
Vigilância Sanitária (Anvisa). O processo de desenvolvimento de uma vacina inclui testes
em laboratório e três etapas de testes em humanos, envolvendo milhares de voluntários,
e os resultados são analisados pela comunidade científica e por órgãos reguladores de
diferentes países.

Diante disso, a médica ressalta que recusar uma vacina específica ou atrasar a aplicação
para esperar outra vacina são decisões que não fazem sentido e ameaçam a saúde
individual e coletiva.

“Qualquer um de nós pode ter uma forma grave e pode ir a óbito. Não dá para negar
uma vacina que vai te proteger principalmente desses desfechos. Todas as vacinas
utilizadas no país estão mostrando efetividade para formas graves e para mortes, o que,
nesse momento, é o que a gente mais se preocupa. Esse é o objetivo principal, e todas
estão cumprindo o seu papel”, afirma a diretora da SBIm. “A escolha de recusar e
adoecer não é só sua. Você vai fazer outros adoecerem também.”

Vacina eficaz
Mônica Levi desmistifica a taxa de eficácia da CoronaVac, cuja interpretação errada tem
levado pessoas a preferirem outras vacinas e até a recusarem a vacinação. Segundo
estudos de fase 3 realizados pelo Butantan, a vacina tem eficácia de 50,38% contra
infecções do SARS-CoV-2. O percentual pode parecer baixo frente a imunizantes que
tiveram mais de 90% de eficácia na fase três, mas os mesmos estudos conduzidos pelo
instituto paulista também mostraram que a vacina protegeu 100% dos voluntários
contra casos graves e teve uma eficácia de 78% contra casos leves de covid-19. A
proteção da vacina "no mundo real", chamada de efetividade, foi confirmada pelo estudo
realizado em Serrana, em que a aplicação em massa da CoronaVac fez os casos
sintomáticos de covid-19 caírem 80%, as internações, 86%, e as mortes, 95%.

A diretora da SBIm explica que o percentual que resulta dos estudos clínicos de fase 3
não pode ser usado para classificar as vacinas, porque o número também sofre impacto
do desenho desses estudos, como os critérios para a testagem dos voluntários e o perfil
da população analisada. Como os testes clínicos da vacina no Brasil tiveram como
principal público os profissionais de saúde da linha de frente na pandemia, ela explica
que é natural que o percentual de eficácia calculado tenha sido menor que o de outros
imunizantes, já que seus voluntários estavam mais expostos.

“Se você pega um grupo de 100 pessoas que todos os dias estão em contato com a
covid-19, e um grupo de 100 pessoas que estão mantendo distanciamento em casa,
obviamente o grupo que está mais exposto vai ter índices maiores de infecção,
independentemente de que vacina for”, afirma a pesquisadora, que exemplifica que
testes em diferentes países chegaram a percentuais diferentes para as mesma vacinas
porque, além disso, há diferenças de contexto epidemiológico, faixas etárias pesquisadas
e comportamento da população estudada.

Fonte: Agência Brasil ...

Calendário do Ciclo 4 do auxílio emergencial é publicado


O Ministério da Cidadania publicou no Diário Oficial da União, desta quinta-feira (15), a
Portaria nº 645, de 14 de julho de 2021, que trata do calendário de pagamentos e saques
do Ciclo 4 do auxílio emergencial 2021, instituído pela Medida Provisória nº 1.039, de 18 de
março de 2021.

De acordo com o calendário, o crédito em poupança social digital para os cadastrados
nascidos em janeiro será feito no dia 17 de julho, com o saque em dinheiro marcado para 2
de agosto. Os nascidos em fevereiro, o calendário prevê crédito para 18 de julho e o saque
no dia 3 de agosto. ...

CPFL Energia vence o leilão de privatização da CEEE-T


CPFL Energia venceu, na manhã desta sexta-feira (16/7), o leilão de privatização do
controle da Companhia Estadual Transmissão de Energia Elétrica (CEEE-T). O certame foi
na sede da B3, em São Paulo, e transmitido pelas redes sociais do governo do Estado e
pela TV B3.

A CPFL Energia apresentou proposta de R$ 2,67 bilhões, com ágio de 57,13%. O valor
inicial estabelecido era de R$ 1,7 bilhão. Seis empresas apresentaram propostas, das
quais três foram qualificadas: CPFL Energia, Companhia Técnica de Comercialização de
Energia e MEZ Energia. Em uma disputa acirrada, a CPFL superou a última proposta da
Companhia Técnica de Comercialização de Energia, de R$ 2,66 bilhões, que tinha ágio
de 56,54%.

A CEEE-T tem como controladora a Companhia Estadual de Energia Elétrica Participações
(CEEE-PAR). No segmento de transmissão, tem 56 subestações, que somam potência
instalada própria de 10,5 mil MVA, e opera outras 18 unidades. A empresa também é
responsável pela operação e manutenção de 6 mil quilômetros de linhas de transmissão
e mais de 15,7 mil estruturas.

O presidente da CPFL Energia, Gustavo Estrella, se mostrou entusiasmado com a
aquisição. “A CPFL já tem uma longa história de parceria com o RS. Aumentamos ainda
mais nossa parceria, e nosso compromisso com o Estado. Nosso plano para a companhia
não tem mágica: é competência e muito investimento. Contamos muito com a parceria
do Estado, no qual a CPFL já está presente. Podem esperar muito esforço, dedicação e
paixão no que fazemos”, destacou.

A alienação foi realizada por meio de lote único de 6.381.908 ações nominativas, sem
valor nominal, de emissão da CEEE-T, de propriedade da CEEE-Par, representativas de
66% do capital social total da CEEE-T. O restante pertence à Eletrobras.

O segmento de transmissão de energia é o segundo braço do Grupo CEEE a ser
privatizado, após a conclusão da venda da CEEE Distribuidora (CEEE-D), no fim de
março. O edital do segmento de geração de energia, a CEEE-G, deve ser lançado nos
próximos meses.
“O povo gaúcho, com certeza, cada vez confia mais no seu Estado. Cada vez confia mais
no seu governo, porque tem recebido aquilo que deve ser entregue à população:
trabalho e esperança de que mais se tenha condições de viver, e viver bem, no nosso
Estado, com muita energia. Ainda temos muito para alcançar, mas estamos no rumo
certo, e continuaremos trabalhando, não apenas com as privatizações, mas com tudo
aquilo que ainda precisa ser feito”, disse o secretário do Meio Ambiente e Infraestrutura,
Luiz Henrique Viana.

Em audiência pública no começo de abril, o diretor-presidente do Grupo CEEE detalhou
que, para que a companhia não se torne inviável, seria preciso investir. Esse é um dos
principais motivos pelos quais se faz necessária a desestatização da empresa.
...

Tudo Fácil retoma atendimento presencial com hora marcada em duas agências da capital


A partir da próxima segunda-feira (19 de julho), as agências do Tudo Fácil da zona sul
(avenida Wenceslau Escobar, 2.666) e zona norte (rua Domingos Rubbo, 51) de Porto
Alegre serão reabertas ao público. A retomada dos atendimentos presenciais nas duas
unidades ocorre um ano e quatro meses após o fechamento das lojas em função das
restrições provocadas pelo coronavírus. O funcionamento ocorrerá de segunda a sexta-
feira, das 8h às 14h.

Em sequência aos cuidados necessários para prevenção e enfrentamento à pandemia, os
atendimentos serão realizados mediante agendamento eletrônico pela população no
portal rs.gov.br.

Nesta reabertura, serão ofertados presencialmente os serviços do Instituto-Geral de
Perícias (IGP), da Fundação Gaúcha do Trabalho e Ação Social (FGTAS) e do
Departamento Estadual de Trânsito (DetranRS). Os demais serviços disponíveis nas
unidades do Tudo Fácil permanecerão sendo realizados por meio de atendimento
remoto, no portal rs.gov.br.

Coordenado pela Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão (SPGG), o processo
de reabertura das duas unidades do Tudo Fácil visa oferecer um serviço com qualidade,
segurança e que atenda aos protocolos de higienização e limpeza, destaca o titular da
pasta, Claudio Gastal. As unidades contarão com uma equipe de dois gerentes e seis
estagiários, além dos profissionais de segurança e limpeza.

"Enquanto a pandemia perdurar, nossa prioridade continuará sendo o atendimento
remoto, mas, com a reabertura das duas agências, vamos aprimorar o atendimento às
necessidades dos cidadãos, oferecendo um serviço com qualidade, eficiência e segurança
sanitária", completa Gastal.

A terceira unidade do Tudo Fácil em Porto Alegre, no Centro da cidade, permanecerá
fechada para atendimentos presenciais.

DetranRS no TudoFácil

Embora vários serviços do DetranRS possam ser realizados pela internet, muitas
pessoas ainda preferem entregar documentos e tirar dúvidas pessoalmente, por
intermédio de um atendente. Apresentação de condutor; defesa e recurso de multas e
também de processos de suspensão e cassação da habilitação; solicitação de cópias de
autos de infração e de processos administrativos; restituição de taxas de habilitação, de
veículos e de multas de trânsito; informações gerais referentes a veículos e infrações
(somente para o proprietário); e informações gerais sobre a habilitação (somente para o
próprio condutor) costumam ser os mais buscados.

Por isso, na retomada dos locais de atendimento presencial, em Porto Alegre, a
prioridade será o cidadão, pessoa física. O atendimento a advogados, despachantes e
representantes será separado, restrito à coleta de volumes para posterior protocolo,
minimizando filas e proporcionando uma maior capacidade de atendimento.

IGP

O agendamento para confecção de carteiras de identidade também pode ser feito no site
do IGP (www.igp.rs.gov.br). A orientação é de que o atendimento seja procurado apenas
em casos urgentes. São considerados urgentes a retirada de medicamentos controlados,
viagens de urgência e atendimentos bancários (saque de benefícios e financiamento
imobiliário), admissão em emprego e quando todos os documentos foram furtados ou
roubados.

Quem encaminhou o documento de identidade nas agências do Tudo Fácil que serão
reabertas poderá retirá-lo no mesmo local após a reabertura. Os documentos que foram
encaminhados no Tudo Fácil Centro permanecem sendo retirados no Departamento de
Identificação do IGP (avenida Azenha, 255). ...

Diretora da Precisa diz não haver ilegalidade em negociação da Covaxin


Em depoimento à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia do Senado, a
diretora técnica da empresa Precisa Medicamentos, Emanuela Medrades, disse nesta
quarta-feira (14) que a empresa não ofereceu US$ 10 pela dose da vacina Covaxin,
produzida pelo laboratório indiano Bharat Biotech e negociada com o Ministério da
Saúde. O valor consta de documento encaminhado pelo ministério ao colegiado, com
memorial de uma reunião realizada no dia 20 de novembro do ano passado.

O documento, com o memorial da reunião, foi lido pelo vice-presidente do colegiado,
Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e diz que o medicamento foi oferecido por US$ 10 a dose
e que, em razão do montante elevado de doses, esse valor poderia ser reduzido. O
imunizante foi a vacina mais cara negociada pelo governo até agora, pelo preço de US$
15 por dose. Em junho, o Ministério da Saúde suspendeu o contrato de compra da
Covaxin, após recomendação da Controladoria-Geral da União (CGU).

"Existia a expectativa de que o valor da vacina chegasse a US$ 10. Não sei porque
colocaram que custava US$ 10, porque não foi ofertado este valor. Nem a Precisa nem a
Bharat", disse Emanuela.

De acordo com a diretora, o primeiro valor oferecido por dose da vacina ao governo
brasileiro, no valor de US$ 15, foi apresentado em 12 de janeiro 2021. A diretora da
Precisa disse ainda que o preço da Covaxin atendeu à precificação da Bharat Biotech. Ela
acrescentou que a Precisa não tem governabilidade sobre os preços, mas que mesmo
assim trabalhou para reduzir o valor.

“A política de precificação é da Barath Biotech, a Precisa não atua na precificação. O que
nós tentamos foi o tempo todo tentar reduzir esse custo. Tenho registros por e-mail, nós
temos reunião”, disse.

Questionada pelo relator da CPI, Renan Calheiros (MDB-AL), sobre por que as
negociações para a compra da vacina tiveram o andamento mais rápido que as de outros
imunizantes, ela disse que a Precisa aceitou todas as condições impostas pelo Ministério
da Saúde.

“Foi mais rápido porque aceitamos todas as condições impostas pelo Ministério da
Saúde. Não pedimos nenhuma alteração de cláusula, prazo”, disse.

Invoice
Emanuela também disse que a primeira versão da invoice (nota fiscal internacional) da
Covaxin foi enviada ao Ministério da Saúde no dia 22 de março e não no dia 18 de
março, conforme afirmou o consultor técnico do Ministério da Saúde William Santana,
em depoimento ao colegiado. Diante da contradição, os senadores discutiram a
possibilidade de acareação entre a diretora e Willian.

“Provei e provo mais uma vez que essa invoice só foi enviada no dia 22 [de março].
Desafio William Amorim e Luis Ricardo Miranda a provarem que receberam dia 18,
porque eles não vão conseguir. Estou disposta inclusive a fazer uma acareação”, afirmou.

Na sexta-feira (9), o consultor da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) William
Santana, que atua junto ao Ministério da Saúde como técnico da Divisão de Importação
do Departamento de Logística, disse à CPI que as informações enviadas pela Precisa
Medicamentos, ao ministério, para compra da vacina Covaxin continham diversos erros e
inconsistências.

Segundo William, três invoices, todas com informações divergentes com o contrato
assinado no Ministério da Saúde, foram enviadas à pasta pela Precisa Medicamentos
entre os dias 16 e 24 de março de 2021. O consultor também afirmou que não
participou “de negociação ou celebração do contrato”, nem de reuniões para a aquisição
da vacina indiana Covaxin, mas relatou que seu chefe na Divisão de Importações do
Ministério da Saúde, Luís Ricardo Miranda, foi pressionado a liberar a importação do
imunizante.

O depoimento de Emanuela ocorre hoje após a diretora técnica da Precisa ter ficado em
silêncio nesta terça-feira (13). Com isso, a reunião chegou a ser suspensa pelo
presidente da CPI, Omar Aziz (PSD-AM). Os trabalhos foram retomados no final da tarde
de ontem, mas Aziz atendeu ao pedido para adiar o depoimento feito pela diretora da
Precisa, que alegou estar “exausta”.

Ao iniciar o depoimento nesta quarta-feira, Emanuela afirmou não haver ilegalidades na
sua atuação no caso da Covaxin. "Não existem ilegalidades, não existem
irregularidades", enfatizou a diretora. "Faço questão de falar tudo", acrescentou.

De acordo com Emanuela, os primeiros contatos da Precisa com a Bharat começaram em
julho de 2020 e foram aumentando conforme a evolução do estudo clínico da vacina. Em
outubro foi firmado um termo garantindo a representação da vacina para a Precisa.

"[Os contatos] começaram em junho. Conforme a vacina foi evoluindo, o estudo clínico
foi evoluindo, nós fomos avançando junto à Bharat. Foi firmada a representação da
Precisa em outubro do ano passado", relatou a diretora.

Fonte; Agência Brasil ...

Ministério eleva previsão de crescimento econômico para 5,3% em 2021


A Secretaria de Política Econômica (SPE) do Ministério da Economia aumentou a
projeção para o crescimento da economia este ano e também para a inflação. As
estimativas estão no Boletim Macrofiscal divulgado hoje (14).

A projeção para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB, a soma de todos os bens e
serviços produzidos no país) passou de 3,5% para 5,3% em 2021, em relação ao último
boletim, divulgado em maio.

O aumento se deve à incorporação do resultado positivo do primeiro trimestre do ano,
que “foi melhor que o esperado”, com alta de 1,2% na comparação com o trimestre
imediatamente anterior, com ajuste sazonal, e superou as estimativas de mercado. “Esse
avanço se soma à retomada do crescimento observada nos dois trimestres anteriores,
mesmo com o recrudescimento da pandemia de covid-19 no início deste ano”, diz o
boletim.

De acordo com o documento, os indicadores de confiança refletem melhoras nas
expectativas dos empresários, com crescimento em todos as áreas, em especial no setor
de serviços, e boas perspectivas para o segundo semestre, dado o avanço da vacinação
da população e redução do distanciamento social. “Conforme o avanço da vacinação em
massa, projeta-se crescimento do setor de serviços no segundo trimestre de 2021, que
é de importância crucial para a retomada da atividade, do emprego e da renda da
população brasileira”, diz o documento.

A retomada do investimento em 2021 também é destaque, com alta de 43,6% na
produção de bens de capital no acumulado do ano até maio deste ano, frente ao mesmo
período do ano anterior. Segundo o boletim, essa recuperação contribuirá para a
ampliação da capacidade produtiva neste e nos próximos anos.

Para o secretário de Política Econômica, Adolfo Sachsida, o caminho para o maior
crescimento econômico passa ainda pela continuidade da agenda de reformas
estruturais, políticas de consolidação fiscal, privatização e concessões e reformas pró-
mercado, além da manutenção do ritmo de vacinação. “Não há dúvidas, hoje a
vacinação em massa é a melhor política econômica possível”, disse, em coletiva virtual
para apresentar os dados do boletim.

Perspectivas
Para os próximos anos, de 2022 a 2025, a estimativa de crescimento do PIB da SPE se
manteve em torno de 2,5%.

Entretanto, há incertezas e, para a Economia, ainda é necessário prudência, devido aos
efeitos da pandemia e da intensificação do risco hidrológico. “As projeções da atividade
para este e para os próximos anos tornam-se particularmente sensíveis à divulgação dos
dados e ao desenrolar dos efeitos da covid-19 e do processo de vacinação,
principalmente considerando os seus efeitos no PIB de longo prazo. O cenário do setor
energético também é outro componente de ampliação da imprevisibilidade”, diz o
boletim.

Para Sachsida, é importante também iniciar um debate na sociedade sobre os custos de
longo prazo da pandemia, como o capital humano, o endividamento das famílias,
empresas e governo, os choques na saúde pública e a pobreza.

“Um jovem de 16 anos, se era jovem pobre, ficou ano passado e esse ano sem estudar,
perdeu dois anos de educação pelo resto da vida. Esse é um tremendo choque na
formação de capital humano. E não há culpado, a pandemia gerou isso”, disse. “A
pobreza é um custo de longo prazo da pandemia, Infelizmente, aumentou a pobreza no
mundo inteiro e não foi diferente com o Brasil, por isso precisamos de um programa
mais robusto de combate a pobreza”, completou.

Inflação
A projeção de inflação da SPE pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo
(IPCA) para 2021 subiu de 5,05% para 5,9%. O valor encontra-se acima da meta de
inflação, definida pelo Conselho Monetário Nacional, de 3,75% para o ano, bem como
acima do limite superior do intervalo de tolerância, de 1,5 ponto percentual, ou seja,
5,25%. “No entanto, a expectativa de inflação de mercado no médio prazo encontra-se
ancorada e a projeção do IPCA, neste boletim, converge para o centro da meta a partir
de 2022 (3,5%)”, diz o documento.

A inflação de junho, último mês divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e
Estatística (IBGE), foi de 0,53%, 0,3 ponto percentual abaixo da taxa de maio (0,83%).
Em 12 meses, o índice acumula alta de 8,35%.

De acordo com a secretaria, o IPCA tem sido impactado mais fortemente pelas variações
ocorridas nos preços dos itens monitorados, ou seja, produtos como gasolina, gás de
botijão e medicamentos. No acumulado em 12 meses até junho, esse grupo registrou
aumento de 13%. “Esse aumento é decorrente de elevações significativas nos preços
dos combustíveis e energia elétrica, diante das alterações nas bandeiras tarifárias”, diz o
boletim.

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) deverá encerrar este ano com
variação de 6,2%. Com participação relevante dos produtos agropecuários, a projeção
para o Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI), que inclui também o
setor atacadista e o custo da construção civil, além do consumidor final, é de 17,4%.

“Importante destacar que hoje a inflação em 12 meses é de 8,35%. Ao fechar o ano em
5,9%, estamos mostrando é que a inflação segue trajetória de queda”, explicou o
secretário Sachsida.

“À medida que continuemos avançando na agenda econômica, vacinando em massa a
população, aprovando reformas pro mercado e melhorando a consolidação fiscal, essa
trajetória de queda persistirá”, disse.

Fonte: Agência Brasil ...

Vacinação reduz ocupação de UTIs nos estados para menos de 90%


O avanço da vacinação continua a reduzir a internação de pacientes com covid-19 em
unidades de terapia intensiva (UTIs) no país e, pela primeira vez desde dezembro de
2020, nenhuma unidade da federação está com mais de 90% desses leitos ocupados. O
dado consta do Boletim Observatório Covid-19, divulgado hoje (14) pela Fundação
Oswaldo Cruz (Fiocruz). Segundo os pesquisadores da Fiocruz, a vacinação tem feito
diferença e traz reflexos positivos ao quadro pandêmico à medida que é ampliada.

O boletim mostra que quatro unidades da federação permanecem na zona de alerta
crítico, com mais 80% dos leitos ocupados. A pior situação é a de Santa Catarina (82%),
seguida por Goiás (81%), Paraná (81%) e Distrito Federal (80%).

A maior parte do país encontra-se na zona de alerta intermediário, em que as taxas de
ocupação variam entre 60% e 80%, e sete estados estão na zona de alerta baixo, com
menos de 60%: Acre (24%), Amapá (47%), Espírito Santo (55%), Paraíba (39%), Rio
de Janeiro (57%), Rio Grande do Norte (55%) e Sergipe (50%).

Entre as capitais, Goiânia é a única com mais de 90% dos leitos ocupados (92%), e a
situação também é considerada crítica em Brasília (80%), Rio de Janeiro (81%) e São
Luís (81%). De acordo com a Fiocruz, 12 capitais estão fora da zona de alerta: Porto
Velho (57%), Rio Branco (24%), Belém (48%), Macapá (52%), Natal (53%), João
Pessoa (40%), Recife (50%), Maceió (55%), Aracaju (50%), Salvador (52%), Vitória
(54%) e Florianópolis (53%). As demais estão na zona de alerta intermediário.

Os pesquisadores avaliam que a imunização tem feito a diferença para a queda dos
percentuais, mas alertam que as vacinas têm capacidade limitada de bloquear a
transmissão do vírus, que continua a circular de forma intensa. "As vacinas são
especialmente efetivas na prevenção de casos graves", resume o estudo, que pede a
continuidade do distanciamento social, do uso de máscaras e dos cuidados com a
higiene, além de reforçar que todos devem buscar a vacinação conforme o calendário de
seus municípios.

"A preocupação com a possibilidade de surgimento de variantes com potencial de reduzir
a efetividade das vacinas disponíveis é pertinente e não pode ser perdida de vista." ...

Polícia Federal combate em 3 estados venda de maconha pela internet


A Polícia Federal cumpre 17 mandados de busca e apreensão em três estados em uma
operação realizada hoje (14) contra o tráfico de drogas na internet. A Justiça Federal
determinou ainda o bloqueio de cinco perfis no Instagram que eram usados para
comercializar maconha, informou a polícia.

As ações envolvem 70 policiais federais nas cidades de São José do Rio Preto (SP), Santa Fé
do Sul (SP), Rio Claro (SP), Praia Grande (SP), Campos do Jordão (SP), São Paulo (SP),
Contagem (MG) e Almirante Tamandaré (PR).

Segundo as investigações, os perfis na rede social eram usados para vender variantes de
maconha de alto valor agregado que custavam até R$ 150 a grama. As drogas eram
compradas, de acordo com a polícia, por um grupo de pessoas em São José do Rio Preto e
elas faziam a revenda pelos Correios. Nos endereços das buscas, a Polícia Federal
apreendeu drogas e dinheiro. ...

Coordenadorias regionais recebem cerca de 400 mil doses de vacinas da Covid-19 destinadas para a segunda aplicação


A Secretaria da Saúde distribuiu, na manhã desta quarta-feira (14/7), 406.250 doses da
vacina contra a Covid-19 das fabricantes Astrazeneca (308.590 unidades) e Coronavac
(97.660), todas exclusivamente para segunda aplicação (D2). O público-alvo, no caso da
Astrazeneca, é quem recebeu a primeira dose entre 10 e 12 semanas ou, para
Coronavac, quatro semanas. Do total, são 308.590 Astrazeneca e 97.660 Coronavac
para todo o Estado.

As Coordenadorias Regionais de Saúde (CRS) retiraram as doses referentes aos seus
municípios de abrangência por via terrestre. Duas regionais, a 4ª CRS (com sede em
Santa Maria) e a 14ª (sede em Santa Rosa) optaram por retirar suas cargas na quinta-
feira (15/7), juntamente com a distribuição de nova remessa da vacina contra a gripe.

As doses da Astrazeneca estão sendo distribuídas com o objetivo de antecipar em até
duas semanas o intervalo entre as aplicações. A decisão, que também inclui o intervalo
entre doses da vacina da Pfizer, foi tomada em reunião da Comissão Intergestores
Bipartite (CIB), com representação do Estado e de municípios, na segunda-feira (12/7).

O objetivo é garantir melhor resposta imune para a variante delta, uma vez que foram
detectados dois casos suspeitos no Estado. As amostras foram enviadas para a Fundação
Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Rio de Janeiro, e os resultados devem sair até a sexta-feira
(16/7). Apenas uma dose da vacina é pouco efetiva para essa variante.

A organização da aplicação das segundas doses, assim como das primeiras, é de
responsabilidade dos municípios, que podem escolher a melhor estratégia para atingir o
público-alvo em cada situação.

De acordo com a secretária da Saúde, Arita Bergmann, o adiantamento do intervalo
entre doses não prejudicará o calendário vacinal estabelecido pelo governo do Estado. A
previsão de vacinar 100% da população maior de 18 anos com pelo menos uma dose da
vacina contra a covid-19 é 20 de setembro. ...

Gabinete de Crise recebe proposta de liberação de eventos na capital


A reunião do Gabinete de Crise desta quarta-feira (14/7), coordenada pelo vice-governador
Ranolfo Vieira Júnior, contou com a participação do prefeito de Porto Alegre e presidente do
Consórcio de Municípios da Região Metropolitana (Granpal), Sebastião Melo, além do vice-
prefeito Ricardo Gomes e do secretário municipal de Saúde, Mauro Sparta. A equipe da
prefeitura apresentou uma proposta para a liberação gradual de eventos na região Covid de
Porto Alegre (R10).

O Gabinete de Crise ainda aguarda o envio de documento assinado por todos os municípios
da R10 (Alvorada, Cachoeirinha, Glorinha, Gravataí, Porto Alegre e Viamão) para dar
prosseguimento à análise da proposta, que será feita pelas equipes técnicas da Secretaria
da Saúde, do GT Saúde e do GT Protocolos. De acordo com o prefeito Melo, o documento
deve ser enviado ainda nesta quarta (14). ...

Secretaria da Saúde envia 33 mil medicamentos do kit intubação para UTIs de 46 hospitais


A Secretaria da Saúde (SES) enviou, na manhã desta quarta-feira (14/7), remessa de
33.475 unidades de medicamentos do kit intubação para 46 hospitais de 44 municípios.

O lote é formado por Etomidato, Lidocaína, Dexmedetomidina, Diazepan e Epinefrina.
São bloqueadores neuromusculares, relaxantes musculares e sedativos, utilizados para
intubação de pacientes em Unidades de Tratamento Intensivo (UTI) em casos graves de
Covid-19.

O transporte foi realizado com o apoio do Exército Brasileiro, por meio do 3º
Grupamento Logístico, com saída do 3º Batalhão de Suprimento, em Nova Santa Rita,
na Grande Porto Alegre.

Desde o ano passado, pelo aumento da demanda devido à pandemia, ocorreram
dificuldades de aquisição desses medicamentos (que eram de responsabilidade dos
hospitais) no país e no Estado. Em razão disso, o governo do Estado e o Ministério da
Saúde passaram a se articular para comprá-los excepcionalmente e distribuí-los às
instituições com estoques críticos e que prestam atendimento pelo Sistema Único de
Saúde (SUS).

Já foram entregues aos hospitais gaúchos cerca de 660 mil unidades de medicamentos,
comprados pelo Ministério da Saúde e pelo governo do Estado, desde o início da
pandemia ...




Edição n° 217 - Julho de 2021

Selecionar Edição
  • Edição n° 220
  • Edição n° 219
  • Edição n° 218





  • Av. Roque J. O. Giacomelli, nº 542, Pq. Eldorado - Eldorado do Sul - Fone (51) 3481 1821