Eldorado do Sul, Guaíba e Região Carbonífera, 29 de Março de 2020. Página Inicial | Contato
SEÇÕES
Artigo
Educação
Eldorado do Sul
Especial
Geral
Guaíba
Produtos e Serviços
Região Carbonífera
Saúde
Flagrante na Foto
Anunciantes
LINKS
Portal Eldorado
Lantec
Envie sua Mensagem

Você é o visitante n°
31078166


Edicão n° 201 de Março de 2020


ESPECIAL

Hospital Moinhos de Vento inicia pesquisa clínica que avaliará eficácia de tratamentos para COVID-19


O Hospital Moinhos de Vento se uniu ao Sírio-Libanês, Albert Einstein, HCor e Rede
Brasileira de Pesquisa em Terapia Intensiva (BRICNet) para coordenar estudos sobre o
tratamento de pacientes hospitalizados devido à COVID-19. O objetivo é avaliar a
eficácia, a segurança e o impacto na qualidade de vida de três possíveis tratamentos a
pessoas infectadas pelo novo Coronavírus.

Chamada de Coalização COVID Brasil, a aliança interinstitucional conta com o apoio do
Ministério da Saúde e da farmacêutica EMS. Ao todo, mais de 1.300 internados serão
acompanhados pelo projeto por um ano após a alta hospital. Até 60 hospitais do país
serão beneficiados com a medida.

De acordo com o superintendente de Educação, Pesquisa e Responsabilidade Social do
Hospital Moinhos de Vento, Luciano Hammes, a iniciativa é essencial para proporcionar o
melhor tratamento aos pacientes no Brasil. “É um vírus novo, e estamos conhecendo
seus efeitos em tempo real. Vamos testar esses medicamentos e as consequências da
doença e dessas terapias nas pessoas. Precisamos saber se funcionam, se são seguras e
se há riscos de sequelas e de impacto na vida delas no futuro”, destaca Hammes.
Segundo ele, os primeiros resultados devem estar disponíveis entre 60 e 90 dias.



Análise de três tipos de tratamento

Serão três pesquisas. O Coalizão I avaliará se o tratamento com hidroxicloroquina é
eficaz para melhorar o quadro respiratório de pacientes com menor gravidade internados
por infecção com o novo Coronavírus. Também, será observado se a adição de
azitromicina pode potencializar o efeito do remédio e se traz benefício adicional. Serão
acompanhadas 630 pessoas.

O Coalizão II envolverá casos mais graves, que necessitam de mais suporte
respiratório. As pessoas receberão hidroxicloroquina e o antibiótico azitromicina. O
objetivo será verificar possível efeito benéfico adicional, com potencial de melhorar os
problemas respiratórios causados pelo vírus. Em torno de 440 pacientes participarão
dessa etapa.

Por fim, o Coalizão III analisará a efetividade do anti-inflamatório dexametasona para
pessoas com insuficiência respiratória grave, que necessitam de suporte de ventilação
mecânica para respirar. Nessa pesquisa, serão incluídos 284 casos.



União nacional

Superintendente executivo do Hospital Moinhos de Vento, Mohamed Parrini ressalta a
importância da união de pesquisadores de todo o país para enfrentar a COVID-19. “É
uma frente de trabalho formada pelos melhores hospitais do Brasil, que são referência
em pesquisa científica e medicina de excelência”, destaca. “Esses estudos darão
segurança e tranquilidade para os profissionais tomarem decisões na hora de tratar os
pacientes”, conclui o Parrini. ...

Ideia voluntária quadruplica respiradores em Bento Gonçalves


Espírito público e criativo no meio da pandemia: é o caso dos conectores inventados em
Bento Gonçalves que multiplicam a capacidade dos respiradores, necessários no
atendimento aos infectados pelo Coronavírus. O município possuía capacidade para atender
45 pessoas e, a partir da criação do diretor industrial Marcio Chiaramonte, com apoio da
Prefeitura através dos profissionais Amauri de Vargas e Rafael Massutti, da UPA; e Carlos
Augusto Matoso, do Hospital Tacchini, será possível contemplar até 180 pacientes – sendo
quatro em cada respirador simultaneamente.

Reconhecido inventor da Serra, Chiaramonte se inspirou no exemplo da Itália e utilizou
conexões de cano em PVC e de cobre para ampliar o número de saídas nos equipamentos
respiratórios. A solicitação foi dos médicos da UPA. “Aqui, todo mundo tem doado o seu
melhor pela vida coletiva. Exemplos de solidariedade fazem a esperança ser maior do que o
medo”, disse o prefeito Guilherme Pasin (Progressistas).
...

Prefeitura interdita parques e praças à visita de idosos em Porto Alegre


A partir desta quinta-feira, 26, idosos não poderão mais circular em parques e praças de
Porto Alegre. A interdição dessas áreas urbanas para esse público foi divulgada em
edição extra do Diário Oficial do Município (Dopa) desta quarta-feira, 25. Quem
descumprir esta norma fica sujeito à multa, cujo valor máximo é de R$ 429,20, o
equivalente a 100 Unidades Fiscais de Referência (UFR).

O Decreto 20.529 também mantém a regra de isolamento domiciliar para pessoas com
60 anos ou mais, que vale até o dia 15 de abril, além de determinar a abordagem
individual e coletiva dos agentes fiscais para a orientação a idosos que forem
encontrados fora de casa nesse período. O texto foi construído em consonância com as
orientações do Ministério Público e preserva o direito constitucional de ir e vir, acolhido
pelo artigo cinco da Constituição Federal. A restrição a parques e praças é similar à
determinação do governo do Estado do Rio Grande do Sul, que proíbe a visitação às
praias gaúchas neste momento.

O objetivo da nova medida é tornar mais rigorosa a proteção à faixa etária considerada
grupo de risco para a Covid-19, de acordo com classificação do Ministério da Saúde e da
Organização Mundial de Saúde (OMS). O controle da circulação de pessoas visa
minimizar o risco de contágio pelo novo Coronavírus na capital gaúcha, que já tem 100
contaminados, de acordo com o último balanço divulgado pela Secretaria Municipal de
Saúde (SMS).

O Decreto 20.529, assinado pelo prefeito Nelson Marchezan Júnior, é uma resposta à
situação de emergência em saúde que mobiliza todo o país. Em nove dias, 31 decretos
já foram publicados por Marchezan com medidas de caráter excepcional que
acompanham a situação epidemiológica do município. De acordo com o texto, o Decreto
20.524 fica revogado ...

Fepam mantém atendimentos de emergência e fiscalização


A Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) segue com atendimento normal no
setor de emergência, que é demandado em situações de risco com graves impactos
ambientais. A fiscalização e o laboratório estão trabalhando por demandas da emergência
ou da diretoria da casa, evitando deslocamentos e contatos desnecessários neste período.
Esse cenário, relativo ao período de calamidade devido à Covid-19, foi descrito em reunião
realizada na terça-feira (24/3) entre a presidente da Fepam, Marjorie Kauffmann, e os
chefes de departamentos.

O último atendimento da emergência aconteceu na segunda-feira (24/3) com a retirada de
um caminhão carregado com 26 toneladas de gás liquefeito de petróleo, substância
inflamável, que tombou na BR-290, em Santo Antônio da Patrulha. Foram realizadas ações
de monitoramento até a conclusão do trabalho, que durou 23 horas devido à necessidade
de controle e remoção do veículo para minimizar o risco de incêndio ou explosão.

Durante o atendimento, a via ficou parcialmente bloqueada e, no momento da remoção, o
trânsito foi interrompido nos dois sentidos por um período de três horas, sendo o fluxo
transferido para a RS-030. Não houve vazamento de produto ou dano ambiental. O
atendimento contou com o apoio da concessionária, do Corpo de Bombeiros e da Polícia
Rodoviária Federal. ...

Corsan adota medidas para minimizar impactos da pandemia no Estado


A Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) isentará a cobrança dos clientes de
tarifa social pelos próximos 90 dias e suspendeu os cortes por não pagamento nos
próximos 60 dias. Essas decisões foram tomadas pela diretoria colegiada que, reunida
nesta segunda-feira (23/3), acolheu as medidas anunciadas pelo governador Eduardo
Leite no domingo (22/3). A deliberação segue para análise do conselho de
administração.

Para também minimizar os riscos, a Corsan suspendeu a atividade da leitura em campo
por 15 dias. As faturas serão calculadas com valores relativos à média dos últimos 12
meses e encaminhadas aos clientes pelos Correios, na medida do possível, bem como
por meios eletrônicos.

A Corsan destaca a possibilidade do pagamento por meio de débito em conta e reforça a
importância do pagamento regular, uma vez que multas e juros sobre atrasos continuam
em vigor.

Dúvidas e esclarecimentos podem ser obtidos pelos canais de acesso da Corsan com
atendimento online ou pelo 0800-646-6444.

Entre os serviços que podem ser solicitados pelas plataformas digitais, a Corsan
ressalta:

• comunicação de vazamentos e interrupções de abastecimento;
• qualidade da água;
• vazamento de esgoto;
• limpeza de fossas;
• problemas com hidrômetros;
• questões comerciais de menor relevância (troca de endereço de entrega da fatura,
envio por e-mail ou em braile, por exemplo);
• extratos. ...

Leite alinha estratégias com governadores para combate conjunto ao Covid-19


O governo do Estado alinhou estratégias e medidas para combater a pandemia do
coronavírus nesta segunda-feira (23/3). O governador Eduardo Leite reuniu-se com
lideranças do Consórcio de Integração Sul e Sudeste (Cosud) por videoconferência, a
Sulgás prorrogou prazos de pagamento e o Banrisul possibilitou a prorrogação de dívidas
via aplicativo.

Leite destaca para governadores do Cosud as ações no RS
Governadores dos Estados do Consórcio de Integração Sul e Sudeste (Cosud) se
reuniram na manhã desta segunda-feira (23), por videoconferência, para alinhar ações
de prevenção e medidas de restrição para o enfrentamento ao coronavírus, além de
normas que garantam os serviços essenciais à população.

O governador Eduardo Leite destacou, entre outras iniciativas, que no Rio Grande do Sul
foi criado um conselho de crise com representantes de diferentes entidades e
segmentos, composto por vários comitês específicos, tanto para garantir o
abastecimento como para analisar as questões epidemiológica, logística e econômica,
para ajudar na tomada de decisões.

Nova reunião entre os governadores do Cosud está prevista para quarta-feira (25/3),
desta vez para analisar as medidas que devem ser anunciadas até essa data pelo
governo federal.

Sulgás prorroga para pagamentos
A Companhia de Gás do Estado do RS (Sulgás) irá prorrogar o prazo de pagamento das
faturas de gás natural dos segmentos residencial e comercial. A medida tem validade
para faturas com vencimento no período entre 24 de março e 23 de abril, não sendo
aplicada para contas anteriores que estejam em atraso.

O anúncio foi feito na tarde desta segunda-feira (23/3) pelo governador Eduardo Leite. A
decisão foi tomada durante videoconferência realizada entre a diretoria da empresa e o
secretário do Meio Ambiente e Infraestrutura, Artur Lemos Júnior.

Além da ampliação do prazo em 30 dias da data de vencimento, a conta poderá ser
parcelada em três vezes, sem aplicação de multa e juros. A Sulgás tem 58.600 clientes
no Estado, incluindo hospitais, restaurantes, supermercados, padarias, clubes e hotéis
entre outros estabelecimentos.

Banrisul prorroga dívidas pelo aplicativo
A partir desta segunda-feira (23/3), clientes do Banrisul podem solicitar a prorrogação
de dívidas por meio do aplicativo Banrisul Digital, ficando disponível até 31 de maio.

A prorrogação das responsabilidades dos próximos 60 dias dos contratos vigentes e
adimplentes pode ser feita a partir da realização de uma nova operação com a mesma
taxa do contrato original, de clientes pessoa física e jurídica – micro e pequenas
empresas com faturamento médio mensal de até R$ 600 mil.

A nova operação, no valor das duas prestações prorrogadas, poderá ser feita em nove
parcelas, com 90 dias de carência para o primeiro pagamento, totalizando prazo de 12
meses. As demais parcelas e condições do contrato original permanecerão inalteradas.

As modalidades de empréstimo que não estão contempladas nesse modelo de
prorrogação são as operações de cheque especial, cartão de crédito, crédito consignado,
financiamento imobiliário, crédito rural, desenvolvimento e câmbio, que têm políticas de
renegociação específicas.

Alteração em decreto de calamidade
O governador Eduardo Leite assinou, na noite desta segunda-feira (23/3), uma série de
mudanças no decreto de calamidade pública editado na semana passada com o objetivo
de prevenir e enfrentar a epidemia do coronavírus no Estado.

As alterações ampliam o rol de serviços que poderão continuar funcionando
normalmente durante a vigência do decreto, além de autorizar os secretários estaduais e
dirigentes de órgãos públicos a convocar servidores para trabalhar nas áreas elencadas
pelo documento.

O texto também esclarece possíveis conflitos entre medidas definidas pelo Estado e por
municípios, uniformizando a legislação e determinando que, por exemplo, ficam
suspensas as medidas municipais que conflitem com as normas estaduais. ...

Governo faz alterações em decreto de calamidade pública


O governador Eduardo Leite assinou, na noite desta segunda-feira (23/3), uma série de
mudanças no decreto de calamidade pública editado na semana passada com o objetivo
de prevenir e enfrentar a epidemia do coronavírus no Estado.

As alterações ampliam o rol de serviços que poderão continuar funcionando
normalmente durante a vigência do decreto, além de autorizar os secretários estaduais e
dirigentes de órgãos públicos a convocar servidores para trabalhar nas áreas elencadas
pelo documento.

“Surgiram dúvidas e questionamentos após a edição do decreto. Então, para esclarecer
a população, listamos detalhadamente todos os serviços que deverão continuar em
funcionamento. Estamos recomendando o isolamento social e garantindo que as pessoas
possam ficar em casa com a certeza de que as necessidades essenciais serão
atendidas”, afirma o governador.

Além de serviços ligados à assistência em saúde, geração, transmissão e distribuição de
energia elétrica e de gás e captação, tratamento e distribuição de água, o decreto prevê
o funcionamento de atividades de defesa civil, transporte de passageiros e de cargas
(desde que respeitas as normas específicas), serviços de call center, iluminação pública,
inspeção de alimentos, monitoramento de barragens, fiscalização ambiental, entre
outros.


As atividades médico-periciais, que não estavam contempladas como serviço essencial,
agora estão. Isso permitirá que sejam feitas contratações para a área.
O texto também esclarece possíveis conflitos entre medidas definidas pelo Estado e por
municípios, uniformizando a legislação e determinando que, por exemplo, ficam
suspensas as medidas municipais que conflitem com as normas estaduais.

A íntegra do decreto estará na edição desta terça-feira (24/3) do Diário Oficial do
Estado. ...

Prefeitura interdita distribuidora por preços abusivos


Uma distribuidora especializada em uniformes e equipamentos de proteção individual
(EPIs), localizada no bairro São Geraldo, foi interditada na tarde desta segunda-feira,
23, pela Prefeitura de Poro Alegre. Com base no decreto 20.522, que coíbe práticas
abusivas na comercialização de produtos de saúde e higiene durante o enfrentamento ao
coronavírus, o Procon Porto Alegre realizou a ação.

A interdição se baseou em uma denúncia recebida pelo sistema de atendimento
eletrônico do órgão. Durante a vistoria, a equipe de fiscalização constatou que uma
caixa com 50 máscaras de proteção respiratória era comercializada a R$ 195,
equivalente a R$ 3,90 por unidade. Solicitadas as notas fiscais, o estabelecimento
apresentou uma nota relativa a uma caixa com 100 unidades e com valor de compra a
R$ 25,80, equivalente a R$ 0,25 por unidade. A diferença no preço vendido representa
quase 16 vezes o valor adquirido.

“Este é um momento de calamidade pública e todas as pessoas que forem flagradas
tentando se aproveitar serão punidas de alguma forma. Esta é uma ocasião em que
temos que nos unir e ter empatia e não tentar se valer da situação”, diz o prefeito
Nelson Marchezan Júnior.

A partir de agora, será aberto um processo administrativo contra a distribuidora, que
estará sujeita às penalidades de multa e cassação de alvará, conforme prevê o Decreto
20.522. “Considerando-se a disparidade entre o preço de aquisição e o de venda, em um
momento que é de calamidade pública para a saúde da nossa cidade, entendemos por
bem decretar a interdição desse estabelecimento, nos termos do decreto”, explica a
diretora executiva do Procon Porto Alegre, Fernanda Borges.

Como denunciar - Os cidadãos que flagrarem casos de aumento injustificado nos preços
devem fazer a denúncia exclusivamente pelo atendimento eletrônico do Procon Porto
Alegre. É fundamental que a denúncia contenha o nome e o endereço completo do
estabelecimento, além de informações que ajudem os agentes do Procon a agirem
rapidamente, como notas fiscais, recibos ou fotos que comprovem o problema para
auxiliar na identificação.

“Temos recebido muitas denúncias com informações parciais ou incompletas, que
impedem uma ação efetiva da nossa fiscalização. É importante que o consumidor
forneça todos os dados possíveis para que possamos combater o aumento injustificado
dos preços neste momento de crise”, lembra Fernanda Borges. Ela também destaca a
importância de concentrar as denúncias no atendimento eletrônico. “Algumas pessoas
nos procuram pelo Facebook, por exemplo, e aí não temos condições de processar e
formalizar as demandas”, completa.

Alta demanda - Em atenção a um pedido do prefeito Nelson Marchezan, o Procon Porto
Alegre tem dedicado todos os seus esforços para as demandas ligadas ao coronavírus.
Entre elas, os preços de produtos relacionados à pandemia, como máscaras e álcool gel,
cobranças abusivas, bem como remarcação e cancelamento de viagens.
...

Confira as farmácias que irão vacinar idosos a partir de quarta


A campanha nacional de vacinação contra a gripe em Porto Alegre começa nesta
segunda-feira, 23, para profissionais da saúde. Na quarta-feira, 25, tem início a
vacinação em idosos acima de 60 anos nas farmácias das redes Agafarma, Panvel e São
João. Confira aqui a lista com o endereços para imunização. Para os outros públicos
prioritários, a vacinação está disponível em determinados períodos em qualquer unidade
de saúde. Pessoas que não estão nos grupos prioritários devem procurar clínicas
particulares. Idosos e demais públicos da campanha com sintomas gripais devem ser
vacinados após a melhora do quadro clínico.

Ao incluir as farmácias na rede de pontos de imunização, o objetivo da prefeitura é
evitar aglomeração e reduzir o risco de contágio com o novo coronavírus entre os
idosos, considerados grupo de risco para o Covid-19. A vacina contra influenza não
garante proteção diante do coronavírus, mas ao proteger contra outros vírus diminui o
risco de infecção e complicações respiratórias causadas pelos vírus que estão na cepa da
composição da vacina. "Solicitamos que os idosos evitem aglomerações para a busca da
vacina", reforça o secretário municipal de Saúde, Pablo Stürmer.

Campanha - Outras duas fases estão previstas, com início em 16 de abril e 9 de maio,
respectivamente, com grupos prioritários diferentes. O término ocorrerá em 22 de maio,
para todos os grupos. Em 2020, haverá ampliação dos grupos a serem imunizados, com
a inclusão de adultos de 55 a 59 anos e pessoas com deficiência.

A segunda fase começa em 16 de abril e é dirigida a pessoas com doenças crônicas não
transmissíveis (comorbidades), professores de escolas públicas e privadas e profissionais
das forças de segurança e salvamento. Em 9 de maio, os demais grupos de risco
começam a ser imunizados: crianças de seis meses a menores de seis anos, gestantes,
puérperas, povos indígenas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos cumprindo medida
socioeducativa, apenados, funcionários do sistema prisional, pessoas com deficiência e
adultos entre 55 e 59 anos.

A vacina para 2020 é composta pelas cepas Influenza A H1N1, Influenza A H3N2 e
Influenza B linhagem B/Victoria. A expectativa do Ministério da Saúde é vacinar em
Porto Alegre pelo menos 90% das 694.508 pessoas que compõem os grupos prioritários.
Em 2018, foram vacinadas 561.049 pessoas dos grupos prioritários, profissionais das
forças de segurança e público em geral em Porto Alegre. Em 2019, o número alcançou
866.620 imunizados contra a gripe.

A imunização precisa ser feita todos os anos, porque as cepas da vacina variam
anualmente, de acordo com a circulação de vírus no hemisfério norte na temporada de
inverno do ano anterior.

Veja aqui a lista das farmácias:

Rede Agafarma Rua Catarino Andreaa , 115 Vila Nova
Rede Agafarma Av. Benjamin Constant, 1253 São João
Rede Agafarma Rua Bernardino S. Pastoriza ,1185 Rubem Berta
Rede Agafarma Rua Felipe Neri, 459 Auxiliadora
Rede Agafarma Av Assis Brasil 3711 Cristo Redentor
Rede Agafarma Av. Gomes De Freitas, 172 Jd. Itu Sabara
Rede Agafarma Estr. Joao Antonio Da Silveira, 1773 Res1nga
Rede Agafarma Rua Wolfran Metzler, 320 Rubem Berta
Rede Agafarma Rua Pereira Neto, 823 Tristeza
Rede Agafarma Rua Dr. Cecilio Monza, 11010 Belem Novo
Rede Agafarma Av. Bento Goncalves, 2110 Partenon
Rede Agafarma Av. Cavalhada, 2593 Cavalhada
Rede Agafarma Av. Baltazar O. Garcia, 3539 Ljs. 10/11 Rubem Berta
Rede Agafarma Av. Oscar De Oliveira Ramos, 4147 Res1nga Nova
Rede Agafarma Rua Monte Cristo, 498 Vila Nova
Rede Agafarma Av. Nonoai, 379 Nonoai
Rede Agafarma Av. São Pedro, 1126 Sao Geraldo
Rede Agafarma Avenida Engenheiro Felício Lemieszek , 125 Humaita
Rede Agafarma Av. Duque De Caxias, 488 Centro
Rede Agafarma Av. Presidente Juscelino Kubitscheck Oliveira, 1173 Jd. Dona Leopoldina
Rede Agafarma Rua Cruzeiro Do Sul, 2445 Santa Tereza
Rede Agafarma Av. Francisco Trein ,527 Cristo Redentor
Rede Panvel Av. Getúlio Vargas, 480 Menino Deus
Rede Panvel Av. Eduardo Prado, 1901 Cavalhada
Rede Panvel R. Dos Andradas, 1238 Centro Histórico
Rede Panvel R. Zéca Neto, 38 Cristo Redentor
Rede Panvel R. Dos Andradas, 1320 Centro Histórico
Rede Panvel Av. Wenceslau Escobar, 2857 Cristal
Rede Panvel R. 24 De Outubro, 722 Moinhos De Vento
Rede Panvel R. Anita Garibaldi, 2099 Mont Serrat
Rede Panvel R. Valparaíso, 698 Jardim Botânico
Rede São João Av. São Pedro, 549 São Geraldo
Rede São João Av. Borges De Medeiros, 1151 Centro
Rede São João R. Camaquã, 651 Camaquã
Rede São João Av. Vicente Monteggia, 2837 Cavalhada
Rede São João R. Dos Andradas, 985 Centro HistóricoRede Agafarma Rua Catarino
Andreaa , 115 Vila Nova
Rede Agafarma Av. Benjamin Constant, 1253 São João
Rede Agafarma Rua Bernardino S. Pastoriza ,1185 Rubem Berta
Rede Agafarma Rua Felipe Neri, 459 Auxiliadora
Rede Agafarma Av Assis Brasil 3711 Cristo Redentor
Rede Agafarma Av. Gomes De Freitas, 172 Jd. Itu Sabara
Rede Agafarma Estr. Joao Antonio Da Silveira, 1773 Res1nga
Rede Agafarma Rua Wolfran Metzler, 320 Rubem Bert ...

Confira o calendário da campanha nacional de vacinação contra a gripe H1NI (Influenza)


A campanha nacional de vacinação contra a gripe H1NI (Influenza) começou hoje, dia 23
de março e segue até maio, como estratégia para diminuir a quantidade de pessoas
aglomeradas e de possíveis novos casos de coronavírus (Covid-19).

➡️Conforme estipulado pelo Ministério de Saúde a vacinação será dividida em três fases:

🗓 1ª fase: de 23/03 a 16/04: vacinação para os idosos acima de 60 anos, profissionais
da Saúde pública e privada;

🗓 2ª fase: de 16/04 a 09/05: professores de escolas publicas e privadas, profissionais
das forças de segurança e salvamento, portadores de doenças crônicas não
transmissíveis e outras condições clínicas especiais.

🗓 3ª fase: de 09/05: crianças de seis meses a menores de 06 anos, gestantes e
puérperas (mulheres de até 45 dias após o parto), povos indígenas e adultos de 55 a 59
anos.

Fique de olho 👀 em nossos CANAIS OFICIAIS para obter mais informações sobre a
campanha de vacinação. A equipe da Secretaria Municipal de Saúde está trabalhando de
forma intensa para melhor atender a toda a comunidade.
...

Idosos serão vacinados em casa contra a gripe, em Butiá


A partir de segunda-feira (23), inicia a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe,
antecipada pelo Ministério da Saúde. Em Butiá, o prefeito Daniel Almeida anunciou que a
imunização dos idosos ocorrerá em casa. A medida visa minimizar os riscos de
contaminação pelo coronavírus (COVID-19).


De acordo com o líder do Executivo, os profissionais da Secretaria Municipal de Saúde
(SMS) estarão indo de residência em residência, para vacinar os idosos a partir dos 60
anos, que estão dentro do grupo de risco. “Estamos empenhados, sem medir esforços para
minimizar os riscos de contaminação do coronavírus”, pontuou Almeida.


Inicialmente, a Campanha Nacional imunizará os idosos e profissionais da saúde, conforme
determinação do Governo Federal. Após a primeira fase da ação, visitas serão realizadas
para vacinação dos demais integrantes do grupo de risco.



Fonte: Assessoria de Comunicação - Prefeitura Municipal de Butiá ...

Pessoas com sintonas gripais devem ficar em isolamento domiciliar por 14 dias


Uma portaria da Secretaria Estadual da Saúde estabelece o protocolo de isolamento
domiciliar obrigatório de 14 dias em todo o Estado para pessoas com sintomas gripais,
independentemente de confirmação laboratorial da Covid-19. Em caso de piora dos
sintomas, deve-se procurar uma unidade de atendimento para avaliação clínica. O protocolo
não se aplica a servidores das áreas da saúde e segurança.

A Portaria SES Nº 211/2020 ainda prevê que os exames coletados de profissionais que
trabalham na rede primária de saúde ou em urgências e emergências e de profissionais do
sistema prisional tenham prioridade para o diagnóstico da Covid-19.

A secretária Arita Bergmann explica que o conteúdo do documento foi elaborado em
conjunto com Ministério Público, Sindicato Médico do RS (Simers), Conselho Regional de
Medicina (Cremers) e demais entidades integrantes do Centro de Operações e Emergência
(COE).

Fonte: Ascom SES ...

Suspensa autuação para CNH vencida e ampliados prazos para processos


Em função da pandemia do coronavírus, o Conselho Nacional de Trânsito publicou nesta
sexta-feira hoje (20/3) a Deliberação 185, que interrompe, por prazo indeterminado, a
aplicação de multa para quem dirige com a CNH vencida, não realiza a transferência do
veículo em 30 dias e não registra/licencia veículos novos. A deliberação também estende
de 12 para 18 meses o prazo para concluir processos de habilitação abertos e suspende
prazos para apresentação de condutor infrator, defesa e recursos de multas, além de
processos de suspensão/cassação do direito de dirigir.

O objetivo da medida é evitar deslocamento e aglomeração de pessoas nos órgãos e
entidades do Sistema Nacional de Trânsito (SNT) e nas entidades públicas e privadas
prestadoras de serviços de trânsito. É especialmente importante em um momento em
que, além das restrições de transporte, os prestadores de serviço estão reduzindo o
atendimento ao público.

A suspensão da multa prevista no artigo 162, do Código de Trânsito Brasileiro (dirigir
com validade da Carteira Nacional de Habilitação vencida há mais de 30 dias), vale para
CNHs vencidas desde 19 de fevereiro de 2020. A mesma data de corte vale para a
suspensão da multa do artigo 233, para quem não transfere em 30 dias a propriedade
do veículo adquirido desde 19 de fevereiro de 2020.

O que determina a deliberação do Contran:

• Interrompe aplicação de multa para quem circula com a Carteira Nacional de
Habilitação ou Permissão para Dirigir vencida desde 19 de fevereiro de 2020.

• Interrompe aplicação de multa para quem não transfere em 30 dias a propriedade do
veículo adquirido desde 19 de fevereiro de 2020.

• Interrompe aplicação de multa para quem não registra e licencia veículos novos, sendo
permitida a circulação nos trechos definidos pela legislação (Resolução Contran 4/98),
portando a nota fiscal de compra do veículo válida na data da publicação da deliberação
(que na data estava dentro de 15 dias de sua emissão).

• Interrompe prazo para apresentação de condutor infrator.

• Interrompe prazo para apresentação de defesa e recursos de multa.

• Interrompe prazos para apresentação de defesa e recursos de processos de suspensão
e cassação do direito de dirigir.

• Estende de 12 para 18 meses o prazo para a conclusão dos processos de habilitação
abertos.

Fonte: Ascom DetranRS ...

Prefeitura reforça 20 novos leitos de UTI em Porto Alegre


A Prefeitura de Porto Alegre reforça a estrutura hospitalar do município para acolher os
pacientes que necessitarem de cuidados intensivos durante a pandemia de coronavírus.
Uma força-tarefa foi realizada nesta sexta-feira, 20, até o Hospital Parque Belém, na
Zona Sul, para recolher equipamentos de 20 leitos de Unidade de Tratamento Intensivo
(UTI). Os aparelhos estavam desativados desde maio de 2017, quando a instituição
suspendeu suas atividades.

Entre os itens requisitados estão 10 respiradores, que são vitais para a sobrevivência
dos pacientes graves de coronavírus, além de 12 monitores multiparâmetro, utilizados
para controlar sinais vitais, e 47 bombas de infusão, que permitem controlar dosimetria
de medicamentos aplicados por via intravenosa.

Em plenas condições de uso, os equipamentos foram entregues ao Grupo Hospitalar
Conceição (GHC), que ficou encarregado de avaliar a melhor forma de colocá-los à
disposição da população. Segundo o prefeito Nelson Marchezan Júnior, o objetivo não é
só abrir novos leitos de UTI, mas contribuir para que Porto Alegre tenha melhores
condições de fazer frente às demandas do coronavírus. “Neste momento, a nossa
prioridade é agir rápido. Os equipamentos ficarão sob os cuidados de um grupo que já
conta com uma ampla estrutura funcional, além de profissionais com conhecimento
técnico para utilizá-los de forma efetiva e imediata no combate ao coronavírus”, explica.

Equipamentos - Além de respiradores, monitores multiparâmetro e bombas de infusão, a
Prefeitura recolheu camas hospitalares, desfibriladores, eletrocardiogramas, aparelhos
de raios X, autoclaves com osmose, eletroencefalogramas, focos cirúrgicos, aparelhos de
CR - Sistema de Digitalização de Imagem, lavadoras extratoras de roupas hospitalares,
vídeos endoscópios, secadoras de roupas hospitalar, focos cirúrgicos de teto com
iluminação, cadeiras, longarinas, armários, microscópios cirúrgicos, arcos cirúrgicos,
ecógrafos com Doppler e outros equipamentos destinados ao combate do vírus.

Base legal - A requisição dos equipamentos está prevista no decreto 20.509, assinado
nessa quinta-feira, 19, pelo prefeito Nelson Marchezan Júnior. A ação se ampara na Lei
nº 8.080, de 19 de setembro de 1990, que permite à prefeitura requisitar bens e
serviços para atender necessidades coletivas, urgentes e transitórias, decorrentes de
situações de perigo iminente, de calamidade pública ou de irrupção de epidemias.

Apoio - A ação teve o apoio do setor de transporte rodoviário de cargas do Rio Grande
do Sul. A Federação das Empresas de Logística e Transporte de Cargas do RS
(Fetransul) atendeu prontamente ao pedido da prefeitura e solicitou ao seu maior
sindicato afiliado, o Sindicato das Empresas de Transporte de Carga e Logística do RS
(SETCERGS), que fizesse a logística do processo. Assim, empresas associadas
emprestaram, de forma rápida e voluntária, sete caminhões para fazer o transporte dos
equipamentos. As transportadoras envolvidas (Itaipu Logística, Kodex Logística,
Rodonaves, Vitlog Transportes e Modular Transportes) também cederam motoristas,
ajudantes e um coordenador operacional para carregar e descarregar os materiais. Já o
Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU) colaborou com cinco caminhões e
12 ajudantes.

Hospital Parque Belém - Fundado em 1940, o Hospital Parque Belém funcionou por
muitos anos focado no tratamento de doentes de tuberculose. Em 1975, transformou-se
em hospital geral, operando assim até maio de 2017, quando suspendeu suas atividades
devido a dificuldades financeiras. Desde o início, a instituição funcionou em regime
privado-filantrópico, sendo administrada pela mantenedora Associação Sanatório
Belém.A requisição administrativa de seus bens terá vigência enquanto perdurar a
situação de emergência de saúde pública em Porto Alegre.

GHC - Em Porto Alegre, o GHC administra quatro hospitais e uma Unidade de Pronto
Atendimento (UPA). Ao todo, opera 92 leitos de UTI – e já avalia a possibilidade de
reservar 80 apenas para o tratamento de pessoas infectadas pelo coronavírus, caso seja
necessário. ...

Bento construirá 40 leitos em regime de urgência


Obra será entregue em 30 dias tendo o apoio do Exército no trabalho de infraestrutura e
de empresas locais no financiamento da edificação

Mesmo sem nenhum caso diagnosticado, uma grande mobilização social construirá uma
área de isolamento com 40 leitos para receber pacientes em estado grave
diagnosticados com a COVID-19. Liderado pela Prefeitura de Bento Gonçalves, por meio
do Comitê Municipal de Atenção ao Coronavírus, o projeto contará com a participação do
Exército e da iniciativa privada, que ajudará a financiar as obras. A parceria ainda
envolve a direção da UPA do Município, Vigilância Epidemiológica, Hospital Tacchini,
Unimed e a Associação Médica da cidade.

A expectativa do prefeito Guilherme Pasin é que as instalações estejam concluídas em
até 30 dias. “Não somos uma ilha. Mesmo sem casos confirmados, precisamos atuar
com energia e atitude agora. Isso salvará vidas amanhã”, destacou o prefeito Guilherme
Pasin. A preocupação se acentua porque a média da população idosa da Capital do Vinho
é de 12,5%.

A zona de isolamento será construída na área do Complexo Hospitalar, já em
construção. Bento Gonçalves dispõe também de 20 leitos de UTI existentes no Hospital
Tacchini, mais dez leitos serão entregues em abril. O decreto ainda contempla o
cancelamento das aulas escolares e eventos culturais, o que deve impactar diretamente
a economia local, pois Bento é umas das 20 cidades mais visitadas do país – foram 1,7
milhão de turistas em 2019.

Outras medidas se somam ao documento, como a suspensão de férias por 90 dias de
todos os colaboradores da Secretaria de Saúde, o não atendimento físico em
determinadas repartições da administração municipal e o fechamento dos banheiros
públicos. A orientação da Prefeitura é que todos os munícipes ao chagarem do exterior
fiquem resguardados em casa por sete dias, mesmo não apresentando sintomas.
...

Minas do Leão suspende aulas nas escolas municipais a partir de quinta-feira


A cidade de Minas do Leão anunciou a suspensão das aulas na rede municipal de ensino,
a partir da próxima quinta-feira (19), como medida para diminuir as chances de
proliferação do novo coronavírus. A iniciativa, decidida em reunião com as direções de
todas as escolas, se estenderá até o dia 3 de abril, podendo ser prorrogada de acordo
com a situação.

A determinação segue a orientação do Governo do Rio Grande do Sul que, nesta
segunda-feira (16), decidiu suspender as aulas nas escolas estaduais. Minas do Leão
conta com quatro instituições municipais de ensino: Ricardo Porto, São Miguel, Francisco
Antônio Luiz e Leãozinho Sabido. Os professores passarão tarefas para que os alunos
possam realizar durante o período.

"Pedimos a compreensão de toda a população e a colaboração de todos. É um momento
delicado em todo o mundo e nossa cidade precisa tomar as medidas para evitar que o
vírus chegue aqui", afirmou o prefeito Miguel Almeida. Além da suspensão das aulas, o
município definiu outras ações e orientações contra a COVID-19, como o adiamento do
evento Leão Fest, que aconteceria no próximo fim de semana.

Confira o que foi estabelecido:
- Adiamento das atividades previstas e em andamento do Leão Fest, incluindo os shows
dos dias 20 e 21 e o campeonato de futsal;
- Suspensão temporária das atividades dos grupos de idosos, gestantes e bebês e da
oficina terapêutica do NAAB (Núcleo de Apoio à Atenção Básica) voltada a pessoas com
necessidades especiais;
- Suspensão temporária das atividades da academia pública;
- Adoção de medidas de proteção nos grupos do CRAS;
- Mudanças de horários e redução das turmas do curso de corte e costura
- Suspensão das atividades do grupo de dependência química e alcoolismo, passando a
ter visitas individuais e domiciliares;
- Retirada do bebedouro da Praça Cândido de Oliveira;
- Uso de máscaras de proteção pelos trabalhadores da saúde;
- Ampliação da validade das receitas de remédios controlados para seis meses e de uso
contínuo para 12 meses, evitando a ida de pessoas aos postos de saúde;
- Intensificação das medidas de proteção e higiene nas áreas administrativas da
Prefeitura.

Foto: Divulgação/Minas do Leão
...

Decreto da Prefeitura suspende aulas e toma outras medidas sobre o coronavírus, em Butiá


A Prefeitura Municipal de Butiá, em reunião na tarde desta segunda-feira (16), definiu
através dos decretos 0034 e 0035/2020, as ações de prevenção para evitar a
proliferação do coronavírus (COVID-19). O primeiro documento determina a criação do
“Comitê Gestor Extraordinário da Saúde”, composto pela Secretaria Municipal de Saúde
(SMS), Procuradoria do Município, Vigilância Epidemiológica, Hospital de Butiá e Defesa
Civil para tomar as providências sobre o COVID-19.

O segundo decreto, entre suas medidas, determina a suspensão das aulas em todas as
escolas da Rede Municipal de Educação, a partir de quarta-feira (18). Vale ressaltar que
não temos nenhum caso suspeito ou confirmado em nossa cidade. As medidas são de
prevenção.
As determinações podem ser conferidas na íntegra:

MUNICÍPIO DE BUTIÁ

DECRETO Nº 0035, DE 16 DE MARÇO DE 2020.

DISPÕE SOBRE MEDIDAS DE PREVENÇÃO AO CONTÁGIO PELO NOVO CORONAVÍRUS
(COVID-19) NO ÂMBITO DO ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL.
DANIEL PEREIRA DE ALMEIDA, Prefeito Municipal de Butiá, no uso de suas atribuições
que lhe confere a Lei Orgânica do Município, CONSIDERANDO os avanços da pandemia
do COVID-19 (Coronavírus) e os recentes protocolos emitidos pela Organização Mundial
de Saúde, pelo Ministério da Saúde, pela Secretaria Estadual de Saúde e pelo Comitê
Municipal de Atenção ao Coronavírus;

CONSIDERANDO o disposto no art. 3º da Lei Federal nº 13.979, de 6 de fevereiro de
2020;

CONSIDERANDO o disposto na Portaria nº 356, de 11 de março de 2020, do Ministério
da Saúde;

CONSIDERANDO a necessidade da adoção de medidas imediatas visando a contenção da
propagação do vírus em resposta à emergência de saúde pública prevista no art. 3º da
Lei Federal nº 13.979, de 6 de fevereiro de 2020;

CONSIDERANDO a responsabilidade do Município em resguardar a saúde de toda a
população que acessa os inúmeros serviços e eventos disponibilizados no Município,
CONSIDERANDO o compromisso da Prefeitura em evitar e não contribuir com qualquer
forma para propagação da infecção e transmissão local da doença;

CONSIDERANDO as dinâmicas do avanço da pandemia no país e no mundo, bem como a
situação singular do Estado, cujo período de inverno acentua a probabilidade de
contágio, e as mudanças no quadro nas últimas 24hrs após o reconhecimento da
pandemia pela Organização Mundial de Saúde,

D E C R E T A:

Art. 1º Os órgãos e as entidades da administração pública municipal deverão adotar,
para fins de prevenção da transmissão do novo Coronavírus (COVID-19), as medidas
determinadas neste Decreto.

Art. 2º Ficam suspensas, pelo prazo de trinta dias, a participação de servidores ou de
empregados em eventos ou em viagens interestaduais ou internacionais.

Parágrafo único. Eventuais exceções à regra de que trata o “caput” deste artigo deverão
ser avaliados e autorizados pelo Prefeito Municipal e/ou Secretário Municipal de Saúde.

Art. 3º Os munícipes que viajarem para o exterior, ou viajaram nos últimos trinta dias,
deverão comunicar a vigilância sanitária.

Parágrafo Primeiro: O munícipe que tiver conhecimento da chegada de pessoas vindas
do exterior, igualmente deve comunicar a vigilância sanitária.

Parágrafo Segundo: Os servidores e/os empregados públicos que têm contato ou
convívio direto com caso suspeito ou confirmado do coronavírus devem informar o fato à
chefia imediata.

Art. 4º Os servidores municipais que apresentem sintomas (sintomáticos) de
contaminação pelo COVID-19 deverão ser afastados do trabalho, sem prejuízo de sua
remuneração, pelo período mínimo de quatorze dias ou conforme determinação médica.

Art. 5º Fica determinada a disponibilização de álcool em gel, em locais acessíveis e
visíveis ao público, em todos os setores da administração pública municipal.

Parágrafo Único: Resta indicado a todos os escritórios, comércios, ambulatórios,
empresas e demais locais de acesso ao público a disponibilização de álcool em gel.

Art. 6º Todo o órgão público municipal deverá afixar mensagem sobre os cuidados de
prevenção sobre o Coronavírus.

Art. 7º Ficam suspensas todas as reuniões promovidas pelas secretarias municipais que
reúnam público acima de vinte pessoas.

Parágrafo Único. Deverão ser mantidas somente as reuniões extremamente necessárias
em local amplo e arejado.

Art. 8º Fica proibido que os servidores municipais façam uso (tomem) chimarrão nas
suas repartições públicas.

Art. 9º Determina-se, no caso de órgãos públicos e recomenda-se aos demais locais
públicos, no município:

I – Adiamento, suspensão ou cancelamento de eventos

realizados em locais fechados com aglomeração de pessoas;

II – Adoção das orientações normativas, portarias, boletins divulgados pelos órgãos
competentes;

III – Fixação de cartazes no transporte coletivo, com informações sobre os cuidados de
prevenção contra o Coronavírus, além de medidas extraordinárias de higienização dos
veículos;

IV – No caso de dúvidas sobre COVID-19 (Coronavírus), entrar em contato pelo telefone
150 e/ou 136;

Art. 10 Recomenda-se que o público em geral, apresentando um ou mais dos seguintes
sintomas de contaminação – apresentação de febre, tosse, dificuldade para respirar,
produção de escarro, congestão nasal ou conjuntival, dificuldade para deglutir, dor de
garganta, coriza, saturação de O2 < 95%, sinais de cianose, batimento de asa de nariz,
tiragem intercostal e dispneia – que solicitem o atendimento domiciliar.

Parágrafo único: Eventualmente, não havendo condições do atendimento domiciliar a
pessoa deverá se dirigir a unidade de saúde mais próxima.

Art. 11. A partir do dia 18 de março de 2020 estão suspensas as aulas na rede pública
municipal, sendo que na data de 17 de março deverão ser liberados os alunos com
esclarecimentos acerca dos riscos decorrentes do coronavírus e dicas de prevenção.

Art. 12. O Município revisará todos os alvarás expedidos para execução de eventos,
atendendo os boletins informativos dos órgãos oficiais responsáveis.

Art. 13. Em caso de recusa do cumprimento das determinações contidas no presente
Decreto, fica autorizado, desde já, aos órgãos competentes, com objetivo de atender o
interesse público e evitar o perigo de contágio e risco coletivo, adotar todas as medidas
legais cabíveis.

Art. 14. Os casos omissos e as eventuais exceções à aplicação deste Decreto serão
definidos pelo Prefeito Municipal, juntamente com o Comitê Extraordinário de Saúde.
Art. 15. Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação.

Gabinete do Prefeito Municipal de Butiá, aos dezesseis dias do mês de março de dois mil
e vinte.

Daniel Pereira de Almeida
Prefeito Municipal
Paulo Pereira de Almeida
Secretário Municipal da Saúde

...

Comitê de Acompanhamento ao coronavírus suspende as aulas na rede pública de ensino de Eldorado do Sul a partir desta quinta feira


Os integrantes do Comitê de Acompanhamento ao coronavírus, em reunião realizada na
manhã desta terça-feira (17), no Gabinete do Prefeito Ernani Gonçalves, decidiu pela
suspensão das aulas em toda a rede pública de ensino de Eldorado do Sul. A partir desta
quinta-feira (19), todas as unidades de ensino serão fechadas pelo período prorrogável de
15 dias na tentativa de minimizar a transmissão do novo coronavírus.


A decisão foi anunciada através da publicação do Decreto Municipal nº 8164/2020. No
Decreto, recomenda às escolas e instituições de ensino da rede privada, de todos os níveis,
a adoção de medidas de prevenção da transmissão do coronavírus. ...

Porto Alegre decreta situação de emergência


O prefeito Nelson Marchezan Júnior publicou na edição extra do Diário Oficial do
Município dessa terça-feira ,17, três decretos que reforçam as medidas emergenciais de
enfrentamento do COVID-19 (novo coronavírus). O primeiro deles, de número 20.505,
decreta situação de emergência em Porto Alegre. No decreto 20.506, o executivo
determina que shoppings centers e galerias comerciais ficarão fechados por 30 dias, a
contar de 19 de março. São exceções: farmácias, clínicas de saúde, supermercados,
restaurantes e locais de alimentação localizados nesses centros de comércio.

O decreto de situação de emergência estabelece ainda uma série de medidas
relacionadas com a higienização e proteção sanitária de estabelecimentos do comércio e
setor de serviços, como bares e restaurantes, pubs e casas noturnas, academias de
ginástica, teatros e museus, bibliotecas e cinemas da capital.

Restaurantes, bares e lancherias não poderão exceder a capacidade de 50% da lotação
do ambiente, o que inclui reduzir o número de mesas para o atendimento ao cliente e
manter distância mínima de dois metros entre elas. Deverão, ainda, observar novas
regras para limpeza de três em três horas. O forro e as paredes deverão ser incluídos
nos procedimentos de higienização dos estabelecimentos, com uso de produtos
específicos. Protetores salivares para buffets, manutenção de janelas abertas e
disponibilidade de álcool gel 70% para o público em circulação também estão entre as
novas obrigações do período.

Empreendimentos do comércio e serviços também adotarão medidas gerais de limpeza e
sanitização especial de superfícies de toque, como maçanetas e corrimãos. O
atendimento deve ser realizado com equipes reduzidas e evitando sobrecarga de
atendimento simultâneo.

Brinquedotecas, playgrounds, espaço kids e de jogos serão fechados temporariamente,
assim como pubs, casas noturnas e bares noturnos. A suspensão de atividades também
se aplica a museus, teatros, bibliotecas, cinemas, centros culturais e academias de
ginástica.

Eventos - O decreto 20.505 também determina o cancelamento de todo e qualquer
evento em ambiente fechado, bem como de Eventos abertos com mais de 50 pessoas. A
prefeitura informa que não expedirá alvarás de licenciamento para eventos, no período
de vigência do decreto. Salões de festas de condomínios poderão ser utilizados quando
respeitada 30% da sua capacidade de lotação.

Transporte - Conforme o decreto 20.503 deverão ser adotadas medidas de higienização
e ventilação nos veículos com a abertura de janelas. Também deverão ser higienizadas
superfícies de contato (direção, bancos, maçaneta, painel de controle, portas, catraca,
corrimão, barras de apoio) com álcool líquido 70% a cada viagem no transporte
individual e diariamente no coletivo; e, se possível, manter álcool gel 70% à disposição
dos usuários.

Determina ainda a retirada da escala de trabalho de motoristas, cobradores e fiscais que
integram o grupo de risco (pessoas com mais de 60 anos, cardíacos, diabéticos, doentes
renais crônicos, doentes respiratórios crônicos, transplantados, portadores de doenças
tratados com medicamentos imunodepressores e quimioterápicos). Além disso, fica
autorizado e recomendado às concessionárias do transporte coletivo por ônibus a
realização de viagens respeitando o limite de passageiros conforme a disponibilidade de
assentos para que se transportem apenas passageiros sentados. Por fim, recomenda-se
aos passageiros evitar horários de pico.
...

Governo anuncia primeiras medidas para reduzir prejuízo econômico causado pelo coronavírus


Além de todas as ações do governo do Estado em relação ao coronavírus na área da
saúde, a gestão estadual anunciou nesta quarta-feira (18/3) as medidas iniciais para
minimizar o prejuízo econômico em função do vírus. Durante a tarde, o governador
Eduardo Leite se reuniu com os secretários da Fazenda, Marco Aurelio Cardoso, e do
Planejamento, Leany Lemos, e com os representantes do Banrisul, do BRDE e do
Badesul. O objetivo foi discutir o cenário econômico a partir da pandemia do coronavírus
e encaminhar as primeiras medidas nessa área.

Foi definido que o Banrisul ampliará a oferta de crédito para pessoas físicas e jurídicas.
Algumas das principais ações serão voltadas a pessoas jurídicas. Será concedida
carência de até dois meses no pagamento de prestações de dívidas contraídas pelas
empresas junto ao banco. Além disso, aqueles empreendedores que já tiverem
alcançado o limite de endividamento em relação ao Banrisul poderão ampliar esse limite
em até 10%.

“Não estamos falando em economia para salvar CNPJ, empresas, mas no que toca na
vida das pessoas, dos funcionários, empregados, daqueles que vão ter a vida atingida.
Parar tudo vai impactar na vida de muita gente e vai afetar empregos. Por isso, fizemos
essa reunião e definimos essas primeiras medidas, que poderão e deverão ser ampliadas
conforme a necessidade”, explicou o governador.

Leite reforçou que, para enfrentar a situação, o governo precisa atuar em três frentes:
ampliação da assistência social aos trabalhadores autônomos mais carentes, apoio aos
governos, que terão queda na arrecadação, e crédito para empreendedores, com o
objetivo de evitar demissões.

“Queremos fazer movimentos maiores a respeito de prazos para o pagamento de
tributos das empresas junto ao governo do Estado, mas a nossa capacidade é muito
limitada. Quem tem capacidade de emitir títulos da dívida e até moeda para fazer frente
a isso é o governo federal, então isso é indelegável, precisamos desse apoio”, afirmou
Leite.

O secretário da Fazenda destacou que os demais Estados estão se organizando para, em
conjunto, demandar um maior suporte da União.

“É necessária essa organização e os secretários de Fazenda já estão fazendo isso para
coordenar com o governo federal que os empreendedores e as pessoas físicas consigam
ultrapassar esse momento difícil. É fundamental a coordenação nacional e o apoio do
governo federal, como mostra o exemplo dos principais países do mundo que estão
passando pela mesma situação”, detalhou.

MEDIDAS INICIAIS DO BANRISUL

Para pessoas físicas:

- R$ 11 bilhões disponíveis de crédito;
- Aumento automático de 10% no limite do Banricompras.

Para pessoas jurídicas (microempreendedores, pequenas e médias empresas):

- Carência de dois meses no pagamento de prestações de dívidas contraídas junto ao
banco;
- Para os que estão no limite da capacidade de crédito, ampliação de 10% nesse limite;
- R$ 3 bilhões disponíveis e pré-aprovados para pessoas jurídicas que estejam no limite
da capacidade de crédito;
- Prolongamento para até 3 anos no prazo para pagamento de parcelas referentes a
empréstimos para o custeio da safra (em atenção aos produtores rurais). ...

Governo publica decreto com medidas para evitar propagação do coronavírus


Medidas foram apresentadas aos chefes de Poderes durante reunião conduzida pelo
governador Leite com a presença de secretários - Foto: Felipe Dalla Valle / Palácio Piratini
(foto anexa)
Na noite desta quinta-feira (12/3), o governador Eduardo Leite assinou o decreto que contém
orientações a respeito do coronavírus. O documento, que tem prazo de validade de 30 dias,
recomenda a suspensão, durante esse mesmo prazo, de viagens internacionais ou
interestaduais e de reuniões de capacitação. O gabinete do governador avaliará possíveis
exceções. O decreto será publicado no Diário Oficial do Estado desta sexta-feira (13/3).

Além disso, servidores que tenham regressado de férias há cinco dias ou que venham a
regressar durante o período no qual o decreto fique em vigor devem notificar os superiores,
antes de retornarem ao trabalho, a respeito do itinerário de viagem. Caso apresentem
sintomas, os funcionários deverão ficar em casa, sem prejuízo de remuneração, por, no
mínimo, 14 dias. Os assintomáticos deverão permanecer, pelo mesmo período, cumprindo
funções em regime de teletrabalho.

O anúncio de que o decreto seria publicado foi dado durante entrevista coletiva, também nesta
quinta. “Nesse período, devemos evitar exposições desnecessárias. É uma situação atípica e
precisamos chamar à responsabilidade cada pessoa, em respeito à saúde do outro. Não se
trata somente de evitar o contágio, mas sim de evitar contaminar outras pessoas que podem
ter a saúde mais fragilizada”, ponderou.

Idosos e pessoas que já tenham alguma condição de saúde, como doenças que prejudicam a
imunidade, são os mais suscetíveis a contraírem o Covid-19. Também como forma de
precaução, o Ministério da Saúde decidiu antecipar a campanha de vacinação contra a gripe
para o dia 23 de março, preconizando como público-alvo os idosos e os profissionais da saúde.

Até o momento, o Rio Grande do Sul contabiliza quatro casos confirmados de Covid-19,
causada pelo coronavírus: um em Caxias do Sul, um em Campo Bom, e dois em Porto Alegre.
O morador de Campo Bom, primeiro caso confirmado, já está curado.

Desde os primeiros casos da doença, na China, o governo do Estado vem se preparando para
uma possível chegada do vírus ao país e ao RS. Em janeiro, foi criado o Centro de Operações
de Emergência (COE) a fim de organizar o preparo. Leite afirmou que encaminhará um pedido
ao Ministério da Saúde para que libere 150 leitos de urgência e de emergência a fim de dar a
retaguarda necessária aos casos que evoluírem com maior gravidade. Além disso, defendeu a
celeridade da disponibilização de verba, por parte do Ministério da Educação, para aquisição
de equipamentos e contratação de recursos humanos para a nova estrutura do Hospital de
Clínicas de Porto Alegre, que pode viabilizar até 40 leitos para atendimento de pacientes que
contraírem o Covid-19.

Antes de definir a versão final do decreto, o governador Eduardo Leite o apresentou aos
chefes de Poderes no Palácio Piratini. A reunião teve as seguintes presenças: vice-governador
e secretário da Segurança, Ranolfo Vieira Júnior; procurador-geral do Estado, Eduardo Cunha
da Costa; secretário-chefe da Casa Civil, Otomar Vivian; secretária da Saúde, Arita Bergmann;
vice-presidente da Assembleia, deputado Zé Nunes; presidente do Tribunal de Justiça, Voltaire
de Lima Moraes; procurador-geral de Justiça, Fabiano Dallazen; defensor público-geral do
Estado, Cristiano Vieira Heerdt; presidente do Tribunal de Contas do Estado, conselheiro
Estilac Xavier; secretário adjunto da Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão,
Marcelo Alves; e secretário-geral da Assembleia Legislativa, Álvaro Franklin.

CLIQUE AQUI e acesse o decreto (segue anexo)

DICAS DE PREVENÇÃO

Investigações sobre as formas de transmissão do coronavírus ainda estão em andamento, mas
a disseminação de pessoa para pessoa, ou seja, a contaminação por gotículas respiratórias ou
contato, está ocorrendo. Apesar disso, a transmissão do coronavírus costuma ocorrer pelo ar
ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse,
catarro, contato pessoal próximo (toque ou aperto de mão), contato com objetos ou
superfícies contaminados, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

COMO SE PREVENIR CONTRA O VÍRUS

• Lavar as mãos.
- A lavagem frequente das mãos é a principal recomendação para se prevenir.
- Higienizar as mãos com água e sabão por pelo menos 20 segundos a cada vez.
- Esfregar os espaços entre os dedos, o dorso da mão e cavidades (dobras dos dedos e
unhas), onde as bactérias podem se alojar.
- Usar sabonete (apenas água é insuficiente para a higienização). Se não houver água e
sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.

• Evitar contato próximo com pessoas doentes.

• Ficar em casa quando estiver doente.

• Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.

• Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de
gotículas (máscara cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

• Evitar tocar olhos, boca e nariz.
- Contato com olhos, nariz ou boca permite que o vírus entre no corpo, gerando infecção.
Essas regiões do corpo têm mucosas.

• Cuidados em ambientes com aglomeração de pessoas.
- Em locais com grande concentração de pessoas (transporte público, por exemplo), é preciso
tomar cuidados especiais.
- Preferencialmente, mantenha-se a pelo menos 1 metro de distância de pessoas que
estiverem tossindo ou espirrando.
- Se tiver de tossir ou espirrar, cubra o rosto com o braço dobrado. Isso evita que as
secreções do corpo entrem em contato com superfícies ou com outras pessoas.
- As mesmas recomendações valem para qualquer local fechado, como o ambiente de
trabalho.

• Álcool gel e máscaras.
- O uso de álcool gel é uma medida eficaz para higienização das mãos, segundo o Ministério
da Saúde. No entanto, deve ser considerada uma segunda opção, somente para ocasiões em
que não é possível lavar as mãos com água e sabão.
- As máscaras devem ser usadas somente por aqueles que já estão infectados pelo vírus, por
profissionais da saúde ou por pessoas que estão com sintomas do coronavírus. ...

Butiá possui vagas para Censo 2020


Há vagas em todos os municípios do país. As inscrições começaram dia 5, e vão até 24 de
março. São dois processos seletivos, para Agentes Censitários Municipais / Agentes
Censitários Supervisores (nível médio) e para Recenseadores (nível fundamental).
Em Butiá, ao todo 23 vagas estão disponíveis, sendo 20 para recenseadores. As provas para
ACM / ACS serão em 17/05/2020 e as provas para Recenseadores, em 24/05/2020. As
inscrições serão via internet, pelo site da organizadora do Processo Seletivo, o Cebraspe.
A taxa de inscrição para as funções de nível médio é de R$ 35,80 e para Recenseador, de R$
23,61. Os valores podem ser pagos em qualquer banco, casa lotérica ou pela internet. Esses
profissionais irão trabalhar na coleta de informações do Censo 2020, entrevistando os
moradores de todos domicílios brasileiros.
As vagas são temporárias e os contratos terão duração prevista de três meses (Recenseador)
ou de cinco meses (Agentes Censitários Municipais / Agentes Censitários Supervisores),
podendo ser renovados de acordo com as necessidades do IBGE e a disponibilidade
orçamentária. Os profissionais contratados temporariamente pelo IBGE também terão direito a
férias e 13º salários proporcionais, de acordo com a legislação em vigor e conforme o
estabelecido pelos editais para ACS / ACM e para Recenseadores.
Um detalhe importante: as pessoas que trabalharam recentemente como temporários, para o
IBGE ou qualquer outro órgão público, também poderão ser recontratados, caso sejam
aprovados nesses processos seletivos do Censo 2020.
São oferecidas 5.462 (cinco mil, quatrocentas e sessenta e duas) vagas para Agente
Censitário Municipal (ACM) e 22.676 (vinte e dois mil, seiscentas e setenta e seis) vagas para
Agente Censitário Supervisor (ACS). Essas duas funções estão no mesmo processo seletivo,
que exige escolaridade de nível médio.
Os melhores colocados em cada município ocuparão a vaga de Agente Censitário Municipal,
que será o responsável pela coordenação da coleta do Censo 2020 naquela cidade. Os demais
agentes censitários supervisionam as equipes de recenseadores. As remunerações dessas
duas funções são de R$ 2.100 para ACM e R$ 1.700 para ACS.
Recenseadores serão remunerados por produtividade
Os recenseadores são os profissionais que irão visitar todas as residências do país,
entrevistando seus moradores. São oferecidas 180.557 vagas e é exigido o ensino
fundamental completo. Eles serão remunerados por produtividade, de acordo com o número
de domicílios visitados. No site do IBGE há um simulador onde os candidatos podem verificar a
remuneração a ser obtida, com base nos valores pagos por setor censitário nas diferentes
localidades do país.
Candidatos se inscreverão para áreas de trabalho específicas
As vagas desse processo seletivo estão distribuídas por todos o país. Nos municípios maiores e
em áreas remotas, as vagas são oferecidas por áreas de trabalho específicas. Essas áreas
podem abranger bairros, favelas, localidades de difícil acesso, aldeias indígenas ou
comunidades quilombolas, por exemplo.
O ideal é que os recenseadores aprovados no processo seletivo sejam moradores das próprias
localidades onde irão trabalhar, para economia de custos com deslocamentos e maior
produtividade nas visitas domiciliares.
Provas serão realizadas em todos os municípios onde houver vagas
Para ambas as funções dos processos seletivos, as provas serão realizadas em todos os
municípios onde houver vagas. O edital com a relação de todos os locais de provas será
divulgado em 08/05 para ACM / ACS e em 18/05 para Recenseadores. O cronograma
completo de ambos os processos seletivos pode ser encontrado nos editais.
Os candidatos a Recenseador farão prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório,
com 10 questões de Língua Portuguesa, 10 questões de Matemática, 5 questões sobre Ética
no Serviço Público e 25 questões de Conhecimentos Técnicos. O link de acesso à
documentação referente aos Conhecimentos Técnicos para Recenseadores pode ser
encontrado no edital.
Os candidatos a ACM / ACS farão prova objetiva de caráter eliminatório e classificatório, com
10 questões de Língua Portuguesa, 10 questões de Raciocínio Lógico Quantitativo, 5 questões
de Ética no Serviço Público, 15 questões de Noções de Administração / Situações Gerenciais e
20 questões de Conhecimentos Técnicos. Os links de acesso à documentação referente a esse
conteúdo programático estão no edital.
Mais informações no site: censo2020.ibge.gov.br
  ...

Abordagem multidisciplinar é fundamental no atendimento de pacientes com deficiência intelectual


Dados do IBGE apontam que aproximadamente 1,5% da população brasileira possui algum
grau de deficiência intelectual. As causas da deficiência intelectual são variadas e complexas,
mas a genética é uma das principais, sendo estimado que 1 a cada 5 indivíduos com
deficiência intelectual possuam uma alteração genética como causa. Neste quesito,
especialistas trabalham em duas frentes para o diagnóstico molecular e para o aprimoramento
do tratamento dos pacientes, afirma a médica da Sociedade Brasileira de Genética Médica e
Genômica (SBGM), Débora Gusmão Melo.

“Uma das frentes de atuação tem foco no diagnóstico, ou seja, na etiologia da deficiência
intelectual com a incorporação das técnicas de biologia molecular na atenção à genética. A
partir disso, é possível com mais facilidade saber a causa, e em cima disso promover o
aconselhamento genético para família. Ainda, dependendo do caso, é possível promover um
tratamento mais específico ao paciente”, explica.

A outra linha de trabalho é a busca da qualidade de vida. De acordo com o Instituto Inclusão
Brasil 87% das crianças brasileiras com algum tipo de deficiência intelectual têm mais
dificuldades na aprendizagem escolar e na aquisição de novas competências, se comparadas a
crianças sem deficiência.

“A boa notícia é que não é só a medicina que tem evoluído para garantir mais qualidade de
vida para esses pacientes, mas a saúde de um modo geral. O tratamento multidisciplinar é
chave disso e queremos, no Congresso, tratar muito desse assunto. O paciente com
deficiência intelectual vai precisar do médico, mas também do terapeuta ocupacional, do
psicólogo, do fisioterapeuta, o pedagogo e, até mesmo, profissionais que estão mais voltados,
também, para educação do que para saúde”, afirma.

Os pacientes com deficiência intelectual ou cognitiva geralmente apresentam dificuldades para
resolver problemas, compreender ideias abstratas, estabelecer relações sociais, compreender
e obedecer a regras. A médica reforça a necessidade de, sempre, pensar na família como um
todo, o que inclui questões sociais e financeiras. Há gastos, muitas vezes, necessários para
garantir a qualidade de vida desse paciente. É preciso um amparo para a família.

O tema estará presente no Congresso Brasileiro de Genética Médica, que acontece entre os
dias 13 e 17 de maio na cidade de Curitiba.

Congresso Brasileiro de Genética Médica

O XXXII Congresso Brasileiro de Genética Médica contará com cinco dias de aulas e
apresentações reunindo as mais importantes autoridades nacionais e internacionais com
atuação na área. O evento é promovido pela Sociedade Brasileira de Genética Médica e
Genômica e acontece entre os dias 13 e 17 de maio de 2020 na Expo Unimed, em Curitiba
(PR). Outras informações podem ser obtidas no site cbgm2020.com.br. ...

RS completa 1º bimestre com queda de 17,4% em homicídios e de 22,2% em roubos de veículo


O Rio Grande do Sul encerrou o segundo mês de 2020 com 66 homicídios a menos do que no
mesmo período do ano passado. O acumulado de 314 assassinatos entre janeiro e fevereiro é
o menor para o 1º bimestre desde 2011, quando a soma foi de 301 vítimas, e também
representa queda de 17,4% na comparação com os 380 óbitos registrados em igual intervalo
de 2019.

A análise dos indicadores criminais monitorados pela Secretaria da Segurança Pública (SSP)
mostra que o foco territorial adotado pelo programa RS Seguro segue puxando as reduções
verificadas ao longo de todo o ano passado.

Implantando em fevereiro de 2019, o RS Seguro completou 12 meses consecutivos de
reduções no número de vítimas de homicídio no conjunto de 18 cidades que, nos últimos 10
anos, concentravam os maiores índices de criminalidade violenta. Na comparação entre
fevereiro do ano anterior e do atual, a queda foi de 7%, passando de 99 vítimas para 89.

Também houve leve redução na soma de latrocínios no Rio Grande do Sul. De 13 ocorrências
de roubo com morte contabilizadas no primeiro bimestre de 2019, o indicador baixou para 12
neste ano, o que equivale a 7,7% de retração e representa o menor acumulado desde 2012,
que teve 11 casos.

Em Porto Alegre, que integra o grupo de cidades sob atenção especial do RS Seguro, o
acumulado de homicídios nos dois primeiros meses do ano também registra queda. A soma de
52 vítimas é 24,6% menor do que as 69 registradas entre janeiro e fevereiro de 2019.

O primeiro bimestre também fechou com reduções expressivas nos indicadores de crimes
contra o patrimônio. Depois encerrar o ano passado com quase 5 mil roubos de veículos a
menos do que em 2018, o Estado mantém a retração, com 1.797 ocorrências nos dois meses
iniciais de 2020, 22,2% abaixo das 2.309 de igual período de 2019. Foram 512 carros que
deixaram de ser levados por assaltantes no Rio Grande do Sul, mais da metade em Porto
Alegre, onde os roubos de veículo, na mesma comparação, baixaram de 1.040 para 737.

Outro destaque é a diminuição dos ataques a transporte coletivo. Somadas as ocorrências
envolvendo passageiros e profissionais que trabalham em ônibus e lotações no Estado, houve
208 roubos entre janeiro e fevereiro, queda 43% em relação aos 365 registros do primeiro
bimestre do ano passado. A capital respondeu por um terço dessa redução, com os ataques a
coletivos baixando de 148 para 94 (-36,5%) na mesma comparação.

Queda ainda mais acentuada foi verificada nos ataques a banco. Considerando a soma de
roubos e furtos a estabelecimentos bancários no Rio Grande do Sul, a redução chegou a
45,5%, baixando de 22 ocorrências entre janeiro e fevereiro do ano passado para 12 no
primeiro bimestre de 2020. Na capital, onde haviam sido registrados seis ataques a banco nos
dois primeiros meses de 2019, o indicador foi zerado neste ano, sem qualquer episódio de
furto ou roubo à instituição financeira.

Um dos principais fatores para a retração quase pela metade dos delitos contra bancos no RS
é a Operação Angico, ação desenvolvida pela Brigada Militar com a análise de dados de
inteligência para antecipar e reprimir a ação de criminosos e quadrilhas especializadas nesse
tipo de crime. ...

Fepam apresenta sugestões de atividades que podem ter Licenciamento Ambiental por Compromisso


A Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) apresentou sugestões de atividades
passíveis de Licenciamento Ambiental por Compromisso (LAC) na reunião mensal do Conselho
Estadual do Meio Ambiente (Consema). Presidida pelo secretário adjunto da Secretaria do
Meio Ambiente e Infraestrutura (Sema), Paulo Roberto Dias Pereira, o encontro reuniu 28
entidades e seus representantes na tarde desta quinta-feira (12/3), no Centro Administrativo
do Estado, em Porto Alegre.

As chefias de divisões da Fepam elaboraram o documento que leva em consideração os
critérios de complexidade e o impacto ambiental. Essa primeira apresentação foi uma
sugestão da Fepam e ficou a cargo do Consema a deliberação de encaminhar o documento
para a Câmara de Gestão Compartilhada, responsável por ponderar e avaliar cada atividade a
partir de detalhes técnicos. Essa ação foi aprovada por unanimidade.

Durante a reunião também houve a aprovação, por unanimidade, dos ajustes na Resolução
315/2016, que estabelece critérios para o licenciamento da atividade de produção de carvão
vegetal em fornos.

Hidrelétricas

Outro item aprovado de forma unânime foi o encaminhamento para a Câmara Técnica da
Resolução 388/2018, que dispõe sobre os critérios e diretrizes gerais, bem como define os
estudos ambientais e os procedimentos básicos a serem seguidos no âmbito do licenciamento
ambiental de pequenas centrais hidrelétricas (PCHs) e centrais geradoras hidrelétricas (CGHs),

O programa Mais Água, Mais Renda esteve em pauta, com a votação para renovação imediata
da Licença de Operação. O Consema manteve posição favorável sobre o assunto e
recomendou que a licença fosse renovada em caráter excepcional. A permissão foi aprovado
com uma abstenção.
...

Morador de Campo Bom é o primeiro caso confirmado de coronavírus no Estado


O governo do Estado confirmou, na manhã desta terça-feira (10/3), em coletiva de
imprensa no Palácio Piratini, o primeiro caso de infecção pelo novo coronavírus no Rio
Grande do Sul. O homem, de 60 anos, morador de Campo Bom, esteve em Milão, na
Itália, entre 16 e 23 de fevereiro. Ele está em isolamento domiciliar e nenhum dos
familiares apresentou sintomas. Todos serão acompanhados até a melhora do quadro de
saúde.

“Sabíamos que esse dia poderia chegar. Não é o caso de alarmarmos a população, mas
é importante frisarmos a importância dos hábitos de higiene, como lavar as mãos, evitar
o chimarrão compartilhado e aderir a uma etiqueta respiratória ao tossir para não expor
terceiros ao contágio. Sabemos que isso gera tensão, mas fiquem tranquilos. Estamos
atuando e vamos continuar a monitorar os casos e a tomar todas as providências para
que possamos atender as pessoas", ressaltou o governador Eduardo Leite.

Até esta terça-feira (10/3), 190 casos suspeitos haviam sido notificados no Estado. Além
desse primeiro caso positivo, outros 103 casos já foram descartados e 86 estão sendo
investigados.

A identificação do novo coronavírus (SARS-Cov-2), causador da doença que levou o
nome de COVID-19, foi feita em exame no Laboratório Central do Rio Grande do Sul
(Lacen/RS) que, desde a última sexta-feira (6/3), realiza esse diagnóstico específico. De
sexta-feira até terça, o Lacen recebeu 122 amostras e já analisou 107. “É uma resposta
muito concreta de que o governo do Estado está fazendo a lição de casa”, avalia a
secretária da Saúde, Arita Bergmann.

A Secretaria de Saúde (SES) instalou, no dia 28 de janeiro, o Centro de Operações de
Emergência (COE) para monitorar a propagação e preparar a rede pública para uma
possível chegada do vírus. Por enquanto, há cinco hospitais de retaguarda preparados
para receber pacientes – o Hospital de Clínicas de Porto Alegre, o Complexo Hospitalar
Conceição, o Hospital Universitário de Canoas, o Hospital Municipal de Novo Hamburgo e
o Hospital São Vicente de Paulo, de Passo Fundo. A partir da confirmação de casos, o
número de hospitais pode aumentar. A orientação da SES é de que, ao constatar
sintomas, a pessoa se dirija à unidade de saúde mais próxima.

Para reforçar as medidas de prevenção, o Ministério da Saúde antecipou a vacina contra
a gripe para 23 de março. O público-alvo inicial é composto de idosos, faixa etária que
está mais propensa a quadros graves da doença, e profissionais da saúde.

Sobre o primeiro caso de coronavírus no Estado

– Homem, 60 anos, residente em Campo Bom
– Histórico de viagem para Milão (Itália)* entre 16 e 23 de fevereiro
– Início de sintomas de febre e tosse em 29 de fevereiro
– Atendido em clínica privada de Novo Hamburgo em 1º de março
– Avaliação médica com o quadro de sintomas leves
– Orientado a ficar em isolamento domiciliar até a melhora dos sintomas, sendo
monitorado pela vigilância epidemiológica do município
– Notificado ao Estado como suspeito em 2 de março
– Chegada das amostras de secreções das vias respiratórias ao Lacen/RS em 2 de março
– Realizados primeiros exames para painel de sete vírus respiratórios mais comuns no
país (influenza A e B, parainfluenza, adenovírus e vírus sincicial respiratório) em 3 e 4
de março, todos com resultado negativo
– Análise específica para o novo coronavírus (SARS-Cov-2) em 9/3 com resultado
positivo por meio de análise da carga genética do vírus
– Atual quadro de saúde do paciente é leve, persistindo a tosse
– Nenhum familiar residente no mesmo endereço apresenta sintomas, mas eles seguem
sendo monitorados até completar 14 dias do início dos sintomas do caso positivo (até a
próxima segunda-feira, 16 de março)
– Como já se passaram mais de 14 dias dos voos de regresso (período estimado de
incubação da doença), não se preconiza a verificação da lista de passageiros para a
busca ativa a outros suspeitos

* em 16/2, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a Itália tinha três casos
confirmados. Passando a 76 em 23/2. Até 9 de março esse número já tinha ido a mais
de 7,3 mil casos no país, com maior concentração na região da Lombardia, cuja capital é
Milão.

Ações no RS

A preparação do Estado para o enfrentamento da doença começou no início de janeiro
com acompanhamento das informações de casos por esse novo tipo de vírus na China.
Em 28 de fevereiro, a SES instituiu o Centro de Operações de Emergências (COE) para
investigar, manejar e notificar casos potencialmente suspeitos da infecção.

Na página da SES estão disponíveis as informações para a população em geral e
profissionais de saúde.

O que é a COVID-19?

É uma doença causada pelo novo tipo de coronavírus identificado neste ano, que leva o
nome de SARS-CoV-2. Ele pertence à família de vírus de mesmo nome que causa
infecções respiratórias. O vírus tem esse nome porque seu formato, quando observado
em microscópio, se assemelha a uma coroa.

Definição de suspeito de doença pelo coronavírus

Situação 1 – VIAJANTE:
Pessoa que apresente febre e pelo menos um dos sinais ou sintomas respiratórios
(tosse, dificuldade para respirar, escarro, congestão nasal, entre outros) e histórico de
viagem para país com transmissão sustentada ou área com transmissão local nos
últimos 14 dias;

Situação 2 – CONTATO PRÓXIMO:
Pessoa que apresente febre ou pelo menos um sinal ou sintoma respiratório (tosse,
dificuldade para respirar, escarro, congestão nasal, entre outros) e histórico de contato
com caso suspeito ou confirmado para COVID-19, nos últimos 14 dias;

Situação 3 – CONTATO DOMICILIAR:
Pessoa que manteve contato domiciliar com caso confirmado por COVID-19 nos últimos
14 dias e que apresente febre ou pelo menos um sinal ou sintoma respiratório (tosse,
dificuldade para respirar, escarro, congestão nasal, entre outros). ...

Venda de CNH falsa pela internet é isca para golpe de estelionato


O DetranRS alerta para a ocorrência de golpes envolvendo a emissão da Carteira Nacional
de Habilitação (CNH). Pessoas que se identificam como profissionais de Centros de
Formação de Condutores (CFCs) oferecem pela internet a venda da habilitação sem a
necessidade de todas as etapas legais (aulas e exames) exigidas por lei. Elas cobram um
valor de entrada para a emissão de documento, oferecendo como prova uma imagem que
simula o site da Autarquia com o documento sendo expedido.

Conforme a autarquia, não se tratam de centros credenciados envolvidos em crimes, mas
sim de estelionatários que usam a CNH como isca para obter o pagamento da entrada, não
entregando o documento.

Esse tipo de crime já foi identificado pela Corregedoria do DetranRS e encaminhado para a
Delegacia de Repressão aos Crimes Informáticos (DRCI), que integra o Departamento
Estadual de Investigações Criminais (Deic).

O diretor-geral Enio Bacci completa que “até hoje não foram flagrados documentos falsos
em blitzes no Rio Grande do Sul, o que demonstra que nosso processo é seguro. Ele foi
construído de forma compartimentada, exigindo a participação de muitos atores para
concluir o processo de habilitação, o que dificulta a irregularidade.” ...

Laboratório Central do Estado começa a fazer análises para o novo coronavírus


O Laboratório Central do Estado (Lacen-RS) começou nesta sexta-feira (6/3) os exames
específicos para o novo coronavírus. Neste primeiro dia, a análise foi realizada com
apoio de técnicos da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), do Rio de Janeiro, que produz os
insumos para os exames e para onde a Secretaria da Saúde (SES) enviava amostras
com as suspeitas da infecção. Com o teste sendo feito no RS, a expectativa é reduzir o
tempo para obter os resultados.

O diagnóstico para o novo coronavírus (Sars-CoV-2) amplia o painel de vírus de
transmissão respiratória analisados pelo Lacen, que até então investigava os tipos mais
comuns em circulação no país (influenza A e B, três tipos de parainfluenza, adenovírus e
vírus sincicial respiratório). A primeira carga de exames teve resultado negativo para o
vírus em todas as amostras. Contudo, os dados ainda precisam ser classificados e
tabulados no sistema para serem contabilizados nos balanços diários da SES, que já
tinha o balanço desta sexta-feira (6/3) finalizado no momento do resultado.

Identificação da carga genética

O exame para o coronavírus é um teste de biologia molecular que identifica a carga
genética do vírus. A cada rodada, com cerca de 30 testes ao mesmo tempo, são
utilizados um exemplar positivo e o outro negativo para controle.

Para a análise, o Lacen utiliza amostras de secreções das vias respiratórias (do nariz e
garganta) dos casos suspeitos. Esses materiais são coletados das pessoas com a
suspeita da doença com o uso de swabs, um tipo de hastes longas de plástico com
algodões em suas pontas, ou então são aspirados por sonda. Assim que chegam ao
laboratório, essas amostras passam por diferentes estágios de preparação e extração da
carga viral das moléculas até chegar a etapa final do processo. ...

Nova base de dados mapeará casos de violência nas escolas estaduais


Uma nova plataforma de monitoramento online dos casos de violência nas escolas
estaduais foi lançada na tarde desta quinta-feira (5/3) pela Secretaria da Educação
(Seduc), por meio do Programa Comissões Internas de Prevenção de Acidentes e
Violência Escolar (Cipave+). Durante o ato, realizado no Auditório do Ministério Público
Estadual, houve ainda uma capacitação para gestores e professores de 80 instituições de
ensino de abrangência do Programa RS Seguro, que vão aderir de forma experimental
ao acompanhamento.

A nova plataforma, por estar estruturada com base no formulário do Sistema de
Informação de Agravos de Notificação (Sinan), além de monitorar questões que
envolvem violência escolar, fornecerá dados para o Centro Estadual de Vigilância em
Saúde (CEVS), podendo disponibilizar informações com validade metodológica para
outras secretarias de Estado e municípios.

Na abertura do evento, o secretário da Educação, Faisal Karam, ressaltou a importância
do compartilhamento de dados e da interação entre as secretarias para a elaboração de
políticas públicas mais ágeis e eficazes para a população. “O governo do Estado tem
buscado, por meio de diversas iniciativas, tornar a gestão pública informatizada e
interligada, possibilitando a criação de um sistema que permita acompanhar a trajetória
do estudante e atender a suas necessidades”, explicou.

Conforme o representante do gabinete do vice-governador e secretário executivo do
Programa RS Seguro, delegado Antônio Padilha, a transversalidade dos dados é
fundamental para que ocorram ações conjuntas entre os órgãos governamentais. “Não
adianta nós pensarmos somente em segurança, se não tivermos cuidados com a
assistência social, com a saúde, com a educação e com todas as secretarias. Somente
assim teremos a prevenção da violência como tema central e prioritário”, destacou.

A secretária adjunta da Saúde, Ana Lúcia Pires, falou sobre a importância de concretizar
uma base de dados compartilhada que permita uma melhor elaboração de ações de
governo. “Bons projetos acontecem quando há união de esforços, quando retiramos as
especificidades dos assuntos e trabalhamos de forma conjunta e atenciosa sobre as
questões. As nossas crianças e os nossos jovens são os mesmos. São as pessoas que
circulam pelos serviços do Estado e que se transformam no nosso público-alvo para a
implementação de políticas de educação, de segurança, saúde e assistência social”,
disse.

A secretária de Trabalho e Assistência Social, Regina Becker, elogiou a iniciativa da
criação da plataforma. “Este trabalho, promovido pelo Programa Cipave+, proporciona a
possibilidade da construção de políticas públicas conjuntas. As alternativas para estas
questões de violência envolvem uma atuação efetiva, sistêmica e permanente das
diversas áreas do governo do Estado”, afirmou.

Nova plataforma

A coordenação da Cipave+, a Secretaria Estadual da Saúde (SES), por meio do
Departamento de Ações em Saúde (DAS) e do Centro Estadual de Vigilância em Saúde
(CEVS), a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e o Instituto Federal do
Rio Grande do Sul (IFRS), campus Restinga, foram os responsáveis pela elaboração do
novo sistema operacional de apuração da violência nas escolas.

Além disso, a parceria com as universidades possibilitará que os professores e
assessores Cipave+ das coordenadorias Regionais da Educação participem de
capacitações continuadas sobre a plataforma e seus conceitos, tendo disponível um
curso online. ...

Ainda há desconto para quem quitar o IPVA em março


Proprietários de veículos licenciados no Rio Grande do Sul ainda podem ter desconto
máximo de 20,8% pelo pagamento antecipado em março do IPVA 2020 (Imposto sobre
a Propriedade de Veículos Automotores). Essa redução máxima conta com 1% pela
antecipação do pagamento mais a soma das vantagens dos programas Bom Motorista
(até 15%) e do Bom Cidadão (até 5%). A quitação do tributo precisa ser realizada até
31 de março nos bancos credenciados. Quem optou pelo parcelamento do IPVA também
precisa pagar até 31 de março a terceira parcela.

Para consultar o valor a ser pago, assim como multas e pendências, os contribuintes
podem acessar o site específico sobre o imposto (www.ipva.rs.gov.br) ou o aplicativo
para dispositivos móveis IPVA RS, disponível gratuitamente na App Store e na Google
Play.

O pagamento pode ser feito presencialmente ou no sistema online de Banrisul,
Bradesco, Santander, Sicredi, Banco do Brasil (somente para clientes) ou nas agências
lotéricas da Caixa. Basta ter em mãos o Certificado de Registro e Licenciamento do
Veículo (CRLV) ou a placa e o Renavam do veículo.

Descontos

Os descontos de Bom Motorista e Bom Cidadão podem ser acumulados e são válidos
para pagamento de IPVA antecipado, parcelado ou conforme o calendário de vencimento
por placas no mês de abril.

Os condutores que não receberam multas nos últimos três anos terão dedução de Bom
Motorista de 15% no valor do tributo. Para quem não foi multado há dois anos, o índice
é de 10%, e para quem ficou um ano sem infrações, o abatimento é de 5%.

O desconto do Bom Cidadão, por sua vez, dará aos proprietários de veículos, inscritos no
programa Nota Fiscal Gaúcha, desconto de 5% para os que acumularam no mínimo 150
notas fiscais com CPF, 3% para os que tiveram entre 100 e 149 notas e 1% para quem
acumulou entre 51 e 99 notas.

Dúvidas

Quem tiver questões referentes a cadastros de veículos, licenciamentos e multas de
trânsito pode procurar diretamente o Detran-RS e postos de Centro de Registro de
Veículos Automotores (CRVA). Outras eventuais dúvidas podem ser esclarecidas por
meio do canal “Dúvidas Frequentes” ou pelo “Plantão Fiscal Virtual”, ferramenta online
disponível no site da Receita Estadual.

A partir do IPVA 2020, a Receita Estadual e o Detran-RS utilizarão a mesma base de
dados para cadastramento dos cidadãos que desejam receber informações sobre o
tributo via e-mail e celular. Para se cadastrar, basta acessar o site do Detran-RS, clicar
na opção “Entre ou Cadastre-se” e autorizar o envio de mensagens por e-mail e SMS. O
cadastramento dos e-mails também pode ser feito nos sites do IPVA e da Receita
Estadual.

Para IPVA de exercícios anteriores (inscritos em Dívida Ativa), os pagamentos devem ser
realizados direta e exclusivamente no Banrisul, Banco do Brasil (somente para
correntistas) e Banco Sicredi. ...

Quem são os consumidores da nova década?


Novo perfil de cliente exige estratégias inovadoras que melhorem sua experiência com
as marcas e agilizem a comunicação

O novo perfil de cliente está profundamente conectado às inovações tecnológicas, é mais
exigente e atento às tendências do mercado e vive em uma realidade na qual através do
smartphone pode ter uma experiência surpreendente ou solucionar problemas em
poucos cliques e de qualquer lugar.

O cenário de oportunidades resultante da transformação digital não mudou apenas o
consumidor ou a forma como as empresas estruturam seus serviços, mas também a
relação entre os consumidores e vendedores. Para atender a esse novo perfil de cliente,
as empresas precisam ter uma visão moderna sobre como traçar estratégias de vendas,
marketing e relacionamento.

De acordo com Deivis Santos, CBO (Chief Business Officer) da Nexcore Tecnologia,
garantir a satisfação do consumidor 5.0 exige algumas mudanças por parte das
empresas, algumas muito simples e eficazes, é o caso da implantação de softwares
inteligentes de gestão, por exemplo. "As empresas precisam estar preparadas para
atender as exigências do cliente em tempo hábil, solucionar problemas de forma eficaz e
se comunicar de uma maneira humanizada. Como consequência, irão fidelizar e
aumentar o índice de satisfação do cliente", comenta.

Para atrair o consumidor 5.0 é necessário investir na experiência do usuário, a adoção
de um sistema de atendimento Omnichannel, que é uma estratégia de comunicação
multicanal irá melhorar a experiência do usuário, além de unificar toda a comunicação e
melhorar a gestão e fluxo do histórico de atendimento.

Outra forma de aproximar essa cliente é realizando o uso de análises de dados para
moldar serviços e soluções e a implementação de metodologias de trabalho flexíveis.
"Esses passos permitem que o negócio seja mais atraente para o consumidor 5.0. A
empresa terá uma cadeia operacional e um portfólio de produtos inovadores e flexíveis,
conquistando até mesmo os clientes mais exigentes", afirma Deivis Santos.

NEXCORE

Fundada em 2011, a Nexcore Tecnologia, oferece soluções em atendimento e
comunicação Omnichannel para empresas que precisam otimizar e personalizar o
relacionamento com seus clientes, além de unificar todo o histórico de comunicação. É
referência nacional no segmento e tem sua matriz em Curitiba (PR). O software pode ser
customizado de acordo com a necessidade de cada empresa e se adequa em
empreendimentos de médio e grande porte. Acesse: http://www.nexcore.com.br.
...

Casas Bahia e Pontofrio preparam ações e ofertas para Dia do Consumidor


Comemorado mundialmente no dia 15 de março, o Dia do Consumidor vem
conquistando os brasileiros e se apresentando como oportunidade para o comércio
promover descontos e ações de reconhecimento aos clientes. A Via Varejo, por meio de
suas marcas Casas Bahia e Pontofrio, está se preparando com uma série de ações,
incluindo ofertas com até 70% de desconto em diversas categorias e condições de
pagamentos diferenciadas entre os dias 1º. e 16 de março, com destaque para
parcelamento em até 30x sem juros nos cartões das lojas em produtos selecionados. O
consumidor poderá contar com esses benefícios tanto nas mais de 1000 lojas espalhadas
por todo Brasil, quanto para os sites e aplicativos das marcas.

"O Dia do Consumidor comprovadamente tem se consolidado como uma data esperada
pelos clientes dentro do calendário de compras. E uma oportunidade não só para
homenagear nossos clientes, como oferecer bons descontos já no primeiro trimestre do
ano", revela Abel Ornelas, vice-presidente de Vendas e Operações da Via Varejo.

Para a ocasião, Casas Bahia e Pontofrio estão investindo fortemente em comunicação.
"Teremos filmes em TV aberta e ativações nas lojas e canais online, todos bem focados
no bom relacionamento das marcas com o consumidor", completa Ornelas.

Confira abaixo mais detalhes de cada marca para a data:

Casas Bahia -- Do jeito que o povo gosta
Começa a veicular na TV aberta, no dia 1º. de março, a campanha "Do jeito que o povo
gosta", criada pela Y&R e estrelada pelo jornalista Marcio Canuto, conhecido por sua
irreverência e jeito eletrizante de anunciar as notícias. Canuto atuará com o garoto
propaganda da marca, Fabiano Augusto. Ambos destacarão as ofertas e condições
especiais de pagamento.

Pontofrio - Você sabe que merece
Já o Pontofrio vem com ação bem focada em atendimento, com os clientes como
protagonistas. Intitulada, "Você sabe que merece", a campanha veicula até dia 16 de
março na TV e canais online da marca. Durante a comunicação também serão
destacados ofertas selecionadas, descontos de até 70% e condições de pagamento de
até 30x sem juros no cartão da marca. ...

Secretarias da Saúde e Educação orientam escolas sobre a prevenção ao coronavírus


As secretarias da Saúde (SES) e Educação (Seduc) divulgaram uma nota informativa
conjunta às escolas públicas e privadas com medidas de prevenção ao coronavírus. O
material traz orientações principalmente sobre a higiene das mãos e a etiqueta
respiratória, que é o conjunto de atitudes que devem ser tomadas ao tossir ou espirrar.

As recomendações são fundamentais para ambientes escolares, de qualquer nível de
ensino, tendo em vista que as escolas são ambientes fechados, com grande número de
pessoas e com realização frequente de atividades coletivas. Além de prevenir o novo
coronavírus, as medidas são importantes ferramentas para evitar a transmissão de
doenças como a gripe (influenza), o sarampo e a meningite bacteriana.

A nota explica que a doença causada pelo novo coronavírus (Covid-19) apresenta
sintomas semelhantes às demais gripes: febre acompanhada de algum desconforto
respiratório (tosse, coriza ou dificuldade de respirar, por exemplo). A transmissão ocorre
pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva,
espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo (toque ou aperto de mão) e contato
com objetos ou superfícies contaminadas seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.
Por isso, hábitos de higiene são as principais formas de prevenção.

Medidas individuais para profissionais, alunos e responsáveis

A recomendação a quem frequenta esses ambientes – independentemente se aluno,
professor ou funcionário – é higienizar as mãos com água e sabão antes das refeições,
após tossir, espirrar ou usar o banheiro. Quando a mão não estiver mais com alguma
sujeira visível, o álcool gel funciona como um complemento à higienização. Também
deve ser evitado tocar em olhos, nariz ou boca após tossir ou espirrar ou após contato
com superfícies, assim como não compartilhar alimentos, copos, toalhas e objetos de
uso pessoal.

Ao tossir ou espirrar, proteger boca e nariz com a parte interna do cotovelo ou com
lenços (preferencialmente descartáveis). Essas medidas integram a chamada etiqueta
respiratória, essencial para evitar a disseminação de gotículas das secreções no
ambiente.

A nota também faz a advertência de que o uso de máscaras por pessoas sem sintomas
não representa uma medida de prevenção quando adotada de forma isolada. A lavagem
de mãos e a etiqueta respiratória se constituem em medidas de maior efetividade. Além
disso, o uso da máscara sem os outros hábitos de higiene pode prejudicar sua eficácia
na redução do risco de transmissão.

Medidas institucionais

Às instituições de ensino, recomenda-se a promoção de atividades educativas sobre
higiene de mãos e etiqueta respiratória. O hábito pode ser estimulado provendo,
conforme as possibilidades, lavatório ou pia com dispensador de sabonete líquido,
suporte com papel toalha, lixeira com tampa de acionamento por pedal e dispensadores
de álcool gel em pontos de maior circulação (recepção, corredores e refeitório).

A limpeza e desinfecção das superfícies das salas de aula e demais espaços da escola
(classes, cadeiras, mesas, aparelhos, bebedouros e equipamentos de educação física)
devem ser feitas após o uso. Preconiza-se a limpeza com detergente neutro, seguida de
desinfecção com álcool 70% ou hipoclorito de sódio.

Equipamentos de consumo de água de contato direto da boca com torneiras e
bebedouros não são recomendados. Deve ser, dentro do possível, estimulado o uso de
recipientes individuais para o consumo. As demais orientações são para manter os
ambientes arejados por ventilação natural (portas e janelas abertas) e evitar atividades
que envolvam grandes aglomerações em ambientes fechados, durante o período de
circulação dos agentes causadores de síndromes gripais, como o novo coronavírus.

Alunos ou profissionais que apresentem febre e sintomas respiratórios (como tosse e
coriza) são orientados a procurar atendimento em serviço de saúde e, conforme
recomendação médica, manter afastamento das atividades. Em caso de dúvidas ou
outros tipos de solicitação, a Secretaria da Saúde conta com o serviço do Disque
Vigilância, através do telefone 150. Mais informações na área especial do site da SES. ...

Operação Império da Lei transfere 18 líderes de facções para fora do RS


O governo do Estado executou nesta terça-feira (3/3) a maior ação planejada até o
momento pelo programa RS Seguro. Com a participação de mais de 1,3 mil agentes e o
emprego de 306 viaturas, sete aeronaves – seis helicópteros e um avião – e quatro
embarcações, as secretarias da Segurança Pública (SSP) e da Administração
Penitenciária (Seapen) deflagraram a Operação Império da Lei, que transferiu do
município de Charqueadas 18 detentos com posição de liderança nas principais
organizações criminosas gaúchas para penitenciárias federais fora do Rio Grande do Sul.
A ação contou com a participação de 15 instituições das esferas estadual e federal.

Foram transferidos Alexandre dos Santos Teixeira, Bruno Fernando Sanhudo Teixeira,
Cristian dos Santos Ferreira, Diogo Dutra Cachoeira, Emerson Alex dos Santos Vieira,
Giodarny Bonocore da Silva, Ivan Richetti, Leandro Ribeiro Pereira, Liomar Antônio de
Oliveira, Luis David Amaral de Souza, Luiz Fernando de Oliveira Jardim, Márcio Fabiano
Carvalho, Marizan de Freitas, Michel de Souza da Silva, Rogerio Soares, Tiago Rafael
Leges Ferreira, Vladimir Cardoso Soares e Wagner Wilian Domingues da Cruz. Todos
faziam parte do comando de organizações criminosas do Estado. Os 18 ficarão isolados
em penitenciárias federais – o destino individual não será revelado por questão de
segurança.

Pelo RS atuaram Brigada Militar (BM), Polícia Civil (PC), Instituto-Geral de Perícias (IGP),
Corpo de Bombeiros Militar (CBM), Superintendência dos Serviços Penitenciários
(Susepe), Ministério Público e Poder Judiciário. A Secretaria da Saúde apoiou com
acompanhamento do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Pela União, a
partir de determinação do ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sergio Moro, para
apoio do Departamento Penitenciário Nacional (Depen) e da Secretaria de Operações
Integradas (Seopi), somaram-se esforços de Polícia Federal (PF), Polícia Rodoviária
Federal (PRF), Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Exército, Aeronáutica e Marinha.

O superintendente regional da Polícia Federal no RS, Alexandre Isbarrola, atribuiu ao
alinhamento total das instituições o sucesso da medida em todos os âmbitos. “Ações
como a de hoje demonstram a importância da atuação integrada entre as instituições no
combate às organizações criminosas, que têm como resultado a melhoria da segurança
pública no Estado”, disse.

O procurador-geral de Justiça, Fabiano Dallazen, também destacou os efeitos positivos
do trabalho interinstitucional. “A Segurança Pública, juntamente com o Ministério Público
e o Poder Judiciário, e o apoio de várias instituições em âmbito estadual e federal,
trabalham para desidratar as facções que alimentavam o crime no Rio Grande do Sul. O
resultado dessas ações continuadas tem sido a queda dos índices de criminalidade, e
essa ação vem nesse sentido, fortalecendo ainda mais a presença do Estado e buscando
o enfraquecimento das facções pelo isolamento de seus líderes”, avaliou ...

30ª Edição Estadual e 15ª Edição Internacional do Rodeio de Charqueadas inicia quinta-feira (05)


Inicia nesta semana o tão esperado Rodeio de Charqueadas, a festa começa na quinta-feira
(05) e vai até domingo (08). Este ano o evento terá shows de grandes nomes da música
gaúcha, além de bandas locais, provas campeiras e artísticas, que acontecerão ao logo
deste quatro dias de festa.
A entrada no Parque de Eventos, local onde ocorrerá o evento, é gratuita, assim como os
shows principais que acontecerão ao ar livre.
Para receber as centenas de pessoas que irão visitar o Parque de Eventos para participar da
do Rodeio a Prefeitura está realizando várias melhorias no local, como a construção de uma
área coberta para proteger os visitantes da chuva e do sol forte.
A programação campeira inicia às 16 horas da quinta-feira, dia 05. Na sexta-feira haverá o
fandango animando o evento, à partir das 22 horas, com apresentação do Grupo Matizes, já
no sábado o baile inicia às 23 horas com a animação do Grupo Nosso Balanço. E no
domingo pela parte da manhã iniciam as provas artística.
Não deixe de participar desta grande festa tradicionalista.
Clique no link abaixo para baixar o chasque do Rodeio e ficar por dentro de toda a
programação artística e campeira.
https://www.charqueadas.rs.gov.br/static/files/rodeio/chasque.pdf
...




Edição n° 201 - Março de 2020

Selecionar Edição
  • Edição n° 201
  • Edição n° 200
  • Edição n° 199







  • Av. Roque J. O. Giacomelli, nº 542, Pq. Eldorado - Eldorado do Sul - Fone (51) 3481 1821