Eldorado do Sul, Guaíba e Região Carbonífera, 24 de Outubro de 2020. Página Inicial | Contato
SEÇÕES
Artigo
Educação
Eldorado do Sul
Especial
Geral
Guaíba
Produtos e Serviços
Região Carbonífera
Saúde
Flagrante na Foto
Anunciantes
LINKS
Portal Eldorado
Lantec
Envie sua Mensagem

Você é o visitante n°
31638712


Edicão n° 208 de Outubro 2020


Lacen se aproxima dos 50 mil testes de Covid-19 realizados desde março
02/09/2020

O Laboratório Central do Estado (Lacen-RS) está próximo de alcançar a marca de 50 mil
testes de biologia molecular para a identificação da Covid-19. Em média, são 400
exames realizados diariamente, com resultados liberados em até dois dias para 90% dos
casos.

A Secretaria da Saúde (SES) reforça ainda esse tipo de análise, considerada padrão-ouro
(serve como referência) para o diagnóstico do coronavírus, com a distribuição de mais
de 17 mil insumos para testes em laboratórios parceiros e outras 27 mil amostras
enviadas para testagem fora do Estado pelo projeto Testar RS.

Somente em agosto foram cerca de 12 mil testes realizados pelo Lacen. Desses, 90%
tiveram o resultado em até dois dias desde a chegada da amostra na unidade em Porto
Alegre.

Análises no Lacen para Covid-19 em agosto:

Resultado no mesmo dia do recebimento: 665 (5,6%)
Resultado no dia seguinte: 6.343 (53%)
Resultado em dois dias: 3.771 (31,5%)
Resultado em três dias: 1.161 (9,7%)
Resultado em quatro dias: 28 (0,2%)
Resultado cinco ou mais dias depois: 8 (menos de 0,1%)

A análise de biologia molecular é considerada padrão-ouro por identificar a presença do
Sars-CoV-2 (vírus causador da Covid-19) em amostras de secreções das vias
respiratórias (do nariz e garganta) dos casos suspeitos. Esses materiais são coletados
com o uso de um tipo hastes de plástico parecidas com cotonetes (swabs) ou com
aspirados por sonda.

Assim que chegam ao laboratório, as amostras passam por diferentes estágios de
preparação e extração do material genético das moléculas (RNA) até chegar ao
resultado final. Essa técnica leva o nome de RT-PCR (sigla que em inglês para reação em
cadeia da polimerase acoplada a transcriptase reversa).

O Lacen do Rio Grande do Sul foi um dos primeiros laboratórios estaduais em que a
Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) descentralizou o diagnóstico do coronavírus. Antes de
6 de março, todos os casos suspeitos tinham de ter as amostras enviadas para exame
no Rio de Janeiro. Mesmo que em número ainda pequeno, os resultados levavam,
normalmente, mais de uma semana.

O envio de amostras para outros Estados voltou no final de julho, com o lançamento do
projeto Testar RS, que amplia a testagem para detecção do novo coronavírus. Desde
então, mais de 27 mil amostras já foram enviadas para análise em laboratórios de
referência no Paraná, no Rio de Janeiro e em São Paulo. A meta é, de forma gradativa,
aumentar esse número para até 7 mil testes diários. A estratégia é resultado de trabalho
conjunto da SES com o Ministério da Saúde e o programa Todos pela Saúde.

Além disso, o Lacen conta ainda com o apoio de outros laboratórios públicos parceiros,
que com insumos distribuídos pela SES também realizam testes para Covid-19. Até o
momento, mais de 17 mil insumos para exames de RT-PCR foram encaminhados para
laboratórios em Porto Alegre, Caxias do Sul, São Leopoldo, Uruguaiana, Santa Maria e
Rio Grande.

O RT-PCR é recomendado para todas as pessoas que internem por algum agravo
respiratório (chamado de Síndrome Respiratória Aguda Grave). Também fazem esse tipo
de análise as pessoas com síndrome gripal (febre acompanhada de algum desconforto
respiratório que não precise de hospitalização) de 37 municípios prioritários, previstos
no Testar RS. Gradativamente está prevista a ampliação desse número de cidades.

Testes rápidos

O outro tipo de exame disponível pela rede pública são os testes rápidos de anticorpos.
A Secretaria da Saúde distribuiu esse ano mais de 348 mil testes rápidos a todos os
municípios. Esses exames detectam a presença da resposta imunológica do organismo à
infecção pelo Sars-CoV-2, o vírus causador da Covid-19.

Para que o nível de anticorpos seja suficiente para a sua identificação, sua aplicação é
recomendada após 10 dias desde o início dos sintomas. É utilizado com a coleta de uma
gota de sangue da ponta de um dedo. O resultado sai em 15 minutos.






Edicão n° 208 de Outubro 2020
15/10/2020 - Escolas da rede pública estadual iniciam retomada de atividades presenciais a partir da próxima terça, dia 20
15/10/2020 - Estado e Ministério da Saúde discutem distribuição da vacina contra a Covid-19
15/10/2020 - Hemocentro do Estado precisa de doações de sangue com urgência
15/10/2020 - Roubo de veículos cai 39,8% em setembro e fica abaixo de 500 casos pela primeira vez no RS
05/10/2020 - RS mantém uma região com bandeira vermelha na 22ª semana do Distanciamento Controlado
05/10/2020 - Secretaria da Saúde inicia curso de cuidadores de idosos com duração de 80 horas/aula
05/10/2020 - Mobilização já devolveu 165 respiradores consertados a hospitais gaúchos
05/10/2020 - RS habilita mais 78 leitos de UTI adulto para atendimento da Covid-19
05/10/2020 - Expointer Digital 2020 deixa legado para próximas edições
05/10/2020 - Live explica regras de participação do 1º Festival Cinema Negro em Ação
05/10/2020 - Turismo gaúcho: crise e oportunidade
05/10/2020 - Prefeitura mantém suspensão das aulas presenciais até o dia 31 de outubro
05/10/2020 - Boletim de Atualização sobre Covid-19 em Eldorado do Sul
05/10/2020 - Guaíba é tema de livro
05/10/2020 - Boletim Atualização Covid-19 em Butiá
05/10/2020 - Boletim Covid 19 em Charqueadas
05/10/2020 - DNIT executa serviços de manutenção nas BRs 290, 116, 470 e 471/RS
05/10/2020 - Inauguração de nova unidade e exposição sobre as origens do Hospital Moinhos de Vento marcam os 93 anos da instituição
01/10/2020 - Relação da COVID-19 e com as manifestações na pele é destaque em palestra online



Edição n° 208 - Outubro 2020

Selecionar Edição
  • Edição n° 208
  • Edição n° 207
  • Edição n° 206







  • Av. Roque J. O. Giacomelli, nº 542, Pq. Eldorado - Eldorado do Sul - Fone (51) 3481 1821