Eldorado do Sul, Guaíba e Região Carbonífera, 23 de Novembro de 2020. Página Inicial | Contato
SEÇÕES
Artigo
Educação
Eldorado do Sul
Especial
Geral
Guaíba
Produtos e Serviços
Região Carbonífera
Saúde
Flagrante na Foto
Anunciantes
LINKS
Portal Eldorado
Lantec
Envie sua Mensagem

Você é o visitante n°
31745296


Edicão n° 209 de Novembro 2020


Com avanço da crise, dificuldades em pagar as dívidas se agravam para famílias que ganham menos de dez salários mínimos
02/06/2020

A Fecomércio-RS está divulgando hoje a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do
Consumidor (PEIC) e os resultados de maio apontam para os efeitos da crise trazida pelo
novo coronavírus. Coletados nos últimos dez dias de abril, os dados dão sinais de
endividamento e inadimplência das famílias. Depois de nove quedas consecutivas
mensais, o percentual de famílias endividadas voltou a subir e registrou 61,0% ante
59,1% em abril, influenciado pelo grupo de famílias com renda menor que dez salários
mínimos (80,7% da amostra), que tiveram aumento de 61,7% em abril para 65,2% em
maio.

Em um momento em que muitas famílias tiveram redução inesperada de renda, a
utilização do crédito é a alternativa para manter momentaneamente o consumo
corrente. Na PEIC-RS de maio, o cartão de crédito (tipo de dívida mais comum entre as
famílias) teve novo avanço, sendo utilizado por 88,3% dos endividados. Para aqueles
que já tinham acesso a esse meio, o resultado pode estar relacionado a um uso maior
tanto para permitir a continuidade do consumo de bens básicos momentaneamente,
quanto como forma pagamento compras online, sobretudo alimentos e refeições.

A pesquisa destacou também que, com a redução abrupta do consumo de bens e
serviços diante do isolamento social, a parcela da renda direcionada a esses itens teve
redução, movimento que pode ajudar a explicar a intensificação da queda da parcela de
renda correspondente a dívidas, com o comprometimento médio da renda das famílias
ficando em 21,0%, menor valor desde janeiro de 2014.

Embora o crédito seja uma alternativa para passar por esse momento, com muitas
famílias renegociando e repactuando suas dívidas, a situação financeira para quitar as
contas em aberto para uma parcela dos gaúchos tem ficado mais difícil com o impacto
da crise sobre a renda e o emprego. A análise do aumento contido nos indicadores de
inadimplência da PEIC-RS para todos os entrevistados, percentual de famílias com
contas em atraso (27,5% ante 26,6% em abril) e percentual de famílias que não terão
condições de pagar suas contas (13,5% ante 12,7% no mês anterior), revela
movimentos diferentes entre os grupos de renda, com piora na inadimplência para
famílias com renda inferior a dez salários mínimos. Nesse grupo, 31,3% das famílias
relataram estar com dívidas atrasadas (30,0% em abril) e 16,1% referiram não ter
perspectiva de regularizar nenhuma parte de suas dívidas em atraso em 30 dias (14,6%
em abril).

“A situação para famílias que se viram sem renda do dia para noite em março piorou em
abril com o avanço da crise e ainda mais famílias passaram a enfrentar dificuldades. A
evolução do quadro de inadimplência que veremos nos próximos meses vai depender do
tempo de reação para sair da crise, que tende a ser tanto menor quanto mais efetivas
forem as medidas de suporte à renda e ao emprego e quanto mais consistente for a
volta gradual das atividades econômicas”, afirmou o presidente da Fecomércio-RS, Luiz
Carlos Bohn.






Edicão n° 209 de Novembro 2020
17/11/2020 - Governo detalha projetos de privatização, modernização da gestão e equilíbrio fiscal
17/11/2020 - Veículos históricos da Brigada Militar são expostos em Porto Alegre
17/11/2020 - Usuários do IPE Saúde poderão fazer radioterapia no Hospital Ernesto Dornelles
17/11/2020 - Regiões precisam ficar duas semanas em vermelho para interromper aulas
17/11/2020 - Com quatro recursos aceitos, mapa definitivo da 28ª semana tem sete regiões em vermelho
17/11/2020 - Imunoterapia para o tratamento de câncer de pulmão é tema de palestra promovida pelo Hospital Moinhos de Vento
06/11/2020 - RS tem 15 regiões com taxa de óbito menor do que a média estadual
06/11/2020 - IPE Saúde realiza 400 atendimentos presenciais na primeira semana de reabertura
06/11/2020 - Rio Grande do Sul tem três regiões classificadas em risco alto
06/11/2020 - Polícia Civil realiza operação em Nova Santa Rita para combater violência doméstica
06/11/2020 - Agências FGTAS/Sine contabilizam 470 vagas de trabalho no litoral
06/11/2020 - Justiça decide que escolas estaduais podem retomar aulas presenciais a partir desta sexta, dia 6
06/11/2020 - Novembro Azul alerta para a importância da prevenção ao câncer de próstata
06/11/2020 - Hospital Moinhos de Vento inaugura laboratório de patologia
06/11/2020 - Comunidade do trânsito em alerta
06/11/2020 - Dnit inicia instalação de radares cumprindo acordo homologado após ação popular.
06/11/2020 - Prorrogada a Campanha Nacional de Vacinação
06/11/2020 - Boletim de atualização da situação do coronavírus em Guaíba.
06/11/2020 - Vacinação em Guaíba



Edição n° 209 - Novembro 2020

Selecionar Edição
  • Edição n° 209
  • Edição n° 208
  • Edição n° 207







  • Av. Roque J. O. Giacomelli, nº 542, Pq. Eldorado - Eldorado do Sul - Fone (51) 3481 1821