Eldorado do Sul, Guaíba e Região Carbonífera, 03 de Junho de 2020. Página Inicial | Contato
SEÇÕES
Artigo
Educação
Eldorado do Sul
Especial
Geral
Guaíba
Produtos e Serviços
Região Carbonífera
Saúde
Flagrante na Foto
Anunciantes
LINKS
Portal Eldorado
Lantec
Envie sua Mensagem

Você é o visitante n°
31248795


Edicão n° 204 de Junho 2020


Abordagem multidisciplinar é fundamental no atendimento de pacientes com deficiência intelectual
13/03/2020

Dados do IBGE apontam que aproximadamente 1,5% da população brasileira possui algum
grau de deficiência intelectual. As causas da deficiência intelectual são variadas e complexas,
mas a genética é uma das principais, sendo estimado que 1 a cada 5 indivíduos com
deficiência intelectual possuam uma alteração genética como causa. Neste quesito,
especialistas trabalham em duas frentes para o diagnóstico molecular e para o aprimoramento
do tratamento dos pacientes, afirma a médica da Sociedade Brasileira de Genética Médica e
Genômica (SBGM), Débora Gusmão Melo.

“Uma das frentes de atuação tem foco no diagnóstico, ou seja, na etiologia da deficiência
intelectual com a incorporação das técnicas de biologia molecular na atenção à genética. A
partir disso, é possível com mais facilidade saber a causa, e em cima disso promover o
aconselhamento genético para família. Ainda, dependendo do caso, é possível promover um
tratamento mais específico ao paciente”, explica.

A outra linha de trabalho é a busca da qualidade de vida. De acordo com o Instituto Inclusão
Brasil 87% das crianças brasileiras com algum tipo de deficiência intelectual têm mais
dificuldades na aprendizagem escolar e na aquisição de novas competências, se comparadas a
crianças sem deficiência.

“A boa notícia é que não é só a medicina que tem evoluído para garantir mais qualidade de
vida para esses pacientes, mas a saúde de um modo geral. O tratamento multidisciplinar é
chave disso e queremos, no Congresso, tratar muito desse assunto. O paciente com
deficiência intelectual vai precisar do médico, mas também do terapeuta ocupacional, do
psicólogo, do fisioterapeuta, o pedagogo e, até mesmo, profissionais que estão mais voltados,
também, para educação do que para saúde”, afirma.

Os pacientes com deficiência intelectual ou cognitiva geralmente apresentam dificuldades para
resolver problemas, compreender ideias abstratas, estabelecer relações sociais, compreender
e obedecer a regras. A médica reforça a necessidade de, sempre, pensar na família como um
todo, o que inclui questões sociais e financeiras. Há gastos, muitas vezes, necessários para
garantir a qualidade de vida desse paciente. É preciso um amparo para a família.

O tema estará presente no Congresso Brasileiro de Genética Médica, que acontece entre os
dias 13 e 17 de maio na cidade de Curitiba.

Congresso Brasileiro de Genética Médica

O XXXII Congresso Brasileiro de Genética Médica contará com cinco dias de aulas e
apresentações reunindo as mais importantes autoridades nacionais e internacionais com
atuação na área. O evento é promovido pela Sociedade Brasileira de Genética Médica e
Genômica e acontece entre os dias 13 e 17 de maio de 2020 na Expo Unimed, em Curitiba
(PR). Outras informações podem ser obtidas no site cbgm2020.com.br.






Edicão n° 204 de Junho 2020
02/06/2020 - Com avanço da crise, dificuldades em pagar as dívidas se agravam para famílias que ganham menos de dez salários mínimos
02/06/2020 - Estresse na pandemia pode provocar problemas na pele
02/06/2020 - Secretaria de Saúde de Butiá amplia espaço físico para retornar consultas no Posto Central
01/06/2020 - Pracinhas de Madeira Tratada a Preço de Fábrica
01/06/2020 - Farmácia do Noel
01/06/2020 - Diante da pandemia saiba como fugir de crenças limitantes que impedem o sucesso
01/06/2020 - Manejo dos pacientes com câncer hereditário na pandemia da COVID-19 é tema de live
01/06/2020 - CEHM-RS e Sociedades de Especialidades posicionam-se contra redução de honorários na telemedicina
01/06/2020 - Prefeitura de Eldorado do Sul investe em mais segurança.
01/06/2020 - Mapa de contágio do Corona Vírus no município
01/06/2020 - Encaminhamento de carteiras de identidade é retomado no Estado
01/06/2020 - Com adaptações na rotina, equipes de fiscalização mantêm preservação do ambiente durante a pandemia
01/06/2020 - Agências FGTAS/Sine dispõem de mais de 800 vagas de trabalho no RS
01/06/2020 - BM monta esquema especial e garante formatura de 41 novos soldados durante pandemia
01/06/2020 - Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza é prorrogada até 30 de junho
01/06/2020 - No Dia Mundial sem Tabaco, um alerta sobre riscos da Covid-19 em fumantes
01/06/2020 - Dados do Covid 19 em Butiá
01/06/2020 - Qualificação para gestores da Rede debate processo educacional pós-pandemia do coronavírus
01/06/2020 - General Mourão rebate ataques contra Bolsonaro: “Deixa o cara governar!”
01/06/2020 - Conheça as intérpretes que traduzem em Libras as aulas do Pré-Enem Seduc RS



Edição n° 204 - Junho 2020

Selecionar Edição
  • Edição n° 204
  • Edição n° 203
  • Edição n° 202







  • Av. Roque J. O. Giacomelli, nº 542, Pq. Eldorado - Eldorado do Sul - Fone (51) 3481 1821