Eldorado do Sul, Guaíba e Região Carbonífera, 03 de Junho de 2020. Página Inicial | Contato
SEÇÕES
Artigo
Educação
Eldorado do Sul
Especial
Geral
Guaíba
Produtos e Serviços
Região Carbonífera
Saúde
Flagrante na Foto
Anunciantes
LINKS
Portal Eldorado
Lantec
Envie sua Mensagem

Você é o visitante n°
31248774


Edicão n° 204 de Junho 2020


Nova base de dados mapeará casos de violência nas escolas estaduais
10/03/2020

Uma nova plataforma de monitoramento online dos casos de violência nas escolas
estaduais foi lançada na tarde desta quinta-feira (5/3) pela Secretaria da Educação
(Seduc), por meio do Programa Comissões Internas de Prevenção de Acidentes e
Violência Escolar (Cipave+). Durante o ato, realizado no Auditório do Ministério Público
Estadual, houve ainda uma capacitação para gestores e professores de 80 instituições de
ensino de abrangência do Programa RS Seguro, que vão aderir de forma experimental
ao acompanhamento.

A nova plataforma, por estar estruturada com base no formulário do Sistema de
Informação de Agravos de Notificação (Sinan), além de monitorar questões que
envolvem violência escolar, fornecerá dados para o Centro Estadual de Vigilância em
Saúde (CEVS), podendo disponibilizar informações com validade metodológica para
outras secretarias de Estado e municípios.

Na abertura do evento, o secretário da Educação, Faisal Karam, ressaltou a importância
do compartilhamento de dados e da interação entre as secretarias para a elaboração de
políticas públicas mais ágeis e eficazes para a população. “O governo do Estado tem
buscado, por meio de diversas iniciativas, tornar a gestão pública informatizada e
interligada, possibilitando a criação de um sistema que permita acompanhar a trajetória
do estudante e atender a suas necessidades”, explicou.

Conforme o representante do gabinete do vice-governador e secretário executivo do
Programa RS Seguro, delegado Antônio Padilha, a transversalidade dos dados é
fundamental para que ocorram ações conjuntas entre os órgãos governamentais. “Não
adianta nós pensarmos somente em segurança, se não tivermos cuidados com a
assistência social, com a saúde, com a educação e com todas as secretarias. Somente
assim teremos a prevenção da violência como tema central e prioritário”, destacou.

A secretária adjunta da Saúde, Ana Lúcia Pires, falou sobre a importância de concretizar
uma base de dados compartilhada que permita uma melhor elaboração de ações de
governo. “Bons projetos acontecem quando há união de esforços, quando retiramos as
especificidades dos assuntos e trabalhamos de forma conjunta e atenciosa sobre as
questões. As nossas crianças e os nossos jovens são os mesmos. São as pessoas que
circulam pelos serviços do Estado e que se transformam no nosso público-alvo para a
implementação de políticas de educação, de segurança, saúde e assistência social”,
disse.

A secretária de Trabalho e Assistência Social, Regina Becker, elogiou a iniciativa da
criação da plataforma. “Este trabalho, promovido pelo Programa Cipave+, proporciona a
possibilidade da construção de políticas públicas conjuntas. As alternativas para estas
questões de violência envolvem uma atuação efetiva, sistêmica e permanente das
diversas áreas do governo do Estado”, afirmou.

Nova plataforma

A coordenação da Cipave+, a Secretaria Estadual da Saúde (SES), por meio do
Departamento de Ações em Saúde (DAS) e do Centro Estadual de Vigilância em Saúde
(CEVS), a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e o Instituto Federal do
Rio Grande do Sul (IFRS), campus Restinga, foram os responsáveis pela elaboração do
novo sistema operacional de apuração da violência nas escolas.

Além disso, a parceria com as universidades possibilitará que os professores e
assessores Cipave+ das coordenadorias Regionais da Educação participem de
capacitações continuadas sobre a plataforma e seus conceitos, tendo disponível um
curso online.






Edicão n° 204 de Junho 2020
02/06/2020 - Com avanço da crise, dificuldades em pagar as dívidas se agravam para famílias que ganham menos de dez salários mínimos
02/06/2020 - Estresse na pandemia pode provocar problemas na pele
02/06/2020 - Secretaria de Saúde de Butiá amplia espaço físico para retornar consultas no Posto Central
01/06/2020 - Pracinhas de Madeira Tratada a Preço de Fábrica
01/06/2020 - Farmácia do Noel
01/06/2020 - Diante da pandemia saiba como fugir de crenças limitantes que impedem o sucesso
01/06/2020 - Manejo dos pacientes com câncer hereditário na pandemia da COVID-19 é tema de live
01/06/2020 - CEHM-RS e Sociedades de Especialidades posicionam-se contra redução de honorários na telemedicina
01/06/2020 - Prefeitura de Eldorado do Sul investe em mais segurança.
01/06/2020 - Mapa de contágio do Corona Vírus no município
01/06/2020 - Encaminhamento de carteiras de identidade é retomado no Estado
01/06/2020 - Com adaptações na rotina, equipes de fiscalização mantêm preservação do ambiente durante a pandemia
01/06/2020 - Agências FGTAS/Sine dispõem de mais de 800 vagas de trabalho no RS
01/06/2020 - BM monta esquema especial e garante formatura de 41 novos soldados durante pandemia
01/06/2020 - Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza é prorrogada até 30 de junho
01/06/2020 - No Dia Mundial sem Tabaco, um alerta sobre riscos da Covid-19 em fumantes
01/06/2020 - Dados do Covid 19 em Butiá
01/06/2020 - Qualificação para gestores da Rede debate processo educacional pós-pandemia do coronavírus
01/06/2020 - General Mourão rebate ataques contra Bolsonaro: “Deixa o cara governar!”
01/06/2020 - Conheça as intérpretes que traduzem em Libras as aulas do Pré-Enem Seduc RS



Edição n° 204 - Junho 2020

Selecionar Edição
  • Edição n° 204
  • Edição n° 203
  • Edição n° 202







  • Av. Roque J. O. Giacomelli, nº 542, Pq. Eldorado - Eldorado do Sul - Fone (51) 3481 1821