Eldorado do Sul, Guaíba e Região Carbonífera, 05 de Agosto de 2020. Página Inicial | Contato
SEÇÕES
Artigo
Educação
Eldorado do Sul
Especial
Geral
Guaíba
Produtos e Serviços
Região Carbonífera
Saúde
Flagrante na Foto
Anunciantes
LINKS
Portal Eldorado
Lantec
Envie sua Mensagem

Você é o visitante n°
31402247


Edicão n° 206 de Agosto 2020


Combate à obesidade infantil passa por mudança de hábitos no estilo de vida
05/12/2019

A campanha do Ministério da Saúde de prevenção a obesidade infantil foi bem recebida
pelos pediatras gaúchos que, há anos, desenvolvem ações de conscientização junto a
população. A ideia da campanha do Governo Federal é incentivar as crianças a seguirem
três passos simples para evitar o sobrepeso: alimentação saudável, atividade física e
brincadeiras longe das telas da TV, celular e jogos eletrônicos.

Esse ano a Sociedade de Pediatria do Rio Grande do Sul (SPRS) engajou-se na
elaboração de um Projeto de Lei que pretende tornar obrigatória a colocação de uma
etiqueta de alerta aos pais, sobre os riscos que o uso excessivo de celulares e tablets,
podem causar no desenvolvimento e comportamento das crianças. A matéria, de autoria
do deputado Pedro Pereira, foi já aprovada na Comissão de Constituição e Justiça da
Assembleia Legislativa e deve ir para votação em plenário.

- Aumentou muito a obesidade entre as crianças em todas as faixas etárias, por isso, é
algo que nos preocupa há bastante tempo. Três em cada dez crianças de 5 a 9 anos
estão acima do peso e esse índice é ainda pior em outras faixas etárias. Não é um
problema do Brasil, mas do mundo todo e o Rio Grande do Sul, infelizmente, tem dados
alarmantes – afirma a presidente da Sociedade de Pediatria do Rio Grande do Sul
(SPRS), Cristina Targa Ferrreira.


Fonte: PlayPress
Um dos objetivos dos pediatras é conscientizar os pais para importância de zero açúcar
e zero sal no primeiro ano de vida.

- Ao comer alimentos adoçados ou com sal é como se a criança desenvolvesse um
paladar específico para isso. O mesmo acontece com alimentos industrializados que já
possuem muito sal, açúcar e gorduras em sua composição e que fazem mal para saúde.
No Brasil já há dados que mostram um índice elevado de consumo entre crianças de
bebidas adoçadas. Isso é altamente predisponente à obesidade infantil. Muitas vezes
crianças comem macarrão instantâneo, bolachas recheadas e salgadinhos e não são
alimentos naturais. Lembramos sempre que uma criança acima do peso tem 80% de
chance de ser um adulto obeso – completou Cristina.

O Ministério da Saúde também apresentou em meados de novembro o guia alimentar
para crianças brasileiras menores de 2 anos. Segundo os dados do Sistema de Vigilância
Alimentar e Nutricional (Sisvan) 2018, 49% das crianças de 6 a 23 meses consomem
alimentos ultraprocessados, 33% ingerem bebidas adoçadas e 32,3% comem macarrão
instantâneo, salgadinhos de pacote ou biscoitos salgados. O material pode ser conferido
no link






Edicão n° 206 de Agosto 2020
02/08/2020 - Serviços de Contabilidade
02/08/2020 - Telefone de contato do Tudo Fácil mudou
02/08/2020 - Geoportal RS disponibiliza painéis com dados da Covid-19 por município
02/08/2020 - Semana Mundial de Aleitamento Materno terá programação on-line em agosto
02/08/2020 - Brasil extingue documento de licenciamento de veículo em papel-moeda
01/08/2020 - Farmácia do Noel
01/08/2020 - Barbearia Roque
01/08/2020 - Restaurante D'FAZENDA
01/08/2020 - 13ª rodada do Distanciamento Controlado recebe 34 pedidos de reconsideração de bandeira
01/08/2020 - Com novas unidades em Camaquã e São Jerônimo, RS alcança ampliação de 90,6% em leitos de UTI
01/08/2020 - Começa contratação dos contemplados no FAC Digital RS
01/08/2020 - Mais duas mortes na BR 290 no entroncamento de Charqueadas
30/07/2020 - Mais uma morte na BR 290 em Eldorado do Sul no trevo de acesso a Charqueadas



Edição n° 206 - Agosto 2020

Selecionar Edição
  • Edição n° 206
  • Edição n° 205
  • Edição n° 204







  • Av. Roque J. O. Giacomelli, nº 542, Pq. Eldorado - Eldorado do Sul - Fone (51) 3481 1821