Eldorado do Sul, Guaíba e Região Carbonífera, 15 de Novembro de 2019. Página Inicial | Contato
SEÇÕES
Artigo
Educação
Eldorado do Sul
Especial
Geral
Guaíba
Produtos e Serviços
Região Carbonífera
Saúde
Flagrante na Foto
Anunciantes
LINKS
Portal Eldorado
Lantec
Envie sua Mensagem

Você é o visitante n°
30621022


Edicão n° 197 de Novembro de 2019


Rio Grande do Sul registra os primeiros casos de sarampo em 2019
12/09/2019

A Secretaria da Saúde (SES) divulgou nesta quinta-feira (12/9) uma nota técnica sobre
o sarampo. Os primeiros casos do Rio Grande do Sul foram confirmados nesta semana.
São sete casos que tiveram início de sintomas entre a primeira e a última semana de
agosto. Seis deles foram em residentes em Porto Alegre e um em Dois Irmãos. As
medidas de bloqueio, com a vacinação de contatos próximos, já foram realizadas pelos
municípios. Todos têm histórico de viagem a locais com circulação do vírus (São Paulo e
Europa) ou vinculação a esses, por isso são considerados importados.

Sarampo é uma doença infecciosa grave, causada por um vírus. Sua transmissão ocorre
quando o doente tosse, fala, espirra ou respira próximo de outras pessoas. Qualquer
indivíduo que apresentar febre e manchas no corpo (exantemas) acompanhado de tosse,
coriza ou conjuntivite deve procurar os serviços de saúde para a investigação,
principalmente aqueles que estiveram nos 30 dias anteriores em viagem a locais com
circulação do vírus. No Brasil, são 2,7 mil casos somente nos últimos 30 dias, mais de
98% deles em São Paulo. Casos suspeitos devem ser informados imediatamente às
Secretarias Municipais de Saúde ou para o Disque Vigilância, por intermédio do número
150.

O primeiro caso do ano no RS foi de uma jovem de 18 anos, residente em Porto Alegre,
que em julho esteve na Itália e em São Paulo, dois locais onde há circulação do vírus.
Apesar dos sintomas, ela não teve o diagnóstico inicial para sarampo. O caso foi
identificado após a confirmação de outros três com os quais ela teve contato e que
residem na mesma moradia: duas delas também de 18 anos e uma de 25. Assim que
houve as confirmações, a vigilância realizou uma ação de bloqueio, com a vacinação de
53 pessoas (contatos próximos) que não estavam vacinados mas que não tinham
sintomas da doença.

Outros dois homens residentes em Porto Alegre, de 21 e 30 anos, também tiveram o
sarampo confirmado após viagens a São Paulo. O mais velho, inclusive, relatou contato
com colegas de trabalho que posteriormente confirmaram a doença. Nos dois episódios
a vigilância da capital também realizou ações de bloqueio, com a vacinação e
acompanhamento de mais de 90 pessoas, todas sem sintomas. Por último, uma jovem
de 21 anos, de Dois Irmãos, também com histórico de viagem a São Paulo no último
mês, teve o caso confirmado. A Secretaria de Saúde do município acompanha 14
contatos da pessoa, todos assintomáticos.

A mais efetiva forma de prevenção é a vacinação. Para ser considerada vacinada, a
pessoa precisa ter o registro em caderneta de vacinação conforme esquema vacinal. A
rede pública de saúde disponibiliza gratuitamente a vacina tríplice viral para a população
de 6 meses a 49 anos de idade e para profissionais de saúde e demais pessoas
envolvidas na assistência à saúde hospitalar.

São considerados vacinados:

– Pessoas de 12 meses a 29 anos que comprovem duas doses de vacina com
componente sarampo/caxumba/rubéola;
– Pessoas de 30 a 49 anos que comprovem uma dose de tríplice viral;
– Profissionais de saúde, independentemente da idade, que comprovem duas doses de
tríplice viral.

Histórico do sarampo no RS:

2019: 7 casos (até 10/9)
2018: 47 casos
2012-2017: sem casos registrados
2011: 8 casos
2010: 7 casos
1999: último caso autóctone do RS

Há 20 anos o Rio Grande do Sul não registra casos autóctones de sarampo. Depois de
1999, todos as confirmações são referentes a pessoas que pegaram a doença em
viagem ao exterior ou a outros Estados ou que tinham ligação com essas. Por isso, as
cadeias de transmissão são consideradas importadas.

Situação da doença no país e mundo

Somente nos últimos 90 dias, o Brasil já registrou 2,7 mil casos de sarampo, mais de
98% deles no Estado de São Paulo. Outros 13 Estados (o RS entre eles) já tiveram casos
confirmados. Foram confirmados quatro óbitos por sarampo no Brasil, três em São Paulo
e um em Pernambuco.

O mundo vem enfrentando surtos de sarampo desde 2018, com a confirmação de mais
de 300 mil casos. A região das Américas encerrou 2018 com a confirmação de 16.514
casos, distribuídos em 12 países. Em 2019, até agosto, o continente já registrou 3 mil
casos, em 14 países, sendo 1,2 mil nos EUA.

O Brasil havia recebido o certificado de eliminação do sarampo pela Organização Pan-
Americana da Saúde (OPAS), em setembro de 2016, contudo a confirmação de casos
ainda em 2019 levou a perda do título, tendo em vista que o vírus permanece circulando
por mais de 12 meses no país.

Dose zero

Uma das ações para o enfrentamento ao surto do sarampo no país é a vacinação das
crianças de 6 a 11 meses. O objetivo é intensificar a vacinação desse público-alvo, mais
suscetível a casos graves e óbitos. No Rio Grande do Sul, são cerca de 70 mil crianças
nessa faixa etária. A medida preventiva indica a aplicação como uma “dose zero”, já que
ela não substitui a primeira dose contra o sarampo no Calendário Básico Infantil, dada
aos 12 meses de idade com a vacina tríplice viral (que também protege contra a rubéola
e a caxumba). A proteção é completada aos 15 meses com a tetra viral (que previne
ainda contra a varicela, também conhecida como catapora).

Esta vacinação de rotina das crianças deve ser mantida independentemente de a criança
ter tomado a “dose zero”. A medida deve permanecer enquanto o país não interromper
a transmissão do vírus, que seria ficar 90 dias sem novos casos.

Bloqueio vacinal

Além de vacinar as crianças na faixa etária prioritária, o Ministério da Saúde também
orienta Estados e municípios a realizarem o bloqueio vacinal. Ou seja, quando
identificado um caso da doença, é preciso vacinar todas as pessoas que tiveram ou têm
contato com aquele caso suspeito em até 72 horas. Neste caso, recomenda-se que a
vacinação seja realizada de forma seletiva, em que não há necessidade de revacinação
das pessoas já vacinadas anteriormente e que têm comprovação vacinal. Não é
orientada dose extra para a pessoa já vacinada.

No final do último mês o Estado recebeu do Ministério da Saúde cerca de 138 mil doses
de vacina tríplice viral para as ações de vacinação de rotina, dose extra das menores de
1 ano de idade e ações de bloqueio. Assim, todos os municípios estão abastecidos da
vacina. Um novo lote é previsto para a segunda quinzena do mês, dentro da
programação normal de envio de imunobiológicos do Ministério da Saúde aos Estados.






Edicão n° 197 de Novembro de 2019
14/11/2019 - DNIT alerta para desvio na BR-290/RS, em Pantano Grande, devido às obras de duplicação da rodovia
14/11/2019 - Prefeitura de Butiá ofertou capacitação para jovens do bairro São José
14/11/2019 - Conhecidos os novos sorteados da Nota Fiscal Legal de Butiá
14/11/2019 - Avança na Assembleia andamento de projeto para proteger crianças do uso excessivo de telas
14/11/2019 - Aumento de doenças sexualmente transmissíveis é tema de encontro em Porto Alegre
14/11/2019 - Butiaenses são destaques no 1º Circuito de Gaita Ponto
14/11/2019 - Aos 9 anos, estudante de Palmeira das Missões escreve primeiro livro digitalizado pela Seduc
14/11/2019 - Mais de 500 vidas foram preservadas com queda de 25,4% nos casos de homicídios até outubro
14/11/2019 - Moro confirma a governador início de obras de presídio federal no RS em 2020
14/11/2019 - SMAST realiza reunião com representantes da Câmara de Vereadores e secretarias municipais para tratar de programas sociais
14/11/2019 - Orientações Sobre Rematrículas, Inscrições E Matrículas Nas Escolas De Ensino Fundamental Do Sistema Municipal De Ensino De Charqueadas
08/11/2019 - Prefeitura de Butiá inaugura Centro Municipal de Reabilitação
08/11/2019 - Alunos da rede estadual autografam obra na Feira do Livro de Porto Alegre
08/11/2019 - Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo digital já está disponível no RS
08/11/2019 - Estado anuncia cronograma para chamar servidores da Segurança e da Administração Penitenciária
08/11/2019 - Obras na Zona Norte irão reduzir alagamentos em Porto Alegre
08/11/2019 - Feira de Adoção
08/11/2019 - Prefeitura de Eldorado do Sul presta apoio às famílias atingidas pelas cheias no município
08/11/2019 - Exposição " Pelos Ares" no Museu Carlos Nobre
08/11/2019 - Prefeitura abre vagas de estágio para estudantes dos ensinos médio e superior.
08/11/2019 - Guaíba recebe o Circuito Eco Ambiental.
08/11/2019 - Orientações sobre Saúde Bucal em Charqueadas
08/11/2019 - Unidades de Saúde mais acolhedoras em Charqueadas
07/11/2019 - DNIT alerta para serviços de manutenção na BR-116 nesta quinta-feira (07/11)
07/11/2019 - São Borja recebe debate sobre oportunidades e desafios de investimento no país
07/11/2019 - Governo lança portal rs.gov.br com novos serviços digitais para a população
07/11/2019 - Estudantes da rede pública são selecionadas no Programa Jovens Embaixadores
07/11/2019 - CMPC celebra 10 anos de atuação no RS em evento com a presença do governador
07/11/2019 - Fepam emite duas licenças para projetos de transformação de resíduos
06/11/2019 - Brigada Militar prende bandidos que assaltaram a lotérica de Arroio dos Ratos
06/11/2019 - SMTT realiza ações que proporcionarão maior segurança ao município
03/11/2019 - Abertas as inscrições para creches e pré-escola em Guaíba
03/11/2019 - Prefeitura recupera árvores nativas derrubadas por vendaval
03/11/2019 - Formação profissional em benefício do paciente na área da dermatologia
03/11/2019 - Brigada Militar recebe 134 viaturas para mais de 100 municípios
03/11/2019 - DNIT alerta para serviços de manutenção nas BR-116 e BR-471, no Rio Grande do Sul
03/11/2019 - Especialista aborda cenário da inovação no Hospital Moinhos de Vento
03/11/2019 - Brigada Militar de Butiá recebe nova viatura
03/11/2019 - Defesa Civil de Butiá atendeu aproximadamente 50 chamados nos últimos dias
03/11/2019 - Butiá é uma das sedes do 1º Circuito Gaita Ponto
03/11/2019 - Governador sanciona Lei que proíbe cobrança por emissão de boletos bancários
03/11/2019 - Coluna da OAB/RS
03/11/2019 - Diagnóstico precoce é a principal ferramenta no combate ao câncer de mama
03/11/2019 - A psicologia do Maracanazo
03/11/2019 - Novembro Azul alerta para cuidados com a saúde do homem
03/11/2019 - Defesa Civil alerta para inundações, principalmente na bacia do rio Jacuí nos vales
03/11/2019 - Prêmio Minuano de Literatura 2019 anuncia vencedores em cerimônia na quarta, dia 6
03/11/2019 - Apenados da penitenciária de Canoas iniciam trabalho em trançamento de cadeiras de vime
03/11/2019 - Mais de 70 mechas de cabelo são doadas em ação do Outubro Rosa contra o câncer
03/11/2019 - Copa Eldorado de Vôlei da categoria feminino.
03/11/2019 - Servidores municipais se unem em prol da ajuda ao próximo
02/11/2019 - Turismo na região carbonífera tem plano de ação
01/11/2019 - Farmácia do Noel
01/11/2019 - Barbearia Roque
01/11/2019 - Tintas em Arroio dos Ratos
01/11/2019 - Preserva Rio Grande - Madeira Tratada em Arroio dos Ratos
01/11/2019 - Quer vender mais?
01/11/2019 - Defesa Civil de São Jerônimo alerta para o transbordamento do rio Jacuí
25/10/2019 - Eldorado do Sul terá Laboratório Digital
18/10/2019 - 15ª Feira do Livro de Eldorado do Sul
14/10/2019 - O REFIS 2019 já está disponível! Aproveite a melhor forma de pagamento.



Edição n° 197 - Novembro de 2019

Selecionar Edição
  • Edição n° 197
  • Edição n° 196
  • Edição n° 195







  • Av. Roque J. O. Giacomelli, nº 542, Pq. Eldorado - Eldorado do Sul - Fone (51) 3481 1821