Eldorado do Sul, Guaíba e Região Carbonífera, 27 de Fevereiro de 2020. Página Inicial | Contato
SEÇÕES
Artigo
Educação
Eldorado do Sul
Especial
Geral
Guaíba
Produtos e Serviços
Região Carbonífera
Saúde
Flagrante na Foto
Anunciantes
LINKS
Portal Eldorado
Lantec
Envie sua Mensagem

Você é o visitante n°
30996959


Edicão n° 200 de Fevereiro 2020


Especialista aponta requisitos necessários para que Acordos Extrajudiciais tenham sucesso
14/08/2019

Os dados divulgados recentemente pelo Tribunal Superior do Trabalho chamaram a atenção
para o alto número de Acordos Extrajudiciais ajuizados após a Reforma Trabalhista. Os
números da corte superior apontam um aumento de 1000% nos procedimentos abertos para a
composição entre empregados e empregadores, principalmente de rescisões de contrato de
trabalho. Porém, o que as notícias não revelaram é que muitos acordos são indeferidos pelos
juízes do trabalho por falta de preenchimento dos requisitos previstos em lei ou por alguma
nulidade que fere os princípios de Direito.

O acordo extrajudicial é uma excelente oportunidade para as ocasiões em que tanto
empregado quanto empregador não querem continuar com a relação de emprego. A partir
dessa livre vontade das partes, cada uma contrata seu próprio advogado, obrigatório segundo
a lei, e ingressam com o Acordo Extrajudicial, através de petição, a ser homologado por um
juiz do trabalho. Antes da alteração da CLT, acordos desse tipo eram raros, justamente, por
não terem previsão legal.

- A decisão de homologação é um título executivo judicial e confere quitação dos valores neles
previstos. Ocorre que a lei não obriga o juiz a homologar o acordo, caso entenda que não
estão cumpridos os requisitos ou preservados os direitos do empregado, pois ele não está
subordinado à vontade das partes – explica o advogado especialista em Direito do Trabalho e
sócio do escritório Atílio Dengo Advogados Associados, Alexandre Medeiros Bastos.

Os Tribunais já possuem diversas decisões de nulidade dos acordos em que verificou tratar-se,
na verdade, de lides simuladas. O fato do advogado ser o mesmo para ambas as partes ou o
procurador do empregado ter sido indicado pela empresa, é motivo de indeferimento. Nessas
situações, o juiz além de negar a validade do acordo, aplica multas expressivas à empresa e
aos advogados, por utilizarem o poder judiciário para uma fraude contra os empregados. Por
isso que para verificar se as concessões mútuas são verdadeiras, o juiz do trabalho designa
audiência. A presença das partes perante o juiz evita situações em que a empresa impõe que
seus empregados aceitem o acordo extrajudicial como condição para o recebimento das
verbas rescisórias, desvirtuando o instituto por não haver vontade legítima do trabalhador.

Outro motivo que merece especial atenção, em razão da prevalência do entendimento em
muitos Tribunais, é que a previsão da cláusula de quitação ampla, geral e irrestrita do contrato
de trabalho inviabiliza o acordo.

- Tal cláusula tem o objetivo do empregado dar quitação não apenas dos valores da rescisão,
mas também garantir que não ajuizará uma ação trabalhista futuramente, pleiteando outros
direitos não descritos no acordo. Parte do judiciário trabalhista entende que não pode haver
renúncia antecipada de direitos que ainda não estão disponíveis. Nesse sentido, um acordo
pode ser favorável ao empregado em virtude do rápido recebimento da quantia proposta, mas
impedir o ajuizamento de uma demanda na hipótese de constatação posterior de insatisfação
de seus direitos, significaria negar acesso à Justiça, e esse direito está previsto
constitucionalmente – completa Alexandre.

Em decorrência da crise econômica que o país tem passado nos últimos anos, e o consequente
aumento do desemprego, são as parcelas rescisórias que mais têm sido objeto de acordo
extrajudicial.

Fonte: PlayPress






Edicão n° 200 de Fevereiro 2020
14/02/2020 - Galeria da Penitenciária de Arroio dos Ratos passa por operação de revista
14/02/2020 - Operação afasta prefeito, secretários e vereador por suspeita de crimes licitatórios
14/02/2020 - Ex-presidente de Câmara de Vereadores é condenados a 04 anos de reclusão por fraude em concurso público
14/02/2020 - Acidente com morte na BR 290 próximo ao Posto do Roque
13/02/2020 - Para curtir a praia com as crianças em segurança
13/02/2020 - Saiba o que é preciso observar nas pintas da pele
13/02/2020 - Parque Itapuã inicia última fase do projeto-piloto de reabertura das praias
13/02/2020 - Ações educativas e fiscalização marcam atuação da Balada Segura no Litoral
13/02/2020 - Universidade Estadual recebe inscrições para cursos de especialização
13/02/2020 - Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo já pode ser impresso em casa
13/02/2020 - Calendário Esportivo 2020 é divulgado pela Prefeitura de Butiá
13/02/2020 - Transporte Escolar Consciente. Seminário pioneiro da Prefeitura de Guaíba sobre a segurança das crianças.
13/02/2020 - Nova etapa de vacinação contra o Sarampo
13/02/2020 - Circuito Verão Sesc terá Futevôlei em Guaíba
13/02/2020 - Passe Livre Estudantil
05/02/2020 - Delações Premiadas e prisões preventivas
05/02/2020 - Como diferenciar doenças respiratórias comuns de um eventual caso de gravidade do coronavírus
05/02/2020 - Qualificação com solidariedade em Sapiranga
05/02/2020 - Ajorsul apoia campanha de conscientização contra óculos falsificados
05/02/2020 - Iniciam as obras da Havan em Guaíba
05/02/2020 - Encontro com os coordenadores regionais organiza início do ano letivo de 2020
05/02/2020 - Plano de monitoramento do coronavírus é apresentado aos coordenadores regionais da Saúde
05/02/2020 - Rodeio de Charqueadas está próximo
05/02/2020 - Prefeitura de Charqueadas abre Processo Seletivo Simplificado de Estagiários para Monitoria Educacional e Digital
04/02/2020 - Comprovação do direito da Aposentadoria Especial
04/02/2020 - O que fazer quando acontecem os pequenos ferimentos em crianças
03/02/2020 - Música auxilia no tratamento de pacientes com câncer
03/02/2020 - Dia 5 de maio é último prazo para o recadastramento biométrico para os eleitores de Eldorado do Sul
02/02/2020 - Agentes Comunitários realizam atualização de cadastros
01/02/2020 - Anuncie no Jornal ECO do Jacuí
01/02/2020 - Farmácia do Noel
01/02/2020 - Serviço de Contabilidade
01/02/2020 - Tintas em Arroio dos Ratos
01/02/2020 - Madeira Tratada em Arroio dos Ratos



Edição n° 200 - Fevereiro 2020

Selecionar Edição
  • Edição n° 200
  • Edição n° 199
  • Edição n° 198







  • Av. Roque J. O. Giacomelli, nº 542, Pq. Eldorado - Eldorado do Sul - Fone (51) 3481 1821