Eldorado do Sul, Guaíba e Região Carbonífera, 23 de Fevereiro de 2020. Página Inicial | Contato
SEÇÕES
Artigo
Educação
Eldorado do Sul
Especial
Geral
Guaíba
Produtos e Serviços
Região Carbonífera
Saúde
Flagrante na Foto
Anunciantes
LINKS
Portal Eldorado
Lantec
Envie sua Mensagem

Você é o visitante n°
30983585


Edicão n° 200 de Fevereiro 2020


Intenção de Consumo das Famílias cai pela terceira vez no RS
01/08/2019

Julho registrou a terceira variação negativa consecutiva na Intenção de Consumo das Famílias
(ICF) no Rio Grande do Sul, conforme pesquisa divulgada pela Fecomércio-RS nesta terça-
feira (30/07). O índice deste mês foi de 89,4 pontos, um pequeno recuo de 0,7% em
comparação a junho, quando registrou 90,0 pontos. Na média dos 12 meses, houve aumento
do indicador, alcançando 86,8 pontos. Embora esteja em patamar pessimista, quando
comparado a julho do ano passado, o ICF apresentou alta de 20,7%, que ocorre em virtude da
base de cálculo extremamente deprimida. O ICF pode ser acessado aqui.

Para o presidente da Fecomércio-RS, Luiz Carlos Bohn, a postura das famílias deve se manter
cautelosa enquanto a expectativa de recuperação econômica não se confirmar. “Com um
mercado de trabalho enfraquecido e recuperando-se lentamente, a intenção de consumo deve
permanecer indicando moderação na decisão de compra dos gaúchos”, comenta.

Entre os subindicadores que compõem o índice, apenas dois se mantêm acima dos 100 pontos
(neutralidade): situação do emprego (116,1 pontos) e situação da renda (101,2 pontos). Já o
consumo atual e a perspectiva de consumo estão próximos dos 100 pontos, porém abaixo;
acesso ao crédito, momento para bens duráveis e perspectiva profissional seguem em
patamar pessimista.

Na análise do mercado de trabalho, o indicador de situação do emprego teve pequena
variação (-0,5%) frente ao mês anterior, registrando 116,1 pontos. Em comparação a julho de
2018, foi verificada alta de 11,7%, ao passo que a média em 12 meses teve aumento para
110,4 pontos. "A lenta retomada do mercado de trabalho impede que a percepção das famílias
em relação ao emprego avance. De acordo com dados do Ministério do Trabalho, a geração de
empregos no estado perdeu força quando consideramos o acumulado até junho deste ano:
foram criadas 21.538 vagas formais, enquanto no mesmo período do ano passado os números
eram de 27.011”, destaca Bohn.

Sobre a situação da renda atual, houve aumento de 17,9% em relação a julho de 2018,
enquanto na margem foi registrada redução de 0,7%. Os resultados por faixa de renda
mostram que a variação negativa da margem foi puxada pelo resultado das famílias com
renda superior a 10 salários mínimos, uma redução de 135,5 para 130,6 pontos. Já entre as
famílias com renda inferior a 10 salários mínimos, o indicador manteve-se praticamente
estável, com 94,2 pontos.

O nível de consumo atual registrou 96,9 pontos, redução de 3,2% com relação a junho de
2019. Desta forma, o indicador retorna ao nível pessimista após nove meses acima dos 100
pontos. Em relação a julho de 2018, o aumento foi equivalente a 31,1%, uma comparação
com um período em que o índice era baixo: 73,9 pontos. Neste subindicador, a observação por
faixa de renda mostra recuo em ambos rendimentos: entre as famílias com renda inferior a 10
salários mínimos houve queda, ao passar dos 90,7 pontos aos 88,6 pontos, enquanto nas
famílias com renda superior a 10 salários mínimos a retração foi dos 139,1 pontos para 131,5
pontos.

O indicador que avalia a percepção em relação ao acesso ao crédito, por sua vez, avançou
3,0% na margem. Contudo, mesmo estando acima do patamar do mesmo período do ano
anterior, o indicador registra 71,7 pontos, permanecendo distante da neutralidade e indicado a
persistência da percepção de uma maior dificuldade na contratação de crédito pelas famílias.

Com relação ao consumo de bens duráveis, em julho o indicador registrou 60,4 pontos,
recuando 4,5% ante junho; em relação ao mesmo período do ano passado, houve alta de
11,4%. O indicador, que se mantém em patamar pessimista desde janeiro de 2015, aponta
que as famílias, diante de uma percepção de acesso ao crédito dificultado, e com menor
certeza em relação à renda futura, não percebem o momento como favorável para se
comprometer com a compra desses bens.

Sobre as expectativas, o indicador de perspectiva profissional registrou 82,0 pontos, avanço
de 14,7% com relação a julho de 2018 e variação de 3,4% em comparação a junho deste ano.
Já a perspectiva de consumo registrou 97,2 pontos, recuando 2,0% na passagem entre junho
e julho, indicando famílias mais cautelosas em relação à expectativa futura de consumo.






Edicão n° 200 de Fevereiro 2020
14/02/2020 - Galeria da Penitenciária de Arroio dos Ratos passa por operação de revista
14/02/2020 - Operação afasta prefeito, secretários e vereador por suspeita de crimes licitatórios
14/02/2020 - Ex-presidente de Câmara de Vereadores é condenados a 04 anos de reclusão por fraude em concurso público
14/02/2020 - Acidente com morte na BR 290 próximo ao Posto do Roque
13/02/2020 - Para curtir a praia com as crianças em segurança
13/02/2020 - Saiba o que é preciso observar nas pintas da pele
13/02/2020 - Parque Itapuã inicia última fase do projeto-piloto de reabertura das praias
13/02/2020 - Ações educativas e fiscalização marcam atuação da Balada Segura no Litoral
13/02/2020 - Universidade Estadual recebe inscrições para cursos de especialização
13/02/2020 - Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo já pode ser impresso em casa
13/02/2020 - Calendário Esportivo 2020 é divulgado pela Prefeitura de Butiá
13/02/2020 - Transporte Escolar Consciente. Seminário pioneiro da Prefeitura de Guaíba sobre a segurança das crianças.
13/02/2020 - Nova etapa de vacinação contra o Sarampo
13/02/2020 - Circuito Verão Sesc terá Futevôlei em Guaíba
13/02/2020 - Passe Livre Estudantil
05/02/2020 - Delações Premiadas e prisões preventivas
05/02/2020 - Como diferenciar doenças respiratórias comuns de um eventual caso de gravidade do coronavírus
05/02/2020 - Qualificação com solidariedade em Sapiranga
05/02/2020 - Ajorsul apoia campanha de conscientização contra óculos falsificados
05/02/2020 - Iniciam as obras da Havan em Guaíba
05/02/2020 - Encontro com os coordenadores regionais organiza início do ano letivo de 2020
05/02/2020 - Plano de monitoramento do coronavírus é apresentado aos coordenadores regionais da Saúde
05/02/2020 - Rodeio de Charqueadas está próximo
05/02/2020 - Prefeitura de Charqueadas abre Processo Seletivo Simplificado de Estagiários para Monitoria Educacional e Digital
04/02/2020 - Comprovação do direito da Aposentadoria Especial
04/02/2020 - O que fazer quando acontecem os pequenos ferimentos em crianças
03/02/2020 - Música auxilia no tratamento de pacientes com câncer
03/02/2020 - Dia 5 de maio é último prazo para o recadastramento biométrico para os eleitores de Eldorado do Sul
02/02/2020 - Agentes Comunitários realizam atualização de cadastros
01/02/2020 - Anuncie no Jornal ECO do Jacuí
01/02/2020 - Farmácia do Noel
01/02/2020 - Serviço de Contabilidade
01/02/2020 - Tintas em Arroio dos Ratos
01/02/2020 - Madeira Tratada em Arroio dos Ratos



Edição n° 200 - Fevereiro 2020

Selecionar Edição
  • Edição n° 200
  • Edição n° 199
  • Edição n° 198







  • Av. Roque J. O. Giacomelli, nº 542, Pq. Eldorado - Eldorado do Sul - Fone (51) 3481 1821