Eldorado do Sul, Guaíba e Região Carbonífera, 29 de Novembro de 2020. Página Inicial | Contato
SEÇÕES
Artigo
Educação
Eldorado do Sul
Especial
Geral
Guaíba
Produtos e Serviços
Região Carbonífera
Saúde
Flagrante na Foto
Anunciantes
LINKS
Portal Eldorado
Lantec
Envie sua Mensagem

Você é o visitante n°
31758086


Edicão n° 209 de Novembro 2020


Crescimento do número de casos de diabetes infantil exige atenção
25/10/2017

O número de pacientes com diagnóstico de Diabete Insulino Dependente está crescendo
nos últimos anos, especialmente em crianças menores de cinco anos de idade. O alerta é
da Sociedade de Pediatria do Rio Grande do Sul que recomenda que pais e pediatras
estejam atentos aos primeiros sintomas, para que haja um encaminhamento para
atendimento especializado, o mais cedo possível. Esse cuidado ajuda a evitar
diagnósticos já em situação avançada da doença e descompansação metabólica, a
chamada cetoacidose diabética, que requer um manejo hospitalar em unidade de
tratamento intensivo.

Segundo a médica da Sociedade de Pediatria do Rio Grande do Sul, Cristiane Kopacek, o
diabete mais frequente na infância é o Diabete Tipo 1 ou Diabete Dependente de
Insulina.

- Os sintomas em crianças maiores costumam ser aumento da frequencia urinária
(poliúria), aumento da sede (polidipsia) e aumento da fome (polifagia), associado a
perda de peso. Mas em crianças menores, em lactentes, muitas vezes esses sintomas
ficam mascarados com aumento do número de troca das fraldas, irritabilidade,
alterações comportamentais e alterações do sono, mudança do padrão alimentar. O
diagnóstico é realizado com medidas de glicose aumentada no sangue: acima de 200 em
qualquer horário do dia e acima de 126 em jejum – explica.

O ideal é que sempre que houver um diagnóstico haja um acompanhamento psicológico
de suporte para a família, pelas mudanças e necessidades de adaptações no cotidiano e
cuidado com a saúde. Outro alerta é para a mudança nos procedimentos quando a
criança evolui para fase da adolescência.

- Na medida em que a criança cresce e entra na adolescência, se estimula alguma
autonomia supervisionada no cuidado ao diabete, como por exemplo, realizar os
controles de hemoglicoteste nas pontas de dedo e até mesmo a aplicação de insulina. No
entanto, é muito importante que haja supervisão, pois não é infrequente que
adolescentes mascarem resultados e alterem a prescrição médica- completa Cristina.

Outro cuidado é que na adolescência é muito frequente a necessidade de aumento de
dose da insulina por interferência dos hormônios da puberdade, aumento do apetite e
ação da insulina. ...






Edicão n° 209 de Novembro 2020
17/11/2020 - Governo detalha projetos de privatização, modernização da gestão e equilíbrio fiscal
17/11/2020 - Veículos históricos da Brigada Militar são expostos em Porto Alegre
17/11/2020 - Usuários do IPE Saúde poderão fazer radioterapia no Hospital Ernesto Dornelles
17/11/2020 - Regiões precisam ficar duas semanas em vermelho para interromper aulas
17/11/2020 - Com quatro recursos aceitos, mapa definitivo da 28ª semana tem sete regiões em vermelho
17/11/2020 - Imunoterapia para o tratamento de câncer de pulmão é tema de palestra promovida pelo Hospital Moinhos de Vento
06/11/2020 - RS tem 15 regiões com taxa de óbito menor do que a média estadual
06/11/2020 - IPE Saúde realiza 400 atendimentos presenciais na primeira semana de reabertura
06/11/2020 - Rio Grande do Sul tem três regiões classificadas em risco alto
06/11/2020 - Polícia Civil realiza operação em Nova Santa Rita para combater violência doméstica
06/11/2020 - Agências FGTAS/Sine contabilizam 470 vagas de trabalho no litoral
06/11/2020 - Justiça decide que escolas estaduais podem retomar aulas presenciais a partir desta sexta, dia 6
06/11/2020 - Novembro Azul alerta para a importância da prevenção ao câncer de próstata
06/11/2020 - Hospital Moinhos de Vento inaugura laboratório de patologia
06/11/2020 - Comunidade do trânsito em alerta
06/11/2020 - Dnit inicia instalação de radares cumprindo acordo homologado após ação popular.
06/11/2020 - Prorrogada a Campanha Nacional de Vacinação
06/11/2020 - Boletim de atualização da situação do coronavírus em Guaíba.
06/11/2020 - Vacinação em Guaíba



Edição n° 209 - Novembro 2020

Selecionar Edição
  • Edição n° 209
  • Edição n° 208
  • Edição n° 207







  • Av. Roque J. O. Giacomelli, nº 542, Pq. Eldorado - Eldorado do Sul - Fone (51) 3481 1821