Eldorado do Sul, Guaíba e Região Carbonífera, 29 de Novembro de 2020. Página Inicial | Contato
SEÇÕES
Artigo
Educação
Eldorado do Sul
Especial
Geral
Guaíba
Produtos e Serviços
Região Carbonífera
Saúde
Flagrante na Foto
Anunciantes
LINKS
Portal Eldorado
Lantec
Envie sua Mensagem

Você é o visitante n°
31758005


Edicão n° 209 de Novembro 2020


Alerta para o verão: lente escura não é garantia de proteção para os olhos
16/02/2017

Os níveis extremos de radiação solar no Brasil e no Rio Grande do Sul exigem não somente
cuidado com a pele, mas também, com os olhos. A utilização de óculos solar, neste caso, vai
além de uma opção de moda, tratando-se também, de um item de necessidade para a saúde
dos olhos. Porém, só a aquisição de acessórios originais garante a proteção contra os raios
ultravioletas (UV) nas lentes.

De acordo com o vice-presidente da Associação do Comércio de Joias, Relógios e Óptica do Rio
Grande do Sul (Ajorsul), Eduardo Machado, os raios A e B são os que chegam até a terra e
podem trazer sérios problemas de saúde, que podem aparecer ao longo dos anos pelo acúmulo
de exposição ou imediatamente pela alta exposição. Porém, casos que atingem os olhos podem
ser irreversíveis. Este excesso de luminosidade pode causar doenças como catarata, pterígio
(formação carnosa que avança sobre a córnea) e até câncer de pele nas pálpebras.

- É importante que os usuários de lentes de óculos entendam que o fato de uma lente ter
tonalidade escura não é a garantia de proteção aos raios e que o ideal é usar sempre lentes
testadas, visto que a sua porcentagem de proteção deve ser medida por equipamento
específico. O mais importante de tudo é que as lentes para correção visual, mesmo incolores,
devem ter índices de proteção contra os raios UV - comenta Machado.

O vice-presidente da Ajorsul explica, ainda, que as lentes escuras dos óculos fazem com que a
pupila fique dilatada e, sem a proteção adequada, os raios UV podem alcançar o tecido da
retina, causando dano celular cumulativo e irreversível. Desta forma, o uso de produtos
falsificados aumentam o risco de algum dano à visão.

A Ajorsul reforça a orientação aos empresários para que sempre repassem com os seus clientes
essas orientações que são a garantia da qualidade na venda dos produtos e segurança para os
consumidores.






Edicão n° 209 de Novembro 2020
17/11/2020 - Governo detalha projetos de privatização, modernização da gestão e equilíbrio fiscal
17/11/2020 - Veículos históricos da Brigada Militar são expostos em Porto Alegre
17/11/2020 - Usuários do IPE Saúde poderão fazer radioterapia no Hospital Ernesto Dornelles
17/11/2020 - Regiões precisam ficar duas semanas em vermelho para interromper aulas
17/11/2020 - Com quatro recursos aceitos, mapa definitivo da 28ª semana tem sete regiões em vermelho
17/11/2020 - Imunoterapia para o tratamento de câncer de pulmão é tema de palestra promovida pelo Hospital Moinhos de Vento
06/11/2020 - RS tem 15 regiões com taxa de óbito menor do que a média estadual
06/11/2020 - IPE Saúde realiza 400 atendimentos presenciais na primeira semana de reabertura
06/11/2020 - Rio Grande do Sul tem três regiões classificadas em risco alto
06/11/2020 - Polícia Civil realiza operação em Nova Santa Rita para combater violência doméstica
06/11/2020 - Agências FGTAS/Sine contabilizam 470 vagas de trabalho no litoral
06/11/2020 - Justiça decide que escolas estaduais podem retomar aulas presenciais a partir desta sexta, dia 6
06/11/2020 - Novembro Azul alerta para a importância da prevenção ao câncer de próstata
06/11/2020 - Hospital Moinhos de Vento inaugura laboratório de patologia
06/11/2020 - Comunidade do trânsito em alerta
06/11/2020 - Dnit inicia instalação de radares cumprindo acordo homologado após ação popular.
06/11/2020 - Prorrogada a Campanha Nacional de Vacinação
06/11/2020 - Boletim de atualização da situação do coronavírus em Guaíba.
06/11/2020 - Vacinação em Guaíba



Edição n° 209 - Novembro 2020

Selecionar Edição
  • Edição n° 209
  • Edição n° 208
  • Edição n° 207







  • Av. Roque J. O. Giacomelli, nº 542, Pq. Eldorado - Eldorado do Sul - Fone (51) 3481 1821